Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Visite Viena

Visite Viena

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Viagens
Comentários: 2
Visite Viena

Localizada no coração da Europa e na face oriental da Áustria, Viena é uma cidade velha, mas não envelhecida. A patine que a cobre e que faz o visitante esperar, numa antecipação gulosa, encontrar somente monumentos sumptuosos, referências mundialmente conhecidas como Mozart e Sissi e dançar uma valsa, acaba por surpreender o turista que descobre que a cidade possui um ambiente ultra-moderno que a coloca ao primeiro nível em termos de organização urbanística, cultural e artística. Nos últimos anos a cidade teve de adaptar-se às exigências do mundo contemporâneo e as opções low-cost, numa cidade habituada a um turismo sénior, têm vindo a adquirir maior expressão, constituindo alternativas válidas e igualmente apetecíveis.

Assim, quando encetar a incursão na cidade, instale-se num dos muitíssimos hotéis disponíveis (nomeadamente para a sua carteira). Desde os muitos milhares de euros por noite no Imperial ou Sacher até a uns simpáticos 59 € no Roomz. Para se alimentar, constatará de imediato que a oferta é por demais variada e deparar-se-á com salsichas de todas as cores, sabores e recheios. Por 12 euros pode comer uma wiener schnitzel (a outra fast food preferida dos austríacos), beber vinho de copo e ler toda a imprensa internacional que conseguir em 70 minutos – é a oferta feita por muitos cafés típicos do centro da cidade. Se preferir um local mais histórico, pode dirigir-se ao Buffet Trzesniewsky – frequentado por Franz Kafka - e deleitar-se com sanduíches minúsculas a 90 cêntimos cada.

Na cidade de Strauss e Freud, pode visitar a Stephansdom, uma catedral de traça gótica medieval construída no século XII e que, diz-se, alberga os restos mortais dos três Reis Magos e o Palácio de Schönnbrum, antiga residência – barroca – de Maria Teresa e Napoleão e local onde Mozart tocava piano aos seis anos. Visite também o Palácio Belvedere que, com o seu estilo barroco do século XVIII, deixa qualquer um simplesmente assombrado perante tanta magnificência; neste palácio pode visitar uma galeria de arte onde, entre outros, encontrará O Beijo, de Klimt. Visite ainda a Ópera Nacional, considerada uma das melhores do mundo e a Lomoshop, o local onde pode encontrar todas as máquinas Lomo do mundo e todo a parafernália artística e cultural associada à lomografia.

Visite a cidade por preços incrivelmente baixos (uma viagem ida e volta a partir do Porto pode custar apenas 90 euros) e evite os meses de inverno, pois os gélidos ares alpinos convidam somente a ficar dentro dos (sobreaquecidos) cafés vienenses. Boas escolhas, boa viagem!

Isabel Rodrigues

Título: Visite Viena

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 0

605 

Imagem por: SamuelRufo

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    20-04-2014 às 17:45:42

    A Rua Direita incentiva a todos a conhecerem Viena. Um ambiente diferenciado pelos locais culturais e a sua exuberante beleza!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAdriana dos Santos da Silva

    13-09-2012 às 18:25:32

    Adoro a Europa, espero um dia conhecê-la pelo menos um pouquinho. São extremamente encantadores seus vários lugares com opções turísticos incríveis, principalmente o turismo cultural. Esse lugar por nome de Viena na Áustria, é uma das cidades mais exuberantes de todos os tempos. Ela realmente é bem antiga mesmo, mas nunca deixa seu glamour e brilho. Muito boa sua esplanação pelos locais em se pode visitar, sem contar a beleza natural que ela já possui.

    ¬ Responder

Comentários - Visite Viena

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: SamuelRufo

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios