Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Ataques de pânico – liberte-se!

Ataques de pânico – liberte-se!

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Ataques de pânico – liberte-se!

Os ataques de pânico são silenciosos e dissimulados e podem acontecer a qualquer pessoa. De uma maneira geral, eles ocorrem repentinamente, quer sem causa aparente quer em situações em que a pessoa sinta que está, de facto, a correr um risco, mas na realidade não existe perigo algum.

Os sintomas mais comuns são a falta de ar, sentir frio e calor quase simultaneamente, tonturas, dor no peito, alteração do ritmo cardíaco, que se torna mais acelerado ou com palpitações, suores e náuseas. Estes sintomas podem ocorrer de forma bastante intensa e quem os sente pode acreditar estar a sofrer um ‘ataque cardíaco’.

Ainda que o pânico dure apenas alguns minutos, o simples facto de a pessoa recear que a situação se repita pode desencadear novo pânico. Em situações mais extremas, algumas pessoas ficam com tanto medo que nem ousam sair de casa durante meses ou anos!

A causa deste tipo de ataque não é ainda uma certeza, mas os estudiosos e peritos na matéria acreditam que um trauma de infância ou mesmo a hereditariedade desempenham um papel fundamental na doença. É necessário estar atento aos sinais do corpo antes que um ‘ataque de pânico’ se torne incapacitante. Pode recorrer a técnicas simples para prevenir o aparecimento dos ataques de pânico e evitar que eles possam dominá-lo.

Respire devagar, lenta e profundamente. Isto alivia a tensão muscular e as tonturas, além de outros sintomas que podem iniciar um ataque. Inspire, faça uma pequena pausa, e expire. Sinta todo o corpo a descomprimir e a entrar em relaxamento. Repita as vezes que forem necessárias até se sentir melhor. Aproxime-se de alguém e converse. O diálogo com o outro aliviará a sua tensão e fará sentir-se melhor. Fale inclusivamente sobre o que está a sentir nesse momento. Elogie-se e diga a si mesmo palavras de calma e serenidade. Entoe uma canção favorita.

O exercício físico regular é muito importante. Faça uma caminhada ou um número de exercícios leves para poder relaxar. Dedique-se a atividades domésticas que o distraiam e mantenham relaxado como as limpezas ou a jardinagem. O contacto com as plantas e animais é uma ótima terapia.

Se algo na sua vida está a acontecer que eseja a provocar esses ataques de pânico, procure ajuda e tente, o mais rápido possível, livrar-se dessas tensões que o estão a prejudicar. Uma simples alteração no quotidiano pode trazer grandes benefícios para a sua saúde!


Rua Direita

Título: Ataques de pânico – liberte-se!

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

602 

Comentários - Ataques de pânico – liberte-se!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Contador de moedas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Material Escritório
Contador de moedas\"Rua
O mundo dos negócios exige um grande dispêndio de energia e muitas horas de trabalho. No entanto hoje já é possível fazer recurso da alta tecnologia para poupar tempo e dinheiro. O recurso às funções do computador para o comércio facilita e atrai muitos clientes para empresas e comerciantes. No que diz respeito a contas é possível fazer uma contagem rápida e eficaz do dinheiro, sem passar horas a contar e com o risco de engano. É por isso que cada vez mais pessoas ligadas a negócios e serviços optam por adquirir um contador de moedas. Deste modo sabem que poupam tempo e não falham na sua contagem.

Dos inúmeros equipamentos que a alta tecnologia põe ao dispor, este é sem dúvida um equipamento que beneficia em muito o trabalho de muita gente. Por ser pequeno é muito cómodo e exige pouco espaço, ou melhor pode ser colocado em qualquer lugar.

Torna-se evidente que as novas tecnologias vieram para simplificar a vida e trazem muitas vantagens, rentabilizam e poupam tempo. No caso do contador de moedas, sem enganos, falhas e complicações. É o ideal para ter num escritório de uma empresa, em escolas, cafés, pastelarias, salões de jogos, bancos, cinema, serviços financeiros e de tesouraria e outros ligados a serviços públicos e privados.

Em resumo, se está ligado a qualquer trabalho de comércio ou serviços pode poupar muto tempo e problemas apenas colocando um equipamento destes no seu espaço de trabalho. As suas vantagens são inúmeras, em especial: permite realizar uma contagem rápida das moedas dividindo-as e fazendo a sua soma, conta o total das moedas, o valor total em cada tipo de moedas e a quantidade de todas as moedas.

Contem e separa no mínimo duzentas e vinte moedas por minuto, sem erro, conta e separa tudo no mesmo equipamento, permite alimentar o aparelho com quantidades entre as trezentas e quinhentas moedas de cada vez e continuar a adicionar mais moedas enquanto está a contar. Além disso o aparelho pode ser programado para separar um número de moedas predeterminado.

O seu design é bastante inovador e resistente. Os materiais de elevada qualidade, de fácil ligação e paragem automática.

Possui uma elevada funcionalidade, baixo consumo (70W), pouco peso, aproximadamente quatro kg, velocidade ultra rápida, pequena dimensão e estão todos certificados pela EU. Deste modo também possuem garantia, são fáceis de usar e de arrumar.

As suas funções práticas permitem que o contador de moedas possa estar em qualquer lugar.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Contador de moedas

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios