Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Consumismo VS consumerismo

Consumismo VS consumerismo

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 601
Comentários: 16
Consumismo VS consumerismo

Os hábitos consumistas são cada vez maiores na nossa sociedade, o consumismo traduz-se muitas vezes por comprar aquilo que não se precisa com o dinheiro que não se tem o que conduz ao chamado endividamento de que tanto ouvimos falar, este fenómeno ocorre muitas vezes devido às facilidades de crédito que as instituições financeiras concedem sem colocar quaisquer entraves, com taxas de juro altíssimas na ordem dos vinte e trinta por cento, as conhecidas TAEG que aparecem em letrinhas pequeninas nos anúncios.

Contudo, e postos todos os fatores que influenciam ou tentam influenciar o consumidor, não se pode atribuir a culpa de termos uma sociedade consumista à publicidade nem ao marketing que incentiva a tal comportamento, estes hábitos ficam muito mais a dever à formação da sociedade, pois eles são mais característicos de umas culturas que de outras que foram orientadas para evitar este tipo de comportamentos nocivos para a sociedade.

Aqui surge o papel do consumerismo, isto é, do consumo responsável, com perfeito equilíbrio entre produtores, consumidores e distribuidores, os grupos consumeristas pretendem alertar a população para consumir o necessário não entrando em extravagâncias relativamente às posses de cada um, isto é, sem ultrapassar os limites “aceitáveis” do endividamento, de forma a manterem-se sempre com reservas para precaução de acontecimentos inesperados que possam vir a surgir.

Os grupos que agem em defesa do consumidor como o caso da DECO, são exemplos de grupos consumeristas, que também defendem os direitos e deveres dos consumidores, contudo existem grupos consumeristas de diversa índole, por exemplo, consumo sustentável ou aqueles que se preocupam com a origem dos produtos e as condições de produção dos itens.

Concluindo, os movimentos consumeristas exercem um papel muito importante na sensibilização para o consumismo, que em todo o mundo, se tem vido a assistir cada vez mais, contudo o seu papel não se limita a tal facto, estes movimentos procuram também dará conhecer à população algumas informações sobre os produtos que escolhem que não é revelada claramente pelos produtores, além disso, procura a preservação ambiental, procurando mobilizar o consumidor para produtos ecológicos e para marcas socialmente responsáveis de forma a obter além de um consumo responsável também obter um consumo sustentável, isto é, sem pôr em perigo os recursos e o ambiente de que virão a usufruir as gerações vindouras, de forma a garantir que as mesmas tenham pelo menos as mesmas condições de vida que as que se obtêm na atualidade.


Vitor Costa

Título: Consumismo VS consumerismo

Autor: Vitor Costa (todos os textos)

Visitas: 601

772 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 16 )    recentes

  • Jusimar souza viana

    18-04-2016 às 21:45:49

    Gostei muito, o texto esta muito bem esclarecedor, pois manter o equilíbrio e muito importante!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    23-05-2014 às 18:17:18

    Manter o equilíbrio é essencial! Viver com o básico e sem exageros, comprar apenas o que for necessário e sem quaisquer endividamento. Temos que viver uma vida simples, pois essas instituições financeiras cobram altos juros!!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Belson Canzonji

    20-08-2013 às 14:10:29

    Mas uma vez satisfeito com as respostas sobre a designação d consumismo,e consumerismo .

    ¬ Responder
  • Carla HortaCarla Horta

    16-09-2012 às 14:58:17

    O texto está perfeito! Os meus Parabéns. Tanto se fala no consumismo que de certa forma podemos cair no erro de nos repetirmos, mas aqui trata-se de se falar na outra face - o consumerismo. Perfeito!!!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    10-09-2012 às 18:24:31

    eu não sou nenhuma becky bloom, mas confesso que comprar coisas é inato em mim. talvez por ter crescido no seio de uma família onde as coisas não eram de todo facilitadas. de forma contraditório, tenho mais agira com uma das figuras do agregado no desemprego, do que antigamente, quando era uma criança, em que pedir de nada me servia (ao contrário de hoje em dia, em que as crianças exigem coisas aos pais).

    ¬ Responder
  • Marlino Júnior

    28-08-2012 às 16:19:54

    Muito eficiente e clara as informações que encontrei neste tema.Que continuem promovendo conhecimentos com qualidade.
    Muito obrigado!!!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoIris Rosethe

    30-05-2012 às 02:24:37

    Adorei a definição!!!!

    ¬ Responder
  • KellyaneKellyane

    08-03-2012 às 16:45:22

    Otimo!!!!

    ¬ Responder
  • edmilson sanchesedmilson sanches

    17-01-2012 às 17:15:36

    gostei muito deste comentario me ajudou muito na aula da economia.

    ¬ Responder
  • ThaísThaís

    26-05-2011 às 23:27:51

    Meu trabalho de sociologia é sobre Consumo x consumismo, e esse site me ajudou MUITO! =)' uma forma curta, e clara de se entender sobre esses dois fatores. valeu mesmo! beijos

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoBeatriz

    30-01-2011 às 17:07:31

    Adorei a informação deste site. Obrigada.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoFernanda

    01-08-2010 às 21:10:53

    bem esclarecedor ! me ajudou muito em um trabalho escolar. Obrigada! (:

    ¬ Responder
  • thaizthaiz

    29-07-2010 às 19:35:57

    adoroo brigadinha..

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoLetícia

    25-05-2010 às 19:15:24

    Parabéns para as pessoas que elaboraram!

    ¬ Responder
  • Gabriela Caroline IacopeMarcelo Severo

    20-04-2010 às 14:00:30

    Excelente comentário e definição, me ajudou muito. Parabens.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoElvis

    20-09-2009 às 18:41:36

    Ótimo, bem esclarecedor e resumido!!!

    ¬ Responder

Comentários - Consumismo VS consumerismo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios