Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Praia da Adraga: o paraíso desceu à praia

Praia da Adraga: o paraíso desceu à praia

Categoria: Viagens
Visitas: 2
Comentários: 1
Praia da Adraga: o paraíso desceu à praia

A Praia da Adraga é, de acordo com um concurso britânico orientado pelo jornal Sunday Times (2003), uma das vinte melhores praias europeias, surgindo num dignificante terceiro lugar. Ora, por que razão será esta praia tão apreciada pelos ingleses? A resposta poderá estar nas características paisagísticas únicas do local, nas condições logísticas que apoiam os veraneantes e, ainda, na boa frequência da praia.

De facto, os ingleses apenas vieram confirmar algo que os portugueses já sabem há muito: a praia da Adraga é um pequeno paraíso com enormes rochedos que fazem lembrar os princípios do mundo. E talvez a definição não ande muito longe da realidade geológica da zona: as arribas escarpadas de calcário que envolvem a praia datam da era Jurássica (sim, a dos dinossauros) – de há cerca de 150 milhões de anos atrás – e no extremo norte da praia é possível observarem-se maciços rochosos da era Cretácica. A topologia da área circundante, caracterizada por maciços eruptivos abruptos e rochas isoladas de grande dimensão, é contemporânea e resultado da erupção do maciço rochoso da Serra de Sintra. As rochas isoladas revelam a presença de dois grandes agentes erosivos: a água e o vento.

Em termos humanos e de logística, a praia é das poucas em Portugal classificada como «acessível», o que significa que as pessoas deficientes têm aqui a possibilidade de se deslocarem até ao mar num carrinho próprio para o efeito. Existe um bar-restaurante muito simpático e acolhedor onde existem sempre mesas ocupadas e um ambiente muito peculiar e positivo. Há, também, balneários com wc e duches incluídos, sendo que à saída da praia existem também duches de água doce. Por fim, e para completar o rol de comodidades, os veraneantes dispõem de passadeiras de madeira ornadas com oportunos banquinhos de madeira, onde, no regresso a casa, podem sentar-se e tratar de retirar o excesso de areia dos pés. A praia fecha mesmo com chave de ouro porque, como seria de esperar num local destes, é vigiada.

Será ainda de salientar que o nudismo se encontra autorizado na zona norte da praia e que o parque de estacionamento, não sendo dos maiores, é coadjuvado por um espaço em terra onde também é possível estacionar o carro (apesar de, às vezes, a tarefa se tornar complicada). Por outro lado, a praia é muito bem frequentada e segura, razão pela qual é também tão apreciada por turistas nacionais e estrangeiros. Existem ainda misteriosas grutas e cavernas a sul da praia, que são visitáveis durante a maré baixa.

Desfrute, pois, de excelentes dias de praia, com a certeza de que serão inesquecíveis.


Isabel Rodrigues

Título: Praia da Adraga: o paraíso desceu à praia

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 2

633 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    14-06-2014 às 21:37:18

    Achei bem importante essa questão dos acessos para deficientes. A Praia da Adraga deve ser muito bonita e cheia de surpresas agradáveis.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Praia da Adraga: o paraíso desceu à praia

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet

Ler próximo texto...

Tema: Seguros
Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet\"Rua
Os seguros pela Internet estão a ter cada vez mais procura por parte dos consumidores, especialmente devido ao factor preço, mas também porque as pessoas começam a dominar melhor as ferramentas da Internet e a ter mais confiança nos serviços disponibilizados online.

A grande vantagem de contratar um seguro pela Internet é a possibilidade de conseguir valores muito inferiores aos que conseguiria num mediador de seguros local. Poderá conseguir reduzir o prémio do seu seguro em 50% ou ainda mais. As operadoras de seguros que actuam pela Internet não têm que pagar comissões aos correctores (intermediários) e por isso podem fazer preços mais competitivos. Além disso, poderá também fazer simulações online usando os aplicativos para esse efeito que essas empresas de seguros disponibilizam nos seus sites.

Ao trabalhar com estas empresas não terá que perder tempo em filas de espera nas agências físicas. Todas as operações podem ser efectuadas através da Internet: adesão, alteração de dados, alteração do modelo de seguro, etc., e toda a informação relativa aos seus seguros estará disponível 24 horas por dia na sua conta de cliente.

Para as pessoas que dão grande importância ao contacto pessoal na altura de contratar um serviço, as empresas de seguros pela Internet não são obviamente uma solução, e essa é uma das suas principais desvantagens.

Outra desvantagem é que no caso de haver algum problema terá que ser o próprio cliente a contactar a seguradora e a tratar de tudo que for necessário para a resolução do problema, enquanto se contratar o seus seguros através de um mediador, no caso de haver problemas apenas tem que contactar o seu mediador e será ele a tratar de tudo.

Na minha opinião, para quem percebe o mínimo de Internet e quer poupar dinheiro nos prémios dos seus seguros, obviamente que as seguradoras que actuam pela Internet e telefone (as chamadas low-cost) são sem dúvida a melhor opção.

Se por outro lado, você não domina a Internet e não gosta de se preocupar nem de tratar de papeladas, no caso de ter algum acidente, então o melhor é manter-se em contacto com as agências físicas.

Pesquisar mais textos:

Carlos Vieira

Título:Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet

Autor:Carlos Vieira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Francisco Moreira da Silva 04-10-2014 às 11:37:30

    Passados estes anos o canal de vendas de seguros pela internet tem muito pouca representatividade no nosso mercado. Tudo não passa de muita, mas muita, publicidade. É impossível reduzir o prémio de um seguro automóvel(é neste produto que estas seguradoras mais se tentam afirmar) em 50% ou ainda mais. O consumidor de seguros prefere e procura um profissional que EXPLIQUE OS SEUS SEGUROS. No pós venda são os MEDIADORES PROFISSIONAIS DE SEGUROS que melhor desempenham este importantíssimo serviço ao cliente de seguros, oferecendo níveis de serviço muito superiores ao de qualquer seguradora que venda pela internet! … e sem pagar mais por isso! … Sobre este tema haveria muito mais para falar, termino dizendo: O QUE RENDE É IR FAZER O SEGURO NUM MEDIADOR PROFISSIONAL DE SEGUROS.

    ¬ Responder
  • gil 17-06-2014 às 23:03:37

    tontarias , nao vale de nada , treta...

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    29-05-2014 às 16:28:35

    Os seguros pela internet precisam ser bem pesquisados, pois há muitas fraldes. O melhor é receber indicação de alguém que já use o serviço.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios