Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Fui despromovido?!!

Fui despromovido?!!

Categoria: Empresariais
Visitas: 4
Comentários: 2
Fui despromovido?!!

Na busca pelo novo emprego, um dos benefícios mais atrentes de destaque na empresa é a de ascensão, claro que os demais benefícios oferecidos são importantes, mas o crescimento é sinônimo de vitória, de conquista, de confiança. Para o empregado é um ponto de motivação, quando não há nenhuma expectativa de crescimento na empresa em que se trabalha, se cai na mesmice, a execução do trabalho não se dá com a mesma disposição. O crescimento, a valorização e o reconhecimento, são fundamentais para o ego, desde que seja dentro dos limites saudáveis; para que se tenha uma equipe motivada, com motivos para desenvolver uma boa atuação e conquistar uma promoção, que vai além das quetões financeiras. Sabemos que raramente, pode ter alguém que aparente não desejar promoção alguma, bem, esse um um outro caso que não cabe nesse momento nos estendermos, excesso de timidez e se acreditar desmerecido, pode ser, sem quere rotular, um comportamento do pensar que esteja ligado a determinados transtornos psíquicos.

Diante das possíbilidades que o empregador oferece de promoção e que é motivacional, pode também acontecer o inverso, que seria a despromoção. Ao contrário da promoção que tanto bem faz para o ego e para a auto-estima, a despromoção leva o funcionário a um estado de constrangimento diante da família e dos colegas de trabalho, é como se fosse sinônimo de desqualificação e ineficiência para o cargo assuimido.

Após a despromoção, como encarar a vida? Será que foi despromovido por não ter sabido segurar a promoção? Será que o patrão tem razão e não serve para o cargo?

Não adianta ficar fazendo questionamentos negativos, não é tão simples mandar levantar a cabeça e seguir, ou sair do emprego sem antes conseguir outro se for a principal fonte de renda.

Vamos pensar sobre outro ângulo: Se quiser muito esse cargo, tranforme essa energia de decpção em força, talvez no momento da promoção não estivesse pronto e o empregador, gerou excesso de expctativas.Uma primeira atitude é tentar não tomar como pessoal, se fosse, seria melhor tê-lo demitido, é natural rejeitarmos a idéia no primeiro momento de que ainda não estavamos preparados para as novas responsabilidades mas, é possível reverter essa imagem, respeire fundo e pense no que fazer, se o patrão esperou além da sua capacidade, qualifique-se e prove que ele cometeu um engano, chegue em seu horário, sorria, pois faz bem para a alma e, para aqueles que acredita estarem lhe olhando de modo diferente ou falando as suas costas, pense que o mais forte é sempre aquele que ao cair sabe se erguer.


Sílvia Baptista

Título: Fui despromovido?!!

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 4

783 

Imagem por: Sudhamshu

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    05-07-2014 às 06:25:57

    É um momento para reflexão. Deve ser encarado como uma oportunidade para autoavaliação e não o fim do mundo. É certo que se entristece como a despromoção, mas é seguir em frente e buscar sempre crescer e melhorar!

    ¬ Responder
  • RosaRosa

    20-05-2012 às 03:53:20

    Aconteceu comigo esta semana... ainda estou tentando digerir a situção...

    ¬ Responder

Comentários - Fui despromovido?!!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: Sudhamshu

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios