Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Guia de Viagem a Maldivas

Guia de Viagem a Maldivas

Categoria: Viagens
Comentários: 5
Guia de Viagem a Maldivas

Um dos mais atraentes pontos turísticos no Oceano Índico é Maldivas. Está bem localizado ao sul do continente asiático, na linha do Equador e com mais de 1.100 ilhas. Sempre com belas paisagens, um mar azul cristalino, com um clima tropical e úmido.

Um lugar exótico, diferenciado e que permite muitos passeios inesquecíveis para os turistas. Para quem adoraria saber como é a sensação de comer num restaurante embaixo d’água, vai poder usufruir dessa experiência sensacional no restaurante Ithaa na companhia dos peixes, arraias e até tubarões.

O turismo em Maldivas é bem expressivo e não faltam lugares para passar os melhores momentos com amigos, familiares, namorados e inclusive, passar a Lua de Mel.

O que fazer
Maldivas é um lugar encantador! Tem os mais belos lugares para visitar e conhecer para períodos curtos ou longos. Não faltam opções de lazer, entretenimento e relaxamento em toda a viagem, seja para quem vai a dois ou com um grupo de pessoas. Há opções de mergulho, muita areia e praia de águas azuis e cristalinas. Conheça alguns dos locais bem interessantes e que não podem faltar nesse roteiro turístico!

História e cultura
A história de Maldivas bem como sua cultura tem como influência o continente asiático como o Sri Lanka e também com os africanos. Tanto que a música africana ficou registrada dentro desse povo até hoje. O que mais predomina em todo o país é a religião islâmica, que fica visível nos grandes monumentos e são repletos de tradições. É um país menos populoso de toda a Ásia e que tem 26 atóis espalhados por toda a região.

Bares e vida noturna
Aproveitar a vida noturna agitadíssima e os bares em Maldivas é algo bem convidativo. Afinal, toda essa linda paisagem vista e sentida do fundo do oceano é o que ele oferece a todos: uma experiência única e inesquecível! Sem dúvida, vale a pena conhecer a primeira casa noturna subaquática por nome de Subsix localizado nas Ilhas Maldivas. Também é possível desfrutar de outros lugares na capital de Maldivas que se chama Malé. Tem ótimos restaurantes, Spas e bares com muita gente e com toda segurança pelas ilhas e atóis.

Onde comer
Tem vários lugares que os turistas podem usufruir de uma boa gastronomia em Maldivas. Aqueles restaurantes no fundo mar são excelentes, mas para quem não tem como ir, pode degustar da culinária e do ambiente sensacional pelos lugares do centro da cidade e aos redores também das ilhas.

Onde fazer compras
Um paraíso de compras que cada pessoa tem nos centros de Maldivas. Desde eletrodomésticos, joias, relógios, itens de muito luxo e uma infinidade de produtos com preços que merece levar para casa. Nada melhor que aproveitar as compras em Malé.

Quando viajar para Maldivas
Maldivas tem um período bem quente com aproximadamente 30° C e 31° C onde o ar é úmido, mas devido a brisa do mar, o lugar acaba ficando bem refrescante. A melhor época para uma viagem em Maldivas compreende entre os meses de dezembro a abril.


Rua Direita

Título: Guia de Viagem a Maldivas

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

605 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoHugo

    19-04-2014 às 11:54:35

    Gostei muito de saber sobre a história e a cultura das Maldivas, nossa família foi lá há 2 anos e adoramos. É um lugar de sonhos fazer uma viagem dessas, recomendo definitivamente - viagem a Maldivas

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    19-04-2014 às 19:14:35

    A Rua Direita agradece a sua colaboração no comentário. Volte mais vezes!!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJunina

    19-04-2014 às 11:26:19

    Adorei o Guia de Viagem a Maldivas , eu quero ir, muito atrativo, depois de ler agora adorava ver um vídeo , existe algum vídeo das Maldivas que vocês sugerem?

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    19-04-2014 às 19:13:15

    A Rua Direita agradece e sugere que acesse este link para ver o vídeo sobre Maldivas, um lugar muito bonito e encantador:





    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJunina

    20-04-2014 às 01:45:43

    Obrigado. Agora Vou marcar viagem Maldivas.

    ¬ Responder

Comentários - Guia de Viagem a Maldivas

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios