Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Visite um sítio mágico: a Peninha de Sintra

Visite um sítio mágico: a Peninha de Sintra

Categoria: Viagens
Comentários: 2
Visite um sítio mágico: a Peninha de Sintra

Sintra é, por si só, sinónimo de paisagens deslumbrantes, de arvoredos densos e misteriosos, de uma serra imponente, visível a muitos quilómetros de distância, de praias selvagens escondidas em pequenos recantos e de monumentos inigualáveis a nível mundial.

A Peninha de Sintra é um misto de toda esta descrição ao que acresce ainda uma lenda absolutamente enternecedora e uma ermida contemporânea da fundação de Portugal.

O visitante que, acercando-se de Sintra, deseje visitar o local, deverá tomar a estrada para o Cabo da Roca e, nas imediações do desvio, cortar para cima no local onde vir a indicação «Convento dos Capuchos». Aí, prosseguirá numa estradinha de dois sentidos (bastante estreita, todavia) e, após cerca de cinco quilómetros de marcha por entre a profusão do arvoredo sintrense, encontrará uma singela (e quase invisível) placa de madeira que indica a Peninha para o lado direito. É possível levar o carro até determinada altura, mas o restante percurso é obrigatoriamente pedonal. E vale a pena! O contacto com a terra, com os cheiros, os zumbidos e o estonteante silêncio da serra, cortado ao longe pelo movimento citadino de Cascais e pelo rumorejar das praias encaminham o visitante para um miradouro que lhe oferece – quem diria? – um espectáculo absolutamente assombroso: no alto de uma penedia ergue-se um palacete de estilo revivalista, do início do século XX que é visitável apenas no exterior. Podem subir-se umas escadas de pedra algo íngremes e, de lá do alto, assistir ao espectáculo da Natureza em todo o seu esplendor. Uma boa parte do território português é abarcada, desde o Cabo Espichel até às Berlengas. Esta visão apenas é possível em dias claros de sol, pelo que deverá consultar a meteorologia antes de se meter ao caminho.

Num plano inferior, surge uma ermida que foi construída no século XVII em cima de uma outra já existente, mas em ruínas – a antiga ermida de São Saturnino (do século XII). Esta, mais recente, foi erigida por Frei Pedro da Conceição em honra de uma lenda local que relatava a aparição de Nossa Senhora a uma pastorinha surda-muda, do que resultou a sua cura.

Existem ainda vários percursos pedestres associados ao local, próprios para partir à aventura e exploração de um local único em Portugal e simplesmente arrebatador.

Finalmente, e após a descida, o visitante pode optar por lanchar numa das muitas mesinhas do Parque de Merendas que se encontra imediatamente após se ter retomado a estrada em direcção a Sintra.

Desfrute-se, pois, de um dia bem passado num dos mais belos e pitorescos cenários portugueses.


Isabel Rodrigues

Título: Visite um sítio mágico: a Peninha de Sintra

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 0

770 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    20-04-2014 às 17:48:18

    A Rua Direita sugere que visite e conheça os principais pontos de Sintra. Valerá a pena!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMarcio

    25-08-2009 às 10:51:47

    Boa dica! Sintra é muito bonito e vale a pena visitar.
    Para mim é um dos locais mais belos de portugal.

    ¬ Responder

Comentários - Visite um sítio mágico: a Peninha de Sintra

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Cães e Humanos: Amizade por interesses

Ler próximo texto...

Tema: Animais Estimação
Cães e Humanos: Amizade por interesses\"Rua
Não é de hoje que os cães são considerados nossos melhores amigos, porém como toda amizade ela não é totalmente incondicional e livre de interesses, pense bem, você pode discordar a princípio, mas analise a fundo e verá que tenho razão.

Cães convivem conosco a mais de 10mil anos, foi lá atrás na pré história que essa amizade começou, uma das mais duradouras da história. Teorias dizem que essa conexão iniciou pois ambas as espécies precisavam de algo que não possuíam e juntos se completaram.

Em plena era do gelo onde a sobrevivência estava sendo testada a todo vapor, aquele lobo considerado mais corajoso se encontrou com um homem também corajoso e resolveram unir forças, talvez não conscientemente, mas deu certo para ambos, e ali iniciava uma amizade que duraria por milênios.

Nesse estágio da nossa história, corríamos perigo de sobrevivência; faltava comida, segurança e energia ! ... E então percebemos que esses lobos simpáticos poderiam nos dar uma vantagem na corrida contra a morte, afinal eles caçavam muito bem , coisa que tínhamos dificuldade em fazer pela falta de energia naquele momento; então pensamos, eles nos ajudam a caçar, nós dividimos o alimento e em troca eles ganham segurança e afeto, e foi assim que essa amizade nos ajudou a enfrentar todos os percalços do caminho, e hoje evoluímos tanto que não precisamos mais de seus serviços e ainda sim continuam sendo nossos melhores amigos, posso dizer então que realmente é uma amizade verdadeira, que surgiu da dificuldade e interesses mas que não se deixou abalar por nada.

Então, agora quando virmos alguém maltratar esses animais, desdenhar deles dizendo que "não prestam pra nada", "não fazem nada de útil", como a galinha que põe ovos, ou a vaca que dá leite, lembremo-nos o quão útil eles foram na nossa caminhada, não só no quesito físico mas também no emocional, numa época em que as aparências não importavam e nem o QI para se fazer um amigo, bastava ser corajoso o bastante pra ultrapassar barreiras e conhecer mais o outro, do jeito que ele viesse, garanto que vantagens incríveis nascerão dessa amizade, e não pense em vantagens como algo ruim, quando digo penso em a vantagem da gente se sentir o humano mais importante do mundo quando esses seres peludos nos olham nos olhos sem pedir mais nada em troca, damos e recebemos carinho como nunca, uma retribuição silenciosa a quem sempre esteve do nosso lado, no pior e melhor momento.

O maior interesse em uma amizade é que ela dure para sempre, e acho que com os Cães conseguimos isso.

Pesquisar mais textos:

Lara Lavic

Título:Cães e Humanos: Amizade por interesses

Autor:Lara Lavic(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios