Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Turismo no centro do Rio de Janeiro – Parte I

Turismo no centro do Rio de Janeiro – Parte I

Categoria: Viagens
Visitas: 4
Turismo no centro do Rio de Janeiro – Parte I

Quando falamos em turismo no Rio de Janeiro as primeiras coisas que vêm a nossa mente são: Pão de açúcar, Cristo Redentor e Praia de Copacabana.
Mas, o turismo na Cidade Maravilhosa vai além disso. No Centro do Rio encontramos lugares maravilhosos e pouco conhecidos, aonde podemos visitar, nos maravilhando e aumentando nossa cultura.
Muitas histórias são contadas nas ruas, igrejas e casarões antigos do Centro.
Vamos contar um pouco dessa história e tornas esses pontos mais conhecidos para você.

1) Academia Brasileira de Letras
Sua sede é uma réplica do Petit Trianon do Palácio de Versalhes, decorado com pisos de mármore, lustre de cristal francês, vaso de porcelana de Sèveres, grandes salões e um espaço dedicado a Machado de Assis.

Inaugurado: 1923

Endereço: Av. Presidente Wilson, 203 - Castelo.

2) Arquivo Nacional

Localizado no antigo prédio da Casa da Moeda, de construção monumental.

Você pode encontrar documentos da Inconfidência Mineira, Lei Áurea, relação de passageiro dos vapores de imigrantes, Tribunal de segurança do governo Vargas, e outras preciosidades de nossa história.

Inaugurado: 1838

Endereço: Praça da República, 173 – Centro.

3) Biblioteca Nacional

Projetado por Sousa Aguiar, engenheiro militar, e decorado por grandes artistas da época, abriga o patrimônio cultural e bibliográfico do Brasil, é a sétima maior do mundo e a maior da América Latina.

Inaugurado: 1910.

Endereço: Av. Rio Branco, 219 - Centro.

4) Casa França Brasil

Encomendado por D. João VI, projetado por um artista e professor da Academia de Belas Artes da França. Este solar neoclássico foi qualificado por Darcy Ribeiro como Centro Cultural.

Inaugurado: 1820.

Endereço: Rua Visconde de Itaboraí, 78 – Centro.

5) Centro Cultural Banco do Brasil

Localizado na em prédio de 1906 onde foi a sede do Banco do Brasil.

Possui salas para mostras, sala de cinema, sala para exibição de vídeos, três salas para espetáculos teatrais, auditório e biblioteca.

Em 2013, foi o museu mais visitado do Brasil, com 2 milhões e 200 mil visitantes por ano.

Inaugurado: 1989.

Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro.

6) Centro Cultural da Caixa

Agora se chama Caixa Cultural Rio de Janeiro, tem duas unidades, podemos encontrar lá teatro de arena, cinemas, galerias de arte, livraria, salas de oficinas e ensaios.

Inaugurado: 2006.

Endereço: Avenida Chile, 230, Anexo, e na Avenida Almirante Barroso, 25. Centro.

7) Centro Cultural Correios

Prédio com características do século passado deveria ser uma escola do Lloyd Brasileiro. Mas, ficou sem ser usado por mais de 50 anos, sendo aproveitado para uso dos Correios.

Inaugurado: 1922.

Endereço: Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro.

8) Centro Cultural Light

Você pode ver o Planeta Energia, onde tem experimentos e exposições do fenômeno elétrico, Teatro Lamartine Babo, salas de exposição, jardim interno e Acervo Light de documentos e fotografias.

Inaugurado: 1994.

Local: Av. Marechal Floriano, 168. – Centro.

9) Centro Cultural Justiça Federal

Localizado aonde funcionava o Supremo Tribunal Federal, que ocupou o local de 1909 a 1960.

Lá você encontra exposições, peças teatrais, espetáculos de dança e de música, mostras de cinema, cursos, seminários, palestras, dentre outras.
Inaugurado: 2001
Local: Av. Rio Branco, 241 - Centro.

Em breve a segunda parte de nosso roteiro.
Espero que gostem.


Pedro Ganem

Título: Turismo no centro do Rio de Janeiro – Parte I

Autor: Pedro Ganem (todos os textos)

Visitas: 4

2 

Comentários - Turismo no centro do Rio de Janeiro – Parte I

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!

Ler próximo texto...

Tema: Utilidades Domésticas
Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!\"Rua
O seguro desemprego é instituído pela Lei Nº 7.998, de 11 de janeiro de 1990 e que tem por finalidade prover a assistência financeira temporária ao trabalhador desempregado sem justa causa. Foi sancionado pelo presidente da República do Brasil e também é regido pela Consolidação das Leis Trabalhistas – CLT.

Este benefício é concedido a todo e qualquer trabalhador que foi dispensado apenas em regime de sem justa causa ou quando houver acordo judicial e o juiz autorizar o pagamento devido ao ex-trabalhador da empresa.

Sua duração é de 3(três) a 5(meses) de forma contínua e dependerá do tempo em que ficou empregado. O valor mensal é calculado conforme o que o trabalhador ganhava durante o período em que estava empregado.

Essa assistência financeira e temporária tem algumas regras, por isso, é muito importante conhecê-la antes mesmo de solicitá-la nos órgãos responsáveis.

Para ter direito ao benefício:


- Precisa ter a carteira devidamente assinada da empresa;
- Ter trabalhado durante 6 meses na empresa (no mínimo);
- Não ter recebido esse benefício no período de 16(dezesseis) meses ininterruptos;
- Ter sido dispensado sem justa causa.

Quem tem direito ao benefício:


- Os trabalhadores demitidos sem justa causa;
- O pescador artesanal; e
- O empregado doméstico, desde que o empregador esteja recolhendo o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS).

Como solicitar – Passo a passo:


1) Dirija-se à qualquer Caixa Econômica Federal ou ao M.T.E (Ministério do Trabalho e Emprego) da sua cidade munidos dos seguintes documentos:
- Rescisão contratual, carteira de trabalho devidamente dado baixa com a data de saída e assinada e carimbada pela empresa, as duas vias do seguro desemprego preenchido e fornecido pela empresa, cartão do PIS/PASEP ou o cartão cidadão, extrato do recebimento do pagamento do FGTS, comprovante de residência e os últimos 3 (três) contra-cheques;
2) Entregue todos esses documentos ao atendente. Eles vão fornecer o protocolo de entrada do seguro desemprego, vão lhe dizer quantas parcelas você tem direito e a data que você receberá a primeira (30 dias).

Bem, apenas isso e agora é só esperar para o recebimento do pagamento das parcelas. Para consultar, acesse este link: http://granulito.mte.gov.br/sdweb/consulta.jsf
Digite com seu número de PIS/PASEP e logo abaixo com o código no visor e clique em consultar. Vai abrir outra tela com as informações das parcelas.

Pesquisar mais textos:

Briana Alves

Título:Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!

Autor:Briana Alves(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios