Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > TV HIFI > A moda que sai da TV para o palco da vida

A moda que sai da TV para o palco da vida

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: TV HIFI
Visitas: 2
Comentários: 1
A moda que sai da TV para o palco da vida

Muita gente admira e inveja as fatiotas dos seus ídolos de novelas, séries e programas televisivos sem fazer, contudo, a mais pequena ideia da máquina comercial que se instala por detrás dessas produções, relativamente a tais roupas. E não só! Acessórios, adereços como sofás, quadros e candeeiros, e até mobílias, também integram a cobiça e o negócio. Os telespectadores convertem-se, deste modo, numa espécie de telecompradores, não porque decidam recorrer às televendas, mas porque efetivam a aquisição de estilos e até de cenários que os foram acompanhando durante algum tempo.

Por dez euros, os adolescentes podem adquirir camisolas parecidas com as dos seus atores preferidos ou t-shirts como as que os elementos das bandas juvenis da berra usam nos concertos. Tudo se processa da seguinte forma: os figurinistas criam ou propõem um estilo, que os atores transformam numa moda, a que os segmentos-alvo aderem, aproveitando, então, as empresas que detêm o guarda-roupa o ensejo para fazer mercancia. É uma forma de a empresa produtora tentar reaver algum do investimento em figurinos (que não é coisa de pouca monta, nomeadamente no inverno, em que as coleções são maiores e a roupa mais cara).

Não há dúvida que o acordo é proveitoso para ambas as partes. As marcas, à partida, recuperam várias vezes mais o que investem em retorno de publicidade. Com efeito, o impacto visual em televisão é muito superior ao dos desfiles. Por outro lado, está provado que a atitude e os bons figurinos são garantia de sucesso das obras televisivas.

Embora o figurinista dê azo à sua imaginação para fazer moda, não pode jamais descurar a criação de propostas de acordo com o perfil da personagem, seguindo, naturalmente, as novas tendências de moda. Esta responsabilidade cresce com o sucesso das produções em causa. Neste âmbito, há pormenores suscetíveis de marcar a diferença.

Os psicólogos, por seu turno, mostram preocupação com a perda da individualidade. Efetivamente, a inclinação para imitar quem tem sucesso é natural, mas a imitação acaba por ser redutora e não permitir a expansão da criatividade, podendo até anular os próprios gostos. Porque é que as pessoas se conformam de maneira incontestada com os padrões que uns poucos definem para a moda social? Trata-se de uma formatação aceite que, no caso da infância e da adolescência, se pode revelar castradora do desenvolvimento pessoal. De facto, a juventude é mais permeável a estes modelos, que lhes são mais impostos do que propostos, num altura em que a individualidade devia ser trabalhada em ordem à descoberta da própria identidade e do equilíbrio.


Maria Bijóias

Título: A moda que sai da TV para o palco da vida

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

602 

Imagem por: LGEPR

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    04-06-2014 às 06:30:25

    É interessante como essa coisa de modinha da TV acaba sendo real na vidas de milhares de pessoas.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - A moda que sai da TV para o palco da vida

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como cuidar de Plantas de interior

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Bricolage Jardim
Como cuidar de Plantas de interior\"Rua
Cada planta tem um comportamento diferente, vou colocar aqui alguns cuidados que servem para a maioria delas.

LUZ:

Os principais erros no cultivo de plantas de interior é a falta de luz.
Se elas estiverem em locais onde não há luz suficiente, isso pode ser corrigido com a instalação de luz artificial, existe no mercado lâmpada que imitam a luz natural.


TEMPERATURA:

Mudanças bruscas de temperatura retardam e até paralisa o crescimento da planta, bem como causa a queda de folhas.


UMIDADE:

A maioria das plantas necessita de uma umidade atmosférica adequada.
Normalmente notamos que a planta não está com a umidade correta quando acontece ficarem amarelas e a queda de folhas.


IRRIGAÇÃO:

Conselhos básicos:
Uma planta em fase de crescimento vai precisar de mais água que uma que está em fase de dormência, ou já atingiu o seu tamanho adulto.
Durante a floração a planta precisa de mais água que em sua fase de crescimento
Em ambientes internos mais quentes é evidente que a planta vai precisar de mais águas que em ambientes mais frios.
Para saber qual é o momento exato de molhar, enfie o dedo no substrato, se sentir ele seco, chegou a hora

FERTILIZANTE:

Para que a planta tenha um desenvolvimento harmonioso convém usar periodicamente de fertilizantes que podem ser líquido ou sólidos.
No mercado existe a venda fertilizante com fórmulas específicas para cada planta.
Após a utilização do fertilizante regue a planta.

LIMPEZA:

Faça regularmente a limpeza de folhas secas e caule, pois elas são bastante positivas não só esteticamente como para a saúde das plantas.
Se estiver acumulada muita poeira sobre as folhas, espane, e depois passe um pano húmido
Atenção: Existe algumas espécies, que tem as folhas aveludadas, tipo a Violeta Africana, Begônia Rex, etc. que não deve ser colocada água é só usar uma escovinha bem macia.

TROCA DE VASO:

De uma maneira geral após 1 ou 2 anos as plantas de interior devem ser colocadas em vasos de tamanho maior.
Isso deve ser feito porque as raízes passam a ocupar um grande espaço e também porque o substrato vai perdendo sua composição inicial.
A época mais adequada varia de planta para planta, algumas devem ser feitas na primavera e outras quando estão na fase de repouso.
Aproveite para obterem mudas, separando brotos e dividindo touceiras.

Pesquisar mais textos:

Miguel Pereira

Título:Como cuidar de Plantas de interior

Autor:Miguel Pereira(todos os textos)

Imagem por: LGEPR

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:09:31

    Muito bom! É tão gratificante cuidar de plantas. A gente vê o quanto elas florescem quando são bem-cuidadas. Amei as dicas!

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    18-04-2014 às 22:36:55

    Fantástico seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios