Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Cinco locais a visitar

Cinco locais a visitar

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Viagens
Visitas: 2
Comentários: 3
Cinco locais a visitar

Para espairecer e desanuviar um pouco nada melhor que um belo passeio ao ar livre. O ar puro e o contacto direto com a Natureza são um autêntico “remédio” natural.

Um sítio espetacular para visitar em qualquer altura do ano é o Covão D´Metade (ou Covão d´Ametade), situado na Serra da Estrela. Este pequeno pedaço de paraíso, que fica numa das encostas da Serra, é um autêntico “postal”. Quem visita este lugar nunca mais o esquece. Pena é que muitas vezes esteja deitado ao abandono e não tenha as condições mínimas para os visitantes.

No concelho de Arouca fica situada a Serra da Freita. O local perfeito para uma boa caminhada em plena comunhão com a Natureza. Além das magníficas paisagens naturais, pode ainda observar as incomuns Pedras Parideiras (por serem tão raras, se visitar este local não deve recolhê-las para uso pessoal) e a Frecha da Mizarela (uma queda de água com mais de 60 metros de altura).

Um outro local de eleição para uma visita (ou de preferência uma estadia de vários dias, se possível) é o Parque Nacional da Peneda-Gerês. Situado no Norte de Portugal, é o local ideal para quem procura um pouco de calma e harmonia com mundo natural. As paisagens são deslumbrantes e poderá percorrer vários trilhos e percursos a pé, de bicicleta ou de carro. Caso se decida por uma estadia de vários dias tem múltiplas opções desde o Turismo de Aldeia, Parques de Campismo, Pousadas de Juventude, Casas Antigas e Rústicas, etc.

O Castelo de Guimarães também poderá ser um lugar bastante interessante para qualquer português (e não só) visitar. Trata-se de um local emblemático e carregado de História. Considerado o Berço da Nacionalidade e da Independência de Portugal, é uma imponente construção de estilo gótico com um vista soberba sobre a cidade-berço.

Mais a Sul, não pode deixar de passar por Sintra e pela “mágica” Serra de Sintra, um dos mais valiosos espaços florestais de Portugal, classificada pela UNESCO como Património Mundial. Aí poderá visitar várias Quintas e Palácios, e entrar num mundo de “contos de fadas”. Os cenários naturais são únicos, as vistas dos Palácios arrebatadoras. Trata-se de um local verdadeiramente belo e misterioso.

Resta fazer-se à estrada e partir à descoberta destes lugares únicos! Irá certamente desfrutar de momentos inesquecíveis e bem passados…


Carlos Vieira

Título: Cinco locais a visitar

Autor: Carlos Vieira (todos os textos)

Visitas: 2

787 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • SophiaSophia

    20-04-2014 às 17:09:10

    A Rua Direita incentiva a todos conhecerem esses 5 locais, com certeza, valerá a pena!

    ¬ Responder
  • Rosa Maria

    21-09-2012 às 11:53:54

    eu felizmente conheco todos estes lugares, são belíssimos! e ainda dizem que não temos nada de bom No Nosso Portugal, pelo amor de Dwus, tenham dó!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoRicardo

    24-08-2009 às 12:48:33

    Olà depois de ler este texto tive que deixar um comentario..Sou uma pessoa que gosto muito de viajar e tive o privilegio de visitar todos estes locais..Sou um grande adepto do turismo interno!!Portugal tem cidades muito bonitas bonitas e vale a pena visitar.
    Sr.carlos está de parabens pelas dicas, espero que quem leia este artigo tenha mais curiosidade de conhecer o nosso Portugal!!

    ¬ Responder

Comentários - Cinco locais a visitar

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um caminho para curar o transtorno alimentar

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Saúde
Um caminho para curar o transtorno alimentar\"Rua
De acordo com um relatório divulgado em novembro de 2014 pelo Comitê Permanente sobre o Status da Mulher, entre 600 mil a um milhão de canadenses cumprem os critérios diagnósticos para um transtorno alimentar em um dado momento. Problemas de saúde mental com ramificações físicas graves, anorexia e bulimia são difíceis de tratar.

Os programas públicos de internação frequentemente não admitem pacientes até que estejam em condição de risco de vida, e muitos respondem mal à abordagem em grupo. As clínicas privadas costumam ter listas de espera épicas e custos altos: um quarto custa de US$ 305 a US$ 360 por dia.


Corinne lutou juntamente com seus pais contra a bulimia e anorexia por mais de cinco anos. Duffy e Terry, pais de Corinne, encontraram uma clínica na Virgínia. Hoje, aos 24 anos, ela é saudável e está cursando mestrado em Colorado. Ela e seus pais acreditam que a abordagem holística, o foco individualizado e a estrutura imersiva de seu tratamento foram fundamentais para sua recuperação.

Eles sabem que tinham acesso a recursos exclusivos. "Tivemos sorte", diz Duffy. "Podíamos pagar por tudo." Mas muitos não podem.
A luta desta família levou-os a refletir sobre o problema nos Estados Unidos. Em 2013, eles fundaram a Water Stone Clinic, um centro privado de transtornos alimentares em Toronto. Eles fazem yoga, terapia de arte e participam na preparação de refeições, construindo habilidades na vida real com uma equipe de apoio empática. Os programas funcionam nos dias da semana das 8h às 14h, e até agora, não tem lista de espera. Porém essa abordagem é onerosa: aproximadamente US$ 650 por dia.

A família criou a Fundação Water Stone - uma instituição de caridade que fornece ajuda a pacientes que não podem pagar o tratamento. Os candidatos são avaliados por dois comitês que tomam uma decisão baseada na necessidade clínica e financeira. David Choo Chong foi o primeiro a se beneficiar da fundação. Ele havia tentado muitos programas, mas nenhum foi bem sucedido. A fundação pagou metade do tratamento. Dois anos depois, Choo Chong, feliz e estável diz "Water Stone me ajudou a encontrar quem eu sou".

Pesquisar mais textos:

Roberta Darc

Título:Um caminho para curar o transtorno alimentar

Autor:Roberta Darc(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios