Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Restaurantes > Restaurantes de fast-food

Restaurantes de fast-food

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Restaurantes
Comentários: 5
Restaurantes de fast-food

Os restaurantes de fast-food, como o próprio nome indica são restaurantes de comida rápida.

Este conceito tem vindo a crescer continuamente nos últimos anos, e o seu sucesso deve-se também em parte à forma como as pessoas vivem o seu dia a dia atualmente – o stress, a falta de tempo, a pressão do trabalho fizeram com que as pessoas passassem a fazer todas as tarefas do dia a dia em “modo de sprint”, e isso também incluiu as refeições. Os restaurantes de fast-food aproveitaram esta onda e as pessoas aderiram e continuam cada vez mais a fazer as suas refeições nesses locais, principalmente as que vivem e trabalham nas grande metrópoles.

O facto de os restaurantes de fast-food também terem uma forte implementação em centros comerciais foi outro fator decisivo para o sucesso que hoje têm. Tanto as pessoas que trabalham nos centros comerciais como as que os visitam têm um sítio para comer “ali mesmo à mão”. Além disso, existem também casos de famílias em que a ida a um centro comercial é sempre um bom pretexto para uma paragem nos fast-food.

Apesar de atualmente as pessoas estarem melhor informadas sobre os malefícios que esse tipo de comidas rápidas e hiper-calóricas trazem à sua saúde, a verdade é que a faturação e o negócio dos restaurantes de fast-food continuam a crescer, ao passo que os restaurantes tradicionais têm vindo a sofrer quebras.

Principalmente entre os mais jovens, tornou-se moda ir aos fast-food. Festas de aniversário, jantares de fim de semana, entre outros – deixaram de ser feitos em restaurantes tradicionais e passaram para os fast-food. É “cool” ir aos restaurantes fast-food.

Como todas as modas a tendência é que passe, e lá virá o dia em que bom será ir a um belo de um restaurante com comida tradicional.

Por outro lado, já existem muitas pessoas que boicotam este tipo de estabelecimentos, tentando alertar para os malefícios que a chamada “comida de plástico” traz para a saúde e recusando-se também contribuir para o enriquecimento das grandes multinacionais que dominam o setor dos fast-food.


Carlos Vieira

Título: Restaurantes de fast-food

Autor: Carlos Vieira (todos os textos)

Visitas: 0

670 

Imagem por: Ashycat

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    14-09-2014 às 19:04:43

    Não curto muito, mas naquelas horas de aperto sempre é bom recorrer a esses tipos de restaurantes de fast-food. Mas, apenas de vez em quando.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    19-05-2014 às 03:23:05

    Os fast-food tem sido bastante abordado em questão da má saúde das pessoas. Apesar da rapidez que eles proporcionam, as pessoas tem ficado mais sedentárias, com uma baixa qualidade e propensas a terem muitas doenças.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • aline

    25-01-2013 às 13:17:37

    qual e um bom nome para abri uma empresa de fast dood

    ¬ Responder
  • André BelacorçaAndré Belacorça

    17-09-2012 às 17:00:41

    faz mal, pessimamente mal, mas é o refúgio da pressa de comer, e é muito bom.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    14-09-2012 às 18:01:49

    O fast-food é, como refere no seu artigo, um tipo de “comida” especialmente consumida pelos jovens. Assim sendo, tal como todos a maioria da população jovem também eu consumi muito fast-food. Não diariamente, mas sempre que fazia refeições fora de casa fazia-os em restaurantes deste género. Mantive-me magra porque não tenho propensão para engordar, mas ainda assim reconheci os malefícios futuros que esse tipo de alimentação inevitavelmente me traria, e alterei radicalmente a minha dieta.

    ¬ Responder

Comentários - Restaurantes de fast-food

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Imagem por: Ashycat

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios