Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Evite intoxicação alimentar

Evite intoxicação alimentar

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Comentários: 3
Evite intoxicação alimentar

A intoxicação alimentar, também chamada de doença de origem alimentar, é um problema comum, angustiante e, às vezes, com risco de vida para milhões de pessoas em todo o mundo.

As pessoas infetadas com organismos de origem alimentar podem ser assintomáticas ou podem ter sintomas que vão desde o desconforto intestinal leve a fortes diarréias, desidratação e sangramentos graves.Dependendo do tipo de infeção, as pessoas podem mesmo morrer se padecerem de uma intoxicação alimentar. É por isso que é muito importante tomar medidas para prevenir a intoxicação alimentar.Certifique-se que os alimentos de origem animal (como a carne, o leite e os ovos) são completamente cozinhados ou pasteurizados.

O uso de um termómetro é recomendado para averiguar se os alimentos atingiram a temperatura que permite eliminar as bactérias patogénicas.Evite comer carne crua ou mal cozida e os ovos e verifique as datas de expiração em embalagens de carne antes de comprar novamente e antes de preparar. Selecione cuidadosamente e prepare o peixe e o marisco para garantir a sua qualidade e frescura.Se lhe servirem uma carne mal cozida ou ovo num restaurante, reclame a necessidade de ser mais cozinhado.

O melhor nestas ocasiões é pedir um outro prato.Tenha o cuidado de manter estanques os sucos ou gotejamentos de carne crua, aves, mariscos ou ovos que possam contaminar outros alimentos.Não deixe os ovos, carnes, aves, frutos do mar ou leite por longos períodos de tempo à temperatura ambiente. Refrigere e imediatamente as sobras e alimentos preparados com antecedência.Lave as mãos, tábuas e facas de cozinha com sabão antibacteriano e água morna a quente depois de manusear carne crua, aves, frutos do mar ou ovos.

As tábuas e outros utensílios de madeira não são recomendados, pois podem ser mais difíceis de limpar completamente.Evite o consumo de leite não pasteurizado ou alimentos feitos com leite não pasteurizado.Não descongele os alimentos à temperatura ambiente. Descongele-os no frigorífico e utilize-os prontamente. Não volte a congelar alimentos uma vez que foram completamente descongelados. Lave abundantemente os vegetais crus e frutas antes de comer, especialmente aqueles que não serão cozinhados.

Evite comer brotos de alfafa até que a sua segurança possa ser garantida, pois os métodos para descontaminar as sementes de alfafa e brotos estão ainda sob investigação.Beba apenas sumos pasteurizados ou de cidra. Os sumos comercializados com uma vida útil prolongada e que são vendidos à temperatura ambiente (sumos em caixas de papelão, sumos selados a vácuo em recipientes de vidro) foram pasteurizados, embora isso geralmente não seja indicado no rótulo.

Os concentrados de sumo são também suficientemente aquecidos para matar as bactérias.Utilize conservas provenientes de entidades credenciadas. Evite o consumo barato pois pode não ter a qualidade desejada.Se estiver doente, com diarréia ou vómitos, não prepare as refeições para os outros, especialmente crianças, idosos e aqueles com sistemas imunológicos enfraquecidos, pois são mais vulneráveis ​​à infeção.Lave as mãos com sabão após a manipulação de répteis, pássaros, ou após o contato com fezes humanas ou de animais.O leite materno é o mais seguro para alimentação de lactentes jovens.

Amamentar pode prevenir muitas doenças de origem alimentar e outros problemas de saúde.Aqueles indivíduos com alto risco, como mulheres grávidas, pessoas com sistemas imunitários enfraquecidos, bebés e os idosos devem também evitar queijos macios como feta, Brie, Camembert, de pasta azul, e queijo de tipo mexicano.

Os queijos duros, queijos processados, queijo em creme, queijo 'cottage' e iogurtes são alimentos seguros.Finalmente, cozinhe sempre os alimentos até que eles estejam bem quentes, especialmente as sobras ou comida 'fast-food', como um cachorro-quente, por exemplo.


Ruben Duarte

Título: Evite intoxicação alimentar

Autor: Ruben Duarte (todos os textos)

Visitas: 0

632 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • SophiaSophia

    15-06-2014 às 19:33:33

    Penso que os alimentos devem ser bem lavados também. Assim como lavar as mãos antes de pegar e comer os alimentos. Todo o cuidado deve ser quando a questão é a comida. Até essas comidas nas ruas devemos ter o máximo de cuidado.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Jose da SilvaJose da Silva

    01-09-2012 às 01:09:47

    ruben ja teve alguma intoxicacao alimentar???
    gostava de saber o que sentiu? vomitou toda a noite? ficou de joelhos com a cabeca na sanita? e o gostinho na boca?
    voltou a comer do mesmo que o fez sentir mal?
    e diarreias? foram 3 dias seguidos sempre a caminhar para w.c.c?
    Ruben , querido, me diz ja teve uma Intoxicacao Alimentar?
    como foi com voce?

    ¬ Responder
  • Rolando CostaRolando Costa

    31-08-2012 às 17:53:29

    Parabens pelo texto... Adorei..
    Boa sorte pó concurso... :D

    ¬ Responder

Comentários - Evite intoxicação alimentar

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios