Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > TV HIFI > O som de uma televisão

O som de uma televisão

Categoria: TV HIFI
Visitas: 6
Comentários: 2
O som de uma televisão

A televisão há muito que deixou de ser, se é que alguma vez o foi, um simples aparelho transmissor de informação e entretenimento, tendo angariado, para além de uma plateia “devota” e fiel, relações de afectividade incondicional com os seus espectadores. Os produtores e realizadores aproveitam-se, como é óbvio, desta fragilidade emocional para induzir sensações e conseguir uma envolvência sentimental do grande público.

Por contraditório que possa parecer, no audiovisual o som reveste-se de maior preponderância do que a imagem. Embora sejam duas faces da mesma moeda, pode seguir-se um programa televisivo apenas escutando; pelo contrário, atentando a uma imagem desprovida de som, perde-se, regra geral, a substância do conteúdo. O realizador George Lucas atesta que o som, e em especial a banda sonora (que é composta por efeitos sonoros, voz, música e momentos de silêncio) de uma obra, corresponde a 50 por cento do produto final.

O som desempenha várias funções no audiovisual, sendo arauto de diversos sentimentos à assistência. Por outro lado, não permite distinguir os diferentes elementos que uma cena torna visíveis, pelo que, percepcionado como um todo, não é propício a uma análise crítica. Esta acção inconsciente provocada no espectador pode ser manipulada de forma a produzir nele as impressões e os comportamentos desejados.

Hi-fi é um termo surgido na década de 60 do século XX, para denominar a capacidade de um aparelho reproduzir sons de Lp’s, cassetes e rádio com o máximo de fidelidade, isto é, equivalentes ao original. Para os amantes do som, um kit de cinema em casa pode não evidenciar qualidade suficiente, especialmente no que concerne à audição de música estéreo. Para colmatar esta situação, o investimento num bom amplificador de áudio e vídeo e num conjunto de colunas surround aparece como uma saída. Mas, atenção! Os vendedores tentam, muitas vezes, persuadir a compra de cabos mais caros, alegando a distinção de um som superior, o que não encontra confirmação por parte dos entendidos nestas matérias.

Abafar certos sons é o que pretendem algumas facções governativas, pelo que fizeram sair, recentemente, um regulamento que proíbe as mensagens de rodapé durante a emissão dos telejornais, por ser considerada poluição visual. É claro que «para grandes males, grandes remédios», e há já quem pondere veicular tais recados através de post-it. Outra alternativa pode assentar na concepção de um cenário suigéneres que, por detrás do pivot, vá ilustrando os assuntos em causa. Alguns apresentadores ficariam realmente bem, quer pelas suas características físicas, quer pelos respectivos “tiques” profissionais, a “mergulhar” em tais “lodos” informativos…



Maria Bijóias

Título: O som de uma televisão

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 6

604 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    04-06-2014 às 00:05:56

    Até mesmo acessar a internet por meio da televisão é possível. Aquelas telas em LCD transmitem um som fenomenal, o que deixa muitas pessoas com uma enorme vontade de adquiri-la a qualquer custo! Para assistir ao jogo, então, nem se fale!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoTelma Delfina

    21-05-2009 às 00:52:24

    TV HIFI é muito importante na nossa vida. Vivemos 7 pessoas numa relote no alentejo. Foi bonito srª maria o que escreveu. Fiquei muito emocionado

    ¬ Responder

Comentários - O som de uma televisão

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios