Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Barcos > No mundo dos Caiaques

No mundo dos Caiaques

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Barcos
Comentários: 1
No mundo dos Caiaques

Quando se falam em canoas, vêm-nos à memória tantas coisas. As canoas usadas pelos Índios, as canoas que serviam de passeio nos tempos medievais, e os desportos dos nossos dias. São tantas as hipóteses, que quando usamos a palavras caiaque ou canoa, nos atabalhoamos em imagens na nossa cabeça.

Mas se as canoas têm uma história milenar, como podemos pensar bem nos caiaques dos nossos dias?

Bem, também aqui há muito por explorar.




Antes de mais as características dos caiaques são todas iguais, independentemente do uso que lhe queiramos dar (se para passeio, se para desporto). Todos os caiaques são portadores de grande estabilidade e suportam bastante peso. Aguentam águas agitadas e são ágeis e velozes.

Se no inicio eram construídos com troncos de arvores, hoje os materiais são os mais diversos. De carbono, polietileno, kevlar ou fibra de vidro. Tudo vai depender da modalidade que queiramos fazer.
Os desportos com caiaque são vários.

Canoagem de Velocidade (a mais conhecida de todas), Canoagem Slalom, Oceânica, Polo, Maratona, Freestyle e claro a Canoagem de Turismo e Aventura.

A Canoagem de velocidade é praticada em rios e canais construídos artificialmente onde as velocidades praticadas são extraordinárias. Na competição, as pistas apresentam um comprimento de 2000m, mas nos Jogos Olímpicos, o percurso é de 500m a 1000m.

A Canoagem Slalom é uma modalidade Olímpica desde 1992. A modalidade rápida tem por objetivo ultrapassar “portas”, tendo o canoeiro de percorrer o percurso no menor tempo possível, ultrapassando as referidas.

Com características especificas, a Canoagem Oceânica consiste em percorrer um determinado percurso no mar alto.

Para marcar golos, a Canoagem Polo é a disciplina mais indicada. Disputada por 5 elementos em cada equipa, o jogo tem 20 minutos (10 para cada parte do jogo).
As maratonas de 15km também estão aqui incluídas. Nicole Leôncio é um maratonista medalhado e esta pratica obriga a um determinado percurso a pé com a canoa na mão.

Manobras dignas de um surfista são praticadas no Freestyle. Aqui a vitória vai para os mais audazes e capazes de atos e manobras artísticas dentro da sua canoa.
Gozar a natureza em passeio ou com um espirito aventureiro, é para os amantes da canoagem de Turismo. Não é considerada desporto de competição, mas o prazer é único. Ligamo-nos à natureza de uma forma extraordinária e as viagens são inesquecíveis. Lagos, rios, represas, enfim, um sem número de locais agradáveis para disfrutar de um passeio aventura num programa excecional.

Lance-se à água, com ou sem colete e disfrute de uma viagem com remos.


Carla Horta

Título: No mundo dos Caiaques

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

675 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    17-06-2014 às 06:34:52

    Linda abordagem do mundo dos caiaques.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - No mundo dos Caiaques

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios