Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Saiba como evitar a hipotermia

Saiba como evitar a hipotermia

Categoria: Saúde
Visitas: 2
Saiba como evitar a hipotermia

A hipotermia tem lugar sempre que a temperatura corporal desce abaixo dos 35º C. Os primeiros sintomas caracterizam-se por calafrios, irritação e tremuras. Estas últimas são uma reacção natural do organismo, tendo como objectivo combater o frio. E, de facto, assim sucede: os tremores elevam um pouco a temperatura corporal, mas envolvem grandes gastos de energia, pelo que é necessário aquecer rapidamente o corpo de uma outra forma. Numa segunda fase, mais grave, a pessoa afectada revela desorientação, tremores mais intensos e, gradualmente, começa a ostentar sonolência, perda de memória e da fala e prostração quase completa. Numa terceira e última fase, a pessoa cai imóvel e permanece inconsciente, com batimentos cardíacos muito ténues. Nesta fase, infelizmente, e se não se intervir de forma nenhuma, costuma sobrevir a morte.

Este perigo costuma ter lugar entre os sem-abrigo que passam as noites de inverno ao relento, entre os náufragos que passam muito tempo com o corpo submerso na água, entre vítimas de acidentes de viação, que ficam ao relento, muitas vezes feridas e sem possibilidade de pedirem ajuda e, ainda, entre os alpinistas.

Existem, no entanto, formas de prevenir que este mal venha a instalar-se. Assim, sempre que souber antecipadamente que vai atravessar uma região fria ou estar exposto/a ao frio, vista diversas camadas de roupa (três ou mais) finas e não somente uma grossa camisola de lã. As camadas, entre si, guardarão uma estreita porção de ar, uma autêntica caixa-de-ar que permitirá isolar e conservar o calor do corpo. Deve evitar o consumo de álcool ou medicamentos antes de entrar na zona com baixas temperaturas, já que o álcool vai forçar a pele a irradiar mais calor, de forma a libertar rapidamente a energia ganha com o mesmo e a pessoa arrefecerá subitamente. Lembre-se também de instalar ou prever um sistema alternativo de aquecimento no seu carro – nem que sejam vulgares mantas e cobertores – e, em caso de avaria do carro, não permaneça sentado/a no seu interior. O movimento é necessário e aproveite para ir procurar ajuda, por exemplo. Deve, ainda, preparar-se para enfrentar temperaturas baixas associadas a vento gelado, o que induz mais facilmente a hipotermia. Assim, uma capa de plástico revelar-se-á fundamental para quebrar a acção do vento. Antes de sair para o exterior, deve, igualmente, alimentar-se bem, pois, em presença do frio, o corpo consome muita energia.

Lembre-se, pois, de se proteger contra o frio intenso. A sua vida depende do seu cuidado!

Isabel Rodrigues

Título: Saiba como evitar a hipotermia

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 2

806 

Imagem por: jlrsousa

Comentários - Saiba como evitar a hipotermia

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: jlrsousa

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios