Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Jóias Relógios > Relógio um escravo do tempo

Relógio um escravo do tempo

Categoria: Jóias Relógios
Visitas: 22
Comentários: 2
Relógio um escravo do tempo

O relógio marca as horas do tempo e é indispensável no nosso dia a dia, para tudo se precisa de horário, e o tempo passa rápido, quando menos esperamos o dia chegou ao fim, nos dias atuais o ponteiro do relógio correr sem parar, e nossas vidas hoje é escravo do relógio, ou melhor, do tempo.

Antigamente os melhores relógios eram os suíços, mais hoje já existe muitos relógios tão bom quantos os suíços, antes só se ouvir falar em relógio de alta precisão, só se achava que era os suíços, e você ainda pensa que as maravilhas mecânicas suíça, ou mesmo em modernidade eletrônica só é a japonesas, é melhor rever seus conceitos.

O relógio de um único átomo de mercúrio é cerca de cinco vezes mais preciso do que o mais preciso relógio até hoje construído, um relógio atômico que funciona a partir de uma "fonte" de átomos de césio. Isso significa que o novo relógio irá demorar 400 milhões de anos para atrasar ou adiantar um único segundo. O mais preciso relógio atômico hoje existente vai atrasar ou adiantar um segundo em "apenas" 70 milhões de anos.

Construir relógios tão precisos não é apenas capricho dos cientistas. Mais sim de grande precisão e é essenciais para os estudos, é de fundamental para a física - avaliando se elas variam com o tempo - com implicações sobre o entendimento das origens e dos destinos do nosso universo. Com tamanha precisão, não faz muito sentido falar-se em segundos: embora também sirvam como referencial de tempo, os cientistas se referem a essas medições como padrões de freqüência.

Esses padrões são importantes também em questões menos teóricas, como a geração de campos magnéticos e gravitacionais para aplicações médicas, sistemas de telecomunicações e sistemas de posicionamento global. Mas ainda levará um tempo até que o relógio óptico de mercúrio substitua os tradicionais relógios atômicos de microondas, que vêm servindo como referencial de tempo há mais de 50 anos. Antes disso, cientistas do mundo todo terão que repetir o experimento e fazer suas próprias medições. Só então poderá haver um consenso que leve à aceitação generalizada do novo relógio.

Antes os relógios eram sós de corda, e de bolso, mais a tecnologia mudou, hoje tem de relógios de parede, de pulso, a prova d água com modelo bem diferentes, do esporte até o social, há também quem gosta de ter relógio de ouro, e de requinte em igual. Como ver o relógio é de alta precisão para todos nos.



Waldiney Melo

Título: Relógio um escravo do tempo

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 22

804 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    21-09-2014 às 14:20:28

    Quando mais precisamos do tempo, ele foge! O relógio é indispensável e nos ajuda muito nas horas em que queremos concluir uma tarefa.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    09-05-2014 às 16:51:16

    O relógio é bom para controlar o tempo nas atividades que devemos realizar ou estamos realizando. Se deixar, ele vira um escravo mesmo.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Relógio um escravo do tempo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios