Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Tratamento da dermatose, derrame cerebral e desnutrição

Tratamento da dermatose, derrame cerebral e desnutrição

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 2
Tratamento da dermatose, derrame cerebral e desnutrição

A dermatose pode ocorrer num conjunto de doenças da pele: psoríase, eczema, acne, sarna, urticária, entre outras. Os sintomas são bolhas, comichão, inflamação e escamação. Evite comer alimentos com gorduras ou comida muito condimentada. Beba muita água e faça exercício físico. Se a doença prevalecer durante muito tempo deve ir ao dermatologista.

Pode desinfetar as feridas, evitar atritos na pele inflamada, secar as feridas com muita higiene para não infetar e evitar o uso de pensos adesivos. Em casa faça alguns tratamentos em complemento à medicina tradicional: beba sumo de agrião diluído, sumo de cenoura puro e chá de camomila (folas e flores). Faça uma compressa local com cebola ralada.

O derrame cerebral ou acidente vascular cerebral (avc) é a perda da função neurológica pela hemorragia dos vasos sanguíneos cerebrais ou entupimento destes. O avc pode provocar sequelas graves ou até mesmo a morte, por isso, deve chamar de imediato o médico se tiver dificuldade em mexer os seus músculos faciais, dificuldade em falar corretamente ou em expressar-se, dificuldade em manter-se de pé e distúrbios da visão.

Quem tem problemas como a hipertensão tem uma maior probabilidade de sofrer um derrame cerebral. Portanto evite a hipertensão fazendo exercício físico moderado, optando por uma alimentação saudável, ou seja, sem tabaco, cafeina, bebidas alcoólicas e alimentos com gordura. Deve controlar, indo às farmácias, os valores do colesterol e da pressão, ainda mais se tem tendência para ter estes valores altos.

Em casa pode tomar sumo de beringela diluída em água, comer saladas cruas com cebola temperadas com limão e alho, fazer refeições exclusivas de abacaxi, maçã ou uva.

A desnutrição é a carência do organismo por nutrientes (vitaminas, proteínas e sais minerais) essenciais a este. As necessidades nutricionais de cada a um varia segundo os seus fatores: idade, peso, altura, sexo, profissão, entre outros.

Para que não sofra de desnutrição saiba as quantias diárias exatas de cada elemento que o seu organismo exige: 2000 calorias, 60 gramas de proteínas, 500 gramas de Hidratos de Carbono, 10 miligramas de ferro, 1 grama de cálcio, 80 gramas de gordura, 2 miligramas de Vitamina B1, 3 miligramas de vitamina B2, 20 miligramas de vitamina B5, 60 miligramas de vitamina C, etc.


Daniela Vicente

Título: Tratamento da dermatose, derrame cerebral e desnutrição

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 2

632 

Comentários - Tratamento da dermatose, derrame cerebral e desnutrição

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios