Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Desporto > Violência na favela do Rio de Janeiro. O Brasil a poucos dias do Mundial 2014

Violência na favela do Rio de Janeiro. O Brasil a poucos dias do Mundial 2014

Categoria: Desporto
Visitas: 4
Comentários: 9
Violência na favela do Rio de Janeiro. O Brasil a poucos dias do Mundial 2014

As preocupações com a segurança da Copa do Mundo foram crescendo na quarta-feira (23.04.2014) depois de violentos protestos que eclodiram novamente no Rio de Janeiro com menos de dois meses para o torneio do Mundial 2014 de futebol.

Os moradores de uma favela incendiaram barricadas de pneus e atiraram garrafas contra a polícia apenas a uma milha de distância da Praia de Copacabana, onde são esperadas centenas de milhares de pessoas para ficarem durante o evento da Fifa, em junho.

Um homem de 27 anos morreu após ser baleado na cabeça e um menino de 12 anos também teria sido atingido no fogo cruzado durante a violência contra a polícia, a quem os manifestantes culpam pela morte de Douglas Rafael da Silva Pereira, um dançarino conhecido e famoso no Brasil. Ele foi encontrado morto na quarta-feira em uma creche na favela Pavão-Pavãozinho, onde os moradores acreditavam que ele foi morto pela polícia, que o confundiu com um traficante de drogas.

O último problema começou no início da noite na favela, que fica acima dos centros turísticos de Copacabana e Ipanema, antes de se espalhar rapidamente. As testemunhas descreveram o pânico em hotéis quando tiroteio eclodiu em cerca de seis horas na terça-feira. Principais estradas e estações de metrô em Ipanema foram fechados, após lançadas as bombas caseiras, os tiros e carros incendiados.

A mais recente agitação seguidos dos protestos nas ruas no ano passado foi sobre as más condições de vida e foi mais uma vergonha para o Brasil, que se prepara para encenar o torneio em junho e os Jogos Olímpicos de 2016. "A comunidade do Pavão-Pavãozinho desceu da favela e mostrou afirmando que eles podem fazer muito mais durante a Copa do Mundo ", disse um manifestante.

A polícia intensificou os esforços nos últimos meses para limpar as favelas de criminosos violentos. Apesar de uma enorme favela ter um programa de "pacificação" que foi iniciada há seis anos para melhorar a segurança na cidade, as gangues foram lutando cada vez mais.

É de se preocupar mesmo por conta de um lugar que vai sediar a Copa do Mundo 2014, o Brasil precisará de um reforço extra nos dias para que pessoas inocentes não sejam atingidas por manifestantes rebeldes nas favelas.


Rua Direita

Título: Violência na favela do Rio de Janeiro. O Brasil a poucos dias do Mundial 2014

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 4

602 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 9 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    06-10-2014 às 11:37:04

    É muito triste essa violência na favela do Rio de Janeiro. No período da Copa teve muitos confrontos com os policiais, e isso ocorre durante o ano inteiro. Há muita criminalidade, drogas, prostituição dentro dessas favelas, infelizmente!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSaul

    25-04-2014 às 11:07:17

    Bom texto, mas já está alguém tentando melhorar essa situação?

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    25-04-2014 às 16:53:06

    Sim, as medidas cabíveis estão sendo tomadas a fim de evitar mais conflitos por parte dos favelados. Há reforços mais ainda dos policiais contra a violência. Infelizmente, as pessoas atuam contra os outros dessa forma! Que nossa autoridade faça algo mais brusco, rígido e que dê segurança as pessoas que não estão envolvidas nisso.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãogui

    25-04-2014 às 11:04:52

    este texto com o titulo de Violência na favela do Rio de Janeiro. O Brasil a poucos dias do Mundial 2014 foi absolutamente maravilhoso, deu para fazer o trabalho da escola sobre violência

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    25-04-2014 às 16:48:57

    A Rua Direita agradece e fica contente em poder ajudá-lo com seu trabalho. Obrigada!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãojoao

    25-04-2014 às 10:41:20

    que vergonha para o nosso pais, é horrivel a Violência na favela do Rio de Janeiro. O Brasil a poucos dias do Mundial 2014

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    25-04-2014 às 16:48:04

    Uma vergonha mesmo! Ficamos tristes com a situação, mas esperamos melhoras e ações fortes por parte das autoridades, a fim de proteger quem não tem nada a ver com esses conflitos.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãoeva rita

    25-04-2014 às 10:33:02

    Violência na favela do Rio de Janeiro. O Brasil a poucos dias do Mundial 2014 isto foi um trabalho muito real e interressante, é assustador e preocupante agora que vamos receber pessoas de todo o mundo

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    25-04-2014 às 16:46:34

    Sim, muito preocupante. A revolta dos favelados estão a crescer contra a polícia. Esperamos que seja combatido com medidas fortes.

    ¬ Responder

Comentários - Violência na favela do Rio de Janeiro. O Brasil a poucos dias do Mundial 2014

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Boyhood um filme que você não espera muito, mas encontra bastante.

Ler próximo texto...

Tema: DVD Filmes
Boyhood um filme que você não espera muito, mas encontra bastante.\"Rua
Finalmente assisti Boyhood. O filme sugerido por um amigo há alguns dias atrás que, tirando o fato de ser sido feito em 12 anos, nunca tinha me chamado a atenção. Lembro de visto os comentários na época do Oscar, mas mesmo assim não estava empenhado em vê-lo.

Quando me falaram que era estilo real life, torci mais ainda o nariz, achando que veria algo no esquema, “Atividade Paranormal”, que para mim usa a desculpa de “semidocumental” para justificar péssimas atuações.
No entanto, mesmo com a expectativa baixa, nas primeiras cenas do filme já comecei a mudar de ideia e conforme o mesmo avançava iam surgindo frases do tipo: “Opa, talvez só pela trilha sonora já valha a pena! ”, ou “Caraca, essas crianças estão ótimas nesses papéis! ”, ou ainda “Até o Ethan Hawke, está legal nesse filme! ”. Até passar da metade e começarem os comentários tipo: “Ah meu Deus, não quero plot twist, quero que tudo acabe bem com o Mason e sua família”, ou “Por favor sem surpresas no final, eu quero apenas um final feliz! ”.

Eu realmente fiquei muito surpreso com o filme. (SPOILLERS daqui pra frente). Não com o roteiro e como eu disse acima: ainda bem. A história e super comum. O final é comum como o esperado, com exceção da Mãe de Mason, Olivia Ewans. Esta só teve o seu digno final na cerimônia do Oscar quando a atriz Patrícia Arquete, que interpretou a mãe, venceu como atriz coadjuvante, e fez um discurso muito bom sobre a igualdade de direitos entre homens e mulheres.

No filme as situações lembram bastante a realidade, destaco uma cena em que o Ethan Hawke, está conversando com sua nova esposa em uma festa para comemorar a formatura de Mason no colegial e sua ex-sogra, fica interrogando-os com algum assunto qualquer, depois que ela saiu de perto deles eles ficam rindo e fazendo umas caretas comentando tipo: “que conversa estranha! ”, ou algo assim, coisas que todos fazemos, mas muitas vezes nem reparamos. Esses tipos de detalhes do cotidiano foram muito bem captados, pelo diretor e exposto de forma muito natural.

Fica essa dica de um filme muito interessante, que vale a pena ser visto por toda a família, inclusive para quem tem olhos mais clínicos, pois poderá perceber sutilezas nos cenários e nos diálogos que foram muito bem construídos.

Pesquisar mais textos:

Jhon Erik Voese

Título:Boyhood um filme que você não espera muito, mas encontra bastante.

Autor:Jhon Erik Voese(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Leputs 20-08-2015 às 22:32:59

    Boa critica, vim por recomendação de um user de um fórum e acabei lendo suas outras resenhas, na minha opinião as primeiras resenhas que você fez eram mais profissionais, agora elas estão pendendo mais para um lado "não crítico". Recomendo você dar uma relida nas antigas que da para aproveitar muita coisa.
    No mais curti muito sua forma de interpretação e relato. Parabéns.

    ¬ Responder
  • Jhon Erik VoeseJhon Erik Voese

    21-08-2015 às 23:42:37

    Opa obrigado pelo seu tempo e pelo conselho.
    Sem querer me justificar, mas já o fazendo ainda estou trabalhando nesse meu estilo de escrita e por isso tenho experimentado um pouco. Meu intuito na verdade era buscar um diferencial nas críticas e resenhas sem ficar muito preso a somente descrição da obra, mas realmente ser parcial, ou até passional, como você pode ler nessa última, até pra gerar debates e expor um pouco do que eu "senti" logo que terminei de ver os filme, ou de ler os livros. Mas seu conselho está anotado, pois entendo que tenho que encontrar um equilíbrio entre a paixão e o profissional, para que não vire um relato de diário. Mais uma vez agradeço pelo feedback e espero que continue acompanhando, pois muito virá depois destes!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios