Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Sydney, um lugar magnífico

Sydney, um lugar magnífico

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Viagens
Comentários: 2
Sydney, um lugar magnífico

Falando de locais lindos e com vontade de conhecer, porque não olhar para os lados da Oceânia, nomeadamente num país lindo, como a Austrália. Concretamente, falar-lhe-eis de Sydney, a cidade com mais população do país australiano, e talvez a mais bonita de pisar em terrenos longínquos. Com uma população com mais de 4milhões de pessoas, e localizada a aproximadamente 300km da capital do país, Camberra.

Sydney tem como apelido “ Cidade Porto”, e é muito conhecida pelas suas lindas paisagens, pela Ópera de Sydney e a famosa e muito conhecida ponte Harbour Brigde.

Esta cidade já acolheu vários eventos importantes, tais como os Jogos Olímpicos de verão de 2000, os Jogos do Império Britânicos de 1938, e Copa do Mundo de Rugby de 2003 entre outros.

Sydney também é uma cidade multicultural mundial, com uma estrondosa cultura e muito benéfica á emigração para o país e para o turismo local. Sydney para quem não sabe é considerada a cidade mais cara do país australiano, estando assim como a 15ª mais cara do Planeta Terra.




Falemos então de um dos sítios mais prestigiados de Sydney, a Ópera de Sydney, inaugurada em 1973, é um lindíssimo sítio para espetáculos mundiais, sendo reconhecida nos quatro cantos do mundo, um espaço magnífico e muito atraente com cerca de 1000 divisões, doas quais delas se inclui 2 auditórios, em que 1 deles é extremamente conhecido, o “ Concert Hall” com capacidade para 2690 espetadores, 5 teatros, 5 estúdios de ensaio, 4 restaurantes, 6 bares e muitas lojas atraentes, com recordações belas e apelativas. Demorou 14 anos a ser construída, com uma arquitetura admirável e de deixar qualquer um de boca aberta, deixando deliciado quem o visita, e procurada a sua imagem em vários postais em busca de uma lembrança única.

Próximo deste magnífico e atraente lugar “ Ópera de Sydney”, situa-se a famosa Ponte da Baía de Sydney “ Harbour Brigde”, feita de aço, com um comprimento de 503 metros, 49 metros de largura e cerca de 239 metros de altura, é assim constituída a Ponte da Baía de Sydney, inaugurada em 19 de março de 1932, permitindo assim a travessia ferroviária, rodoviária e pedonal de Sydney.


André Belacorça

Título: Sydney, um lugar magnífico

Autor: André Belacorça (todos os textos)

Visitas: 0

606 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    20-04-2014 às 17:27:35

    A Rua Direita também confirma que esse lugar é magnífico!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAdriana dos Santos da Silva

    12-09-2012 às 18:52:06

    Sydney que fica na Austrália, sempre foi um lugar muito rico. Cheio de beleza e entretenimento, mas também voltado para o primeiro lugar em educação e um dos lugares mais caros de se viver. Tenho vontade de conhecer seus pontos turísticos como destacado no texto, a Ópera de Sydney, um verdadeiro e gigantesco prédio com seus espetáculos suntuosos. Vale a pena visitar e poder prestigiar sua beleza. Será que um dia terei essa oportunidade?

    ¬ Responder

Comentários - Sydney, um lugar magnífico

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios