Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Tratamento da coriza, corrimentos vaginais e debilidade

Tratamento da coriza, corrimentos vaginais e debilidade

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Comentários: 1
Tratamento da coriza, corrimentos vaginais e debilidade

A coriza é uma inflamação das mucosas das fossas nasais, que provoca um forte corrimento (nariz a pingar). É causada pro gripes e alergias, e pode degenerar sinusite, bronquite e pneumonia. Os sintomas podem ser dor de garganta, tosse, espirros e voz rouca. A situação piora na primavera e do inverno com o aumento, respetivamente, do pólen e do mofo. Evite comer alimentos muito frios ou muito quentes (choques térmicos) e alimentos com gordura. Prefira alimentos com vitamina C.

Alguns remédio caseiros que pode fazer para melhorar: sumo de cebola diluído em água, sumo natural de acerola, sumo natural de laranja, chá de gengibre (raízes) e chá de manjerona (folhas). Faça refeições exclusivas de laranja, um bom alimento com vitamina C. inalar chá de eucalipto é ótimo para limpara as vias respiratórias.

Os corrimentos vaginais é o fluxo vaginal, que pode causar prurido e irritação. Deve procurar um médico, mas, geralmente, os corrimentos vaginais são causados por inflamação do ovário, do útero, doenças veneras, entre outras coisas. Suspenda a ingestão de laticínios e alimentos com gordura. Para fazer o seu tratamento em casa, deixamos aqui algumas sugestões: beba sumo de couve diluído em água, chá da casca da romã, chá de alfazema (folhas) e chá de eucalipto (folhas).

Opte por fazer refeições exclusivas de melão 3 vezes por semana. Se segue, de algum modo a geoterapia, saiba que pode fazer uma compressa de argila e colocar na zona vaginal. Mais, tarde adicione uma cebola ralada e o famoso carvão vegetal.

A debilidade é a diminuição das capacidades do corpo do ser humanos, é a perda do seu domínio. Pode ser causada pela anemia, beribéri, diabetes, tuberculose, entre outras causas. Procure não beber bebidas alcoólicas, não aderir ao sedentarismo nem comer alimentos em excesso. Durma uma boa noite de sono de pelo menos duas horas. Deite-se cedo para acordar cedo.

Em casa pode fazer alguns tratamentos: sumo de agrião diluída em água, sumo combinado de beterraba e cenoura, sumo combinado couve e espinafre, chá de erva-cidreira (folhas), chá de eucalipto (folhas) e chá de hortelã. Tome duas colheres de mel e duas cápsulas de levedo de cerveja (rico em vitaminas do complexo B).


Daniela Vicente

Título: Tratamento da coriza, corrimentos vaginais e debilidade

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 0

805 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • jucimara

    28-06-2014 às 02:05:57

    gostaria de saber que cha caseiro eficaz,posso fazer p corrimento vaginal amarelo com cheiro.

    ¬ Responder

Comentários - Tratamento da coriza, corrimentos vaginais e debilidade

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios