Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > TV HIFI > A história da televisão

A história da televisão

Categoria: TV HIFI
Visitas: 10
Comentários: 2
A história da televisão

A televisão surgiu graças a grandes matemáticos e físicos, ligados às ciências exactas que decidiram dar um enorme contributo às ciências humanas. Desde o início do século XIX, que os cientistas andavam preocupados em transmitir imagens à distância e isso foi possível em 1842, com um invento de Alexander Bain, onde foi feita a transmissão telegráfica de uma imagem, hoje conhecida por fax

Em 1873, foi provado por um inglês que o selénio conseguia transformar energia luminosa em energia eléctrica e com isto, pode-se fazer a transmissão de imagens através de corrente eléctrica. Depois de mais algumas invenções, a televisão estava cada vez mais perto de chegar ao que é actualmente.

Em 1920 realizaram-se as primeiras transmissões, através de um sistema mecânico baseado no invento de Nipkow. Quatro anos depois, foram transmitidos contornos de objectos à distância e no ano seguinte, fisionomias de pessoas. Em 1926 foi feita a primeira demonstração no Royal Institution em Londres e a BBC começou a fazer as primeiras transmissões experimentais.

Na Alemanha, a televisão emitiu oficialmente a partir de Março de 1935 e em Novembro a partir de França, sendo a Torre Eiffel o posto emissor. No ano seguinte, Londres utilizou imagens com uma definição de 405 linhas e inaugurou a estação televisiva da BBC. Em 1937, cinquenta mil telespectadores assistiram à cerimónia de coroação de Jorge V. Nos Estados Unidos, as transmissões só começaram em 1939, sendo a primeira emissão feita para cerca de 400 aparelhos em Nova Iorque.

Com a Segunda Guerra Mundial, a Alemanha foi o único país da Europa que manteve as emissões no ar. Paris retornou às transmissões em 1944, Moscovo em 1945 e Londres no ano seguinte, com a emissão do desfile da vitória.

A televisão a cores, surgiria mais tarde, em 1954, nos Estados Unidos. Vários sistemas foram criados, mas uma questão levantava-se, o que fazer aos televisores que as pessoas já tinham adquirido, sendo já cerca de 10 milhões? Assim, criou-se um comité que desenvolveu um sistema que consistia em utilizar o padrão preto e branco, acrescentando cor, usando três cores primárias, o vermelho, o verde e o azul.

Assim, se resolveu o problema e depressa a televisão se expandiu, chegando a diversos lares por todo o mundo. Hoje, a televisão tem um enorme poder na vida das pessoas, porque consegue transmitir mensagens que influenciam as sociedades e as mentalidades


Rua Direita

Título: A história da televisão

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 10

699 

Imagem por: DeaPeaJay

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    04-06-2014 às 00:09:35

    Bom saber sobre a história da televisão. Adorei!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • natynaty

    21-04-2012 às 01:28:10

    gostei, fiz um pesquisa com fiz trabalhos escolares, e gostei imenso. obrigado por me ajudarem

    ¬ Responder

Comentários - A história da televisão

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os benefícios do piso laminado

Ler próximo texto...

Tema: Materiais Construção
Os benefícios do piso laminado\"Rua
Ao se realizar uma obra, ou na renovação de ambientes, há sempre muitas opções de técnicas e tecnologias de construção civil, arquitetura e decoração a serem escolhidas da forma mais adequada ao resultado que se espera. O piso adequado ao ambiente que se está construindo ou reformando é uma questão bastante relevante para o sucesso do empreendimento e para o bem-estar dos usuários.

Os tipos de pavimentos ou assoalhos ou revestimentos são diversificados e para cada tipo de ambiente, construção e gosto pessoal há um mais adequado. Pelos inúmeros benefícios que tem apresentado, o piso laminado tem sido bastante escolhido como revestimento nos ambientes modernos. Ele é composto por quatro camadas, feitas de fibras de madeira de alta densidade, lâminas de celulose, lâminas decorativas e filme cristalino de celulose, colados diretamente ao chão. Essa composição garante estabilidade, beleza, resistência, facilitando a limpeza. Somente com estes argumentos já se pode notar as vantagens desse tipo de piso, contudo ainda existem outras.

Os pisos laminados custam menos que os pisos de madeira, seu substrato é ecologicamente correto, já que as madeiras utilizadas na composição desse piso provêm de florestas certificadas e possui fácil instalação, sem a necessidade de pregá-lo ao chão. Além disso, os pisos laminados não precisam de envernizamento como os pisos de madeira que causam mau cheiro e sujeira. Os pisos laminados são mais resistentes que os pisos de madeira devido a sua alta pressão. A superfície dos pisos laminados de alto tráfego contém papel decorativo que garante diversas possibilidades de estampas e combinações.

Existem, portanto, dois tipos distintos de pisos laminados. Os pisos laminados de madeira têm em sua composição madeira natural e são revestidos com verniz. São indicados para ambientes residenciais e menos movimentados. Os pisos laminados de alto tráfego são compostos por madeiras de alta densidade cobertas por papel decorativo. São mais resistentes e, em virtude disso, indicados para ambientes de grande circulação. Podem estar em ambientes residenciais, porém para ambientes comerciais é o ideal.

Os pisos laminados são resistentes à luz do sol, a riscos e a manchas. São práticos devido à diversificada opção de padrões e funcionais devido à facilidade de limpá-lo. Acomodam-se perfeitamente em qualquer ambiente, proporcionando fácil decoração. Entretanto, medidas para mantê-lo em bom estado por mais tempo (apesar da sua alta durabilidade) devem ser tomadas. Colocar proteção na entrada das portas evita a instalação de sujeira e pedras. Forrar móveis e peças decorativas, que entrem em contato com o piso, é recomendado, a fim de não marcá-lo. Esses forros podem ser feitos com tecidos felpudos ou recortes em feltro. Forrar os móveis ao movimentá-los é apropriado para não riscar o piso. Salto alto fino com base metálica também marca esse tipo de piso. Evitar molhar em demasia o piso é necessário, pois caso contrário pode haver o inchamento do piso. Deve-se mantê-lo sempre seco.

Esse tipo de piso também tem a vantagem de não carregar cupins, contudo é preciso verificar as condições de presença desses insetos. Ambientes com cupins requerem a desintetização prévia.

Pesquisar mais textos:

Rosana Fernandes

Título:Os benefícios do piso laminado

Autor:Rosana Fernandes(todos os textos)

Imagem por: DeaPeaJay

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    12-05-2014 às 12:45:43

    O piso laminado é muito bom, sua durabilidade é de quase 40 anos e são mais fáceis de manter.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • silvana 22-02-2014 às 18:17:44

    o piso laminada tem durabilidade de quantos anosposso passar pano umido no piso loaminado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios