Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Os benefícios da Pimenta

Os benefícios da Pimenta

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 34
Comentários: 12
Os benefícios da Pimenta

Muitos podem não conhecer a sua história, mas a pimenta, o condimento que a seguir ao sal é o mais utilizado, surgiu em 7.000 A.C.

Suspeita-se que fosse utilizada numa fase inicial na América do Sul, mais propriamente no México, onde ainda hoje se encontra uma cultura gastronómica bastante colorida e rica em sabores picantes.

A pimenta além de produzir um sabor intenso e inigualável, dá cor, aroma e pode ainda ser considerado uma erva ou especiaria, apesar de muitos de nós a tratarmos por condimento.

No tempo dos descobrimentos, foi descoberta pelo resto do mundo, e os povos ficaram rendidos a tal aroma e sabor.

Somos o país dos refogados, e não existe um que se intitule de tal, se não lhe for acrescentada uma pitada de pimenta. Quer preta, vermelha, em pó ou em grão, faz parte da nossa gastronomia e ocupa um lugar de destaque na nossa cultura.

Mas porque é que a pimenta dá calor e pica na língua?

As sementes da erva da pimenta, é constituído por um alcaloide cristalino de nome estranho – capsaicina. Este princípio ativo das sementes, ativa as membranas da boca e do estômago, e consequentemente aumenta a secreção do suco gástrico.

Mas pode a pimenta ser benéfica para a saúde, afinal?

Segundo alguns homeopatas defendem que não só as proteínas da pimenta são benéficas para a saúde, mas que as vitaminas nela existentes (A, E e C), tal como o zinco e o potássio são protetores para o ADN celular.

Existe também quem defenda que a pimenta devido à composição composta também por bioflavonoides, serve para a prevenção do cancro. A pimenta é hoje em dia utilizada para a prevenção e tratamento de doenças de foro muscular e reumático e arteriosclerose.

Devido á sua composição bastante rica, os componentes da pimenta tem sido aplicados em pesquisas de tratamentos contra a sida. Com o seu consumo, aumenta a libertação da adrenalina, o que também influencia o estado de espírito e consequentemente o afastamento de depressões ou cansaço excessivo.

Também para o coração, pele, constipações, e muitas, muitas outras coisas.

Nas infeções ou mesmo no combate à obesidade (estimula o apetite e reduz o apetite), a pimenta tem vindo a ser redescoberta nos últimos anos.

No entanto, e como nem tudo em excesso faz bem á sua saúde, saiba que a pimenta para quem sofre de problemas gástricos pode ser bastante prejudicial. Com o aumento da secreção de suco gástrico, o risco de provocar uma úlcera gástrica é muito grande.

E aqui vai uma dica. Se comer qualquer coisa muito apimentada, não beba água. Esta acentua a sensação de ardência. Beba um copo de leite. Vai ver que passa o ardor num instante.


Carla Horta

Título: Os benefícios da Pimenta

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 34

768 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 12 )    recentes

  • badalhoco

    22-05-2013 às 07:32:25

    sou viciado em fezes e como todo dia um pedacinho no café da manhã.

    ¬ Responder
  • fernandes - 25-04-2013

    25-04-2013 às 10:24:42

    uso pimenta na comida todos os dias, gosto muito e me faz bem, é muito bom para ativar o libido.

    ¬ Responder
  • vera

    05-12-2012 às 00:48:38

    Sou viciada em pimenta!! Não sei como fugir dela. Simplesmente AMO!!!

    ¬ Responder
  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    14-09-2012 às 15:41:58

    eu adoro pimenta no queijo de cabra fresco. dá um toque especial. não tenho por hábito colocar na carne, mas adorava experimentar. ainda mais dizem que a pimenta preta é óptima para temperar. as especiarias é algo que veio da nossa época dos Descobrimentos. uma época linda do nosso país, inserido no reinado de D. João II e D. Manuel I. estes foram os reinados áureos na busca das especiarias na Ásia.

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    14-09-2012 às 15:21:57

    A comida, seja ela qual for, quando temperada com pimenta é outra história. Amo de paixão esse condimento tão usado na culinária mexicana e com tantos benefícios para nossa vida. As vermelhas são as que mais me agradam, fazem parte de minha alimentação quase todos os dias. Elas dão um ardorzinho saboroso na boca e claro com moderação. A culinária mexicana é sensacional e bastante apimentada, gosto muito, muito mesmo. Parabéns pelo seu texto incrível!

    ¬ Responder
  • marco antonio pastana

    01-08-2012 às 20:34:32

    gostaria de saber se as pimentas ajudam a desentupir as arterias do coraçao

    ¬ Responder
  • EduardoEduardo

    18-11-2011 às 19:08:12

    Realmente a pimenta faz muito bem à saúde. Depois que eu passei a consumir pimenta diariamente, percebi visivelmente uma melhora na minha saúde. O problema é que nem sempre encontramos pimentas em conserva de qualidade facilmente. Eu sempre compro na loja virtual da Pimenta

    ¬ Responder
  • Maria do carmoMaria do carmo

    30-10-2011 às 01:11:30

    Gostaria de saber se pimenta fas bem oa figado?desde ja agradeço.um abraço

    ¬ Responder
  • carlos alberto vilas boas juniorcarlos alberto vilas boas junior

    17-08-2010 às 00:10:16

    gostaria de saber se a pimenta faz mal para o figado ou o prancreas

    carla adorei a sua materia um grande abraço

    ¬ Responder
  • FrancidaqueFrancidaque

    07-04-2010 às 00:36:51

    muito interessante.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMartinha

    21-01-2010 às 18:21:05

    Adorei esse texto sobre pimenta, sou uma fã, amo. No momento ando me deliciando com uma pimenta baiana. Muito boa.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãojoana

    06-10-2009 às 00:36:11

    Olha Carla gostei do teu jeito de escrever!

    ate fiquei com pimenta na boca...

    ¬ Responder

Comentários - Os benefícios da Pimenta

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A história da fotografia

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Fotografia
A história da fotografia\"Rua
A história e princípios básicos da fotografia e da câmara fotográfica remontam à Grécia Antiga, quando Aristóteles verificou que os raios de luz solar e com o uso de substâncias químicas, ao atravessarem um pequeno orifício, projetavam na parede de um quarto escuro a imagem do exterior. Este método recebeu o nome de câmara escura.

A primeira fotografia reconhecida foi uma imagem produzida em 1826 por Niepce. Esta fotografia foi feita com uma câmara e assente numa placa de estanho coberta com um derivado de petróleo, tendo estado exposta à luz solar por oito horas, esta encontra-se ainda hoje preservada.

Niepce e Louis –Jacques Mandé Daguerre inciaram em 1829 as suas pesquisas, sendo que dez anos depois foi oficializado o processo fotográfico o nome de daguerreótipo. Este processo consistia na utilização de duas placas, uma dourada e outra prateada, que uma vez expostas a vapores de iodo, formando uma pelicula de iodeto de prata sobre a mesma, ai era a luz que entrava na camara escura e o calor gerado pela luz que gravava a imagem/fotografia na placa, sendo usado vapor de mercúrio para fazer a revelação da imagem. Foi graças á investigação realizada por Friedrich Voigtlander e John F. Goddard em 1840, que os tempos de exposição e revelação foram encurtados.




Podemos dizer que o grande passo (não descurando muitas outras mentes brilhantes) foi dado por Richard Leach Maddox, que em 1871 fabricou as primeiras placas secas com gelatina, substituindo o colódio. Três anos depois, as emulsões começaram a ser lavadas com água corrente para eliminar resíduos.

A fotografia digital


Com o boom das novas tecnologias e com a capacidade de converter quase tudo que era analógico em digital, sendo a fotografia uma dessas mesmas áreas, podemos ver no início dos anos 90, um rápido crescimento de um novo mercado, a fotografia digital. Esta é o ideal para as mais diversas áreas do nosso dia a dia, seja a nível profissional ou pessoal.

As máquinas tornaram-se mais pequenas, mais leves e mais práticas, ideais para quem não teve formação na área e que não tem tempo para realizar a revelação de um rolo fotográfico, sem necessidade de impressão. Os melhores momentos da nossa vida podem agora ser partilhados rapidamente com os nossos amigos e familiares rapidamente usando a internet e sites sociais como o Facebook e o Twitter .

A primeira câmara digital começou a ser comercializada em 1990, pela Kodak. Num instante dominou o mercado e hoje tornou-se produto de consumo, substituindo quase por completo as tradicionais máquinas fotográficas.

Sendo que presentemente com o aparecimento do FullHD, já consegue comprar uma máquina com sensores digitais que lhe permitem, além de fazer fotografia, fazer vídeo em Alta-Definição, criando assim não só fotografias quase que perfeitas em quase todas as condições de luz bem como vídeo com uma qualidade até agora impossível no mercado do vídeo amador.

Tirar fotografias já é acessível a todos e como já não existe o limite que era imposto pelos rolos, “dispara-se” por tudo e por nada. Ter uma máquina fotográfica não é mais um luxo, até já existem máquinas disponíveis para as crianças. Muitas vezes uma fotografia vale mais que mil palavras e afinal marca um momento para mais tarde recordar.

Pesquisar mais textos:

Bruno Jorge

Título:A história da fotografia

Autor:Bruno Jorge(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    05-05-2014 às 03:48:18

    Como é bom viver o hoje e saber da história da fotografia. Isso nos dá a ideia de como tudo evoluiu e como o mundo está melhor a cada dia produzindo fotos mais bonitas e com qualidade!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios