Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Barcos > Domar os oceanos

Domar os oceanos

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Barcos
Comentários: 1
Domar os oceanos

Atravessar um grande e largo rio, atravessar grandes superfícies de água, descobrir terras desconhecidas e mapear o mundo, nunca teria sido possível sem as embarcações náuticas (barcos).

Desde os primórdios que o ser humano sempre teve a necessidade ou o impulso para descobrir novos locais e para expandir territórios. Provavelmente os primeiros humanos, quando se depararam com os primeiros rios a vencer, construíram pontes, quando se depararam com rios mais largos, construíram jangadas, as jangadas deram lugar a pequenos barcos, e com o evoluir das mentes sociais, surgiu a necessidade de construir melhores e maiores embarcações que tivessem a capacidade de atravessar grandes extensões de água.




Deram-se os Descobrimentos e o mundo começou a tornar-se cada vez mais um sitio maior, cheio de gentes, diferenças, conquistas e riquezas. As portas para outros e misteriosos países e costumes foram abertas. A mente humana expandiu-se ao mesmo tempo que impérios cresceram e caíram. Muito do que hoje temos como certo e como bens do quotidiano vieram e ou foram influencias de um qualquer material ou objeto descoberto num outro qualquer pais ou continente a léguas do sitio onde vivemos.

Agora usamos os barcos não só como forma de atravessar rios e para transportar mercadorias, mas também como forma de lazer e na prática de desporto. Mas qual é o futuro das embarcações concebidas pelo homem?

Há quem à muitos anos tem vindo a especular e a idealizar um futuro em que o homem fará uso dos oceanos para edificar grandes cidades autossustentáveis para combater o aumento populacional que se tem vindo a verificar em terra. Pode-se verificar no video complementar ao texto que já foram várias as hipóteses futuristas apresentadas para resolver alguns destes mesmos problemas populacionais que se poderão vir a apresentar no futuro, sendo muitas delas mesmas soluções para combater o aumento dos níveis de dióxido de carbono na atmosfera do planeta.

É portanto, seguro especular que além de todos os avanços que já podemos contabilizar na evolução dos barcos, podemos esperar por um futuro ainda mais interessante.


Bruno Jorge

Título: Domar os oceanos

Autor: Bruno Jorge (todos os textos)

Visitas: 0

622 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    17-06-2014 às 06:31:41

    Lindo uma viagem ao oceano! Penso que é uma das experiências mais marcantes na vida de uma pessoa.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Domar os oceanos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios