Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > TV HIFI > Televisão – um pouco de história

Televisão – um pouco de história

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: TV HIFI
Visitas: 8
Comentários: 5
Televisão – um pouco de história

Tecnologicamente, a televisão é um sistema eletrónico de receção de imagens e som. Socialmente, é a maior companhia de muita gente.

Por volta dos anos 1920, iniciou-se a busca de um método que agrupasse e transmitisse ondas se som (como já se tinha feito anteriormente com o rádio) e de imagem. A primeira televisão da história data de 1928.

Ernst Alexanderson, engenheiro da GM, conseguiu a primeira transmissão com qualidade de som e imagem ainda para apenas três casas. Os primeiros aparelhos de televisão eram apenas rádios com um disco giratório mecânico que produzia imagens do tamanho de um selo postal.

A primeira transmissão com alta definição aconteceu em 1935, na Alemanha, com os Jogos Olímpicos de Berlim. Devido a todos os avanços sociais, económicos e tecnológicos sucedidos até à Segunda Guerra Mundial, foi ganhando uma popularidade cada vez maior. A primeira televisão a cores surgiu nos Estados Unidos em 1954. No início do século XXI, através de esquemas de modulação e compressão de imagens superiores, a televisão digital permite um enorme aumento da qualidade de imagem.

Foi a partir das Olimpíadas de Berlim que a televisão começou a ser vista como meio de divulgação para as massas, o novo “ópio do povo”, que se pensou vir a acabar com o cinema. No entanto, estas indústrias viriam a complementar-se, uma vez que a tecnologia ao serviço da televisão era algo ainda extremamente caro para a grande maioria da sociedade. A indústria de Hollywood, sentindo-se ameaçada, começou a fazer filmes em modo cinemascope, um método que consistia num ecrã largo que proporcionava ao público a sensação de fazer parte da ação.

No entanto, a televisão ganhava a primazia e começava a invadir as casas das pessoas através de programas de entretenimento, de notícias ou de divulgação, fazendo com que todos os hábitos familiares e sociais se alterassem por completo. A televisão tem um mercado de milhares de milhões, uma vez que atinge todos os públicos de todas as faixas etárias e extratos sociais. Seja para entreter, para educar ou para divulgar, entre muitas outras atividades que se podem desenvolver pela televisão, este instrumento é um dos melhores meios de divulgação, sendo apenas ameaçado no início do séc. XXI pela Internet. Apesar do choque inicial, estes dois serviços conseguem complementar-se através da produção e divulgação de conteúdos.

Apesar de frequentes ameaças que possam ter surgido ao longo dos tempos, estas acabaram por se transformar aliadas, uma vez que está mais do que provado que o poder da televisão é enorme.


Luís Seco Passadouro

Título: Televisão – um pouco de história

Autor: Luís Seco Passadouro (todos os textos)

Visitas: 8

789 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • Yuri SilvaYuri

    22-09-2014 às 22:05:45

    Sempre é interessante saber das histórias em que surgiram muitas das coisas que hoje temos. Como, por exemplo, a televisão. Algo que é útil na vida das pessoas.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    03-06-2014 às 23:46:31

    A televisão é bem antiga mesmo. Adorei saber sobre a sua história. Valeu!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãodudinha

    02-05-2012 às 23:54:39

    gostei muito da mensagem... continue assim.Ok!!!
    By/: Dudinha.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAnacleto e Srª Jorquina

    20-05-2011 às 13:01:01

    Mai lindo
    Cosinha mai linda

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAlucardmcm

    09-05-2011 às 12:03:15

    LOOK AT MY HORSE..O.o MY HORSE IS AMAZING!!!! GIVE IT A LICK..mMMM I TASTES LIKE RAISINS!!!

    ¬ Responder

Comentários - Televisão – um pouco de história

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios