Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Biografias > Um pouco da história de José de Alencar

Um pouco da história de José de Alencar

Categoria: Biografias
Visitas: 4
Um pouco da história de José de Alencar

Filho de um respeitado senador do Brasil Imperial. Cursou direito, mas veio a ter várias outras profissões durante a vida. Entre elas escritor, político e jornalista. José Martiniano de Alencar, foi grande romancista brasileiro. Alencar, foi responsável por criar uma literatura tipicamente brasileira, evitando ao máximo copiar o estilo português de escrever.Sempre preocupado em revelar a real identidade brasileira, seja da alta sociedade fluminense ou a de um indio de alguma tribo desconhecida.

Nas suas obras podemos ver boa parte da História do Brasil assim como os costume e hábitos da população seja ela urbana ou não.

Além de escrever sobre grandes paixões, Alencar também soube escrever grandes críticas as desigualdades sociais em suas obras. Suas obras podem ser divididas entre:urbanas,históricas,regionalistas e indianistas.

José de Alencar,foi um dos primeiros a se preocupar em analisar a alma de seus personagens femininos,revelando assim todas as inquietações da mente feminina da época.Senhora,A pata da gazela e Cinco Minutos são uns dos seus romances urbanistas mais conhecidos.

Quando escrevia sobre os indios,ou seja suas obras indianistas sempre mostram o indigena como o "bom selvagem", aquele que convive com o homem branco sem problemas. Muitas das tradições indigenas são relatadas.

Iracema, O Guarani e Ubirajara são uma dessas obras indianistas mais conhecidas.

Alencar também não deixou de escrever sobre a colonização, esse é assunto constantemente abordado em seus romances históricos. Nessas obras podemos nos deparar com um grande nacionalismo. As minas de prata e A guerra dos mascotes são duas grandes obras dessa categoria.

Quanto aos romances regionalistas, mostram o interesse do autor em retratar um Brasil sem a influência europeia, a cultura popular ganha força assim como os hábitos campestres que são diversamente descritos.

Se nos romances urbanos, as mulheres são as protagonistas, nos romances regionalistas elas são apenas coadjuvantes.

O gaúcho e O sertanejo são duas grandes referências desse estilo.

Além de escritor, Alencar também foi um importante politico,chegando a ser deputado e até mesmo ministro da Justiça. Largou a política, depois de ter sua candidatura a senador impedida pelo Imperador Dom Pedro II.

O que lhe causou um grande mal, seguido por uma depressão e uma piora de seu quadro de tuberculose.Viajou para a Europa para se tratar,porém essa viagem e os tratamentos europeus não fizeram efeito.Voltou para o Brasil e morreu antes de completar 50 anos.


Gabriela Torres

Título: Um pouco da história de José de Alencar

Autor: Gabriela Torres (todos os textos)

Visitas: 4

668 

Comentários - Um pouco da história de José de Alencar

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Ler próximo texto...

Tema: Beleza
Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente\"Rua
Com a chegada do verão, os cuidados com a pele precisam ser intensificados. É claro que, independente da estação, os cuidados com a saúde e beleza são fundamentais. Mas, no verão, alguns problemas de pele, principalmente da face, tornam-se mais frequentes e, com isso, surgem algumas preocupações. A boa notícia é que, a maior parte dessas preocupações podem ser amenizadas ou até mesmo solucionadas com dicas caseiras de cuidado com a pele.

Logo, certos cuidados como o uso regular de bloqueador solar é importantíssimo, não só para evitar manchas no rosto e no corpo, como também, para evitar doenças graves como o temido câncer de pele. Por isso, a boa hidratação, a limpeza correta da face e o uso de cremes faciais com proteção contra os raios ultravioletas UVA e UVB não podem ser menosprezados.

Outro detalhe relevante é a escolha da alimentação. Para ter uma pele saudável e bonita é preciso evitar o uso de certos alimentos. Sabe-se que os conservantes, corantes e similares, que estão sempre presentes nos alimentos industrializados provocam alergias e outros problemas. Essas substâncias podem fazer surgir ou intensificar doenças como o melasma, aquelas manchas escuras na face. E, essas manchas são sensíveis ao calor do sol e, dependendo da pele, o tratamento exige bastante tempo e recursos financeiros para cuidados e acompanhamento dermatológico.

Mas, você pode preparar em casa uma loção para limpar a pele, reduzir ou até mesmo remover essas manchas escuras. Você vai precisar de um pêssego maduro, um pouco de hidratante facial e uma bisnaga de Bepantol, que é um creme com vitamina A.

Dicas para preparar seu creme removedor de manchas na pele:

Primeiramente, faça o creme de pêssego: é só bater no Mix o pêssego com um pouquinho de água. Para facilitar, amasse o pêssego com uma colher antes de bater no Mix. Depois, peneire a massa de pêssego para o creme ficar mais homogêneo. Em seguida, misture a terça parte da bisnaga de Bepantol ao pêssego com uma colher, preferencialmente de madeira ou de plástico. Com um algodão e com movimentos suaves, aplique a loção no rosto e deixe agir por 40 minutos. Depois lave com água abundante. Evite o uso de esfoliante porque a pele ficará muito sensível. Essa loção pode ser usada até três vezes na semana. Não use sobras de creme.

Pesquisar mais textos:

Zilma Silva

Título:Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Autor:Zilma Silva(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios