Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > DVD Filmes > Uma linda mulher

Uma linda mulher

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: DVD Filmes
Comentários: 1
Uma linda mulher

O filme começa com uma jovem prostituta acordando para ir trabalhar,tarde da noite.Ela percebe que está sem dinheiro e que precisa ir trabalhar urgentemente.No caminho ela tem a idéia de ir verificar onde estava o dinheiro do aluguel que ela guardava num pote de doces,para sua surpresa o dinheiro não estava mais lá.

Sua amiga também prostituta,tinha pego o dinheiro para si para comprar drogas.

Então a jovem prostituta sai atrás da amiga para cobrar o dinheiro.Quando a encontra a mesma se mostra arrependida e garante que irá devolver a quantia.

Então a jovem prostituta (Vivian)sai para trabalhar.Não fica pouco tempo na calçada até aparecer o primeiro cliente da noite dentro de um carro importado.Ela o aborda,crente que ele está querendo sair com ela.Quando na verdade,simplesmente não está conseguindo dirigir direito por isso parou ali.

Os dois começam a conversar,ela entra no carro e seguem rumo ao hotel onde o homem estava hospedado.

Chegando lá ele liga para a receção e pede morangos com champanhe.A conversa esquenta entre eles e o inevitável acontece...Os dois passam a noite juntos.

No dia seguinte ele descobre que ela estava usando uma peruca loira,cobrindo a longa cabeleira ruiva.

Vivian comete uma gafe ao se sentar em cima da mesa enquanto o café foi servido numa grande mesa com várias cadeiras.O homem oferece uma cadeira ela.Pedindo que na verdade ela tem mais modos e noções de etiqueta.A mesma se desculpa.

E novamente voltam a conversar.Ele termina fazendo uma proposta para que ela fique uma semana ao lado dele por três mil dólares.Ela aceita.

O cliente de Vivian oferece algum dinheiro para ela comprar algumas roupas.

Então ele se despede a deixa no hotel.Passado um tempo a maratona de comprar começa.

Sendo que no primeiro lugar que Vivian vai é mal atendida pela vendedora,que julga que ela não tem dinheiro para comprar nada da loja.Vivian fica triste e ao voltar para o hotel tem uma conversa com o seu cliente e explica o que ocorreu.

O resto do filme quem quiser ver só assistindo realmente.É um ótimo filme.Vale a pena!


Gabriela Torres

Título: Uma linda mulher

Autor: Gabriela Torres (todos os textos)

Visitas: 0

645 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSofia Nunes

    12-09-2012 às 18:01:17

    «Pretty Woman» ( «Um Sonho de Mulher» na tradução de Portugal e «Uma Linda Mulher» brasileira) é uma das poucas comédias românticas que vejo de boa vontade. Isto porque as comédias românticas protagonizadas por Julia Roberts estão entre as poucas que aprecio. É um filme divertido, com os seus momentos mais tensos, sendo, no geral, uma boa comédia romântica e já um filme icónico. Ou não fossem as suas estrelas Julia Roberts e Richard Gere.

    ¬ Responder

Comentários - Uma linda mulher

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O Mundo

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Internet
O Mundo\"Rua
O tão aclamado pelos seus mistérios e que continua a nos surpreender o mundo que não é tão somente cheio de pessoas há apenas sonhar em si próprio, mas sim também no seu próximo que poderia ser qualquer pessoa de seu convívio, mas que o laço que enlaça que enlaçai-nos próximo pode ser o mesmo que pela discórdia se deslaça, nunca mais enlaçando [...]

Não mais unidos de uma maneira sagrada assim como é o nosso convívio com as crianças que enlaça em Cristo, que com a idade vai se deslaçando, como uma semente que após um tempo cresce e dá frutos que pode ser não muito boas, apodrecendo, mas que se cuidarmos com certeza dará bons novos frutos.

Não pense que assim são somente as plantas, mas como também, é todo ser humano, pois o consentimento do que é o tal mundo esmero depende de cada gás carbônico expirado não só pelo, mas sim pela alma, cônjuge do Espírito que pode ser Santo ou não, pois já como temos o livre-arbítrio nós que decidimos se deixemos que Ele nos habite ou não para trilhar o Bem ou não mesmo que, embora Ele esteja sempre conosco, embora não vejamos e não aceitamos por apenas sentir e não o reconhecer através de nossos atos.

Costumo definir o mundo de acordo com o que vivo e não vivo, por não haver ainda a oportunidade de viver sem me arrepender já que querer não poder. Não sei como definir o mundo mesmo que o mundo seja o que eu e você estejamos vivendo mesmo sem querer viver o que vive, pois sei bem o que é isso porque vivo há caminhar de olhos vendados fazendo o que querem pra mim sem levar em consideração o que penso ou deixo de pensar por algo tão, às coxas de tão impensado seja o meu impulso como é essa agora de querer escrever porcarias mesmo que o foco sempre seja o mesmo que nada mais é do que desvendar o mundo que não conheço embora eu viva ele inconstantemente para descobrir dele mais, e mais, sem parar [...]. Sem que haja intervalos como em um jogo de futebol.

Pesquisar mais textos:

Kaique Barros

Título:O Mundo

Autor:Kaique Barros(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios