Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Automóveis > Tire suas dúvidas sobre inspeção veicular

Tire suas dúvidas sobre inspeção veicular

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Automóveis
Comentários: 1
Tire suas dúvidas sobre inspeção veicular

Mesmo com a maior facilidade a certas informações, muitas pessoas ainda se perdem quando o assunto é automóvel, suas várias documentações e procedimentos. Ainda mais com a correria do dia a dia que muitas pessoas vivem, itens importantes como manutenção e inspeção veicular são deixados de lado pelos proprietários dos veículos. Tendo em vista que a manutenção e a inspeção são assuntos importantes e fundamentais para o cuidado dos veículos, essa matéria abordará algumas explicações para auxiliá-los nisso. Confira!

- A inspeção é uma tarefa delicada e exige tempo para ser feita. Sendo assim, é obrigatório o agendamento dessa atividade juntamente aos órgãos responsáveis por isso em sua cidade.

- Os automóveis que forem movidos por dois tipos de combustíveis (mais conhecidos como “Flex”), devem comparecer a inspeção abastecidos com ambos. Caso contrário, há o risco do veículo ser rejeitado.

- Quando você fizer contato e agendar a inspeção, será informado onde deverá ser pago o serviço.

- É aconselhado chegar ao local destinado à realização da inspeção com antecedência. Pois nem sempre é tolerado atrasos, ocasionando em um novo agendamento que, apensar de não haver custo adicional, lhe fará gastar mais tempo com isso.

- Por não fazerem parte da inspeção, os freios, suspensão e lataria nem sempre recebem a devida atenção dos proprietários dos veículos. Porém, certamente esses e outros itens devem ser verificados com frequência, pois isso contribuirá para o bom funcionamento do carro.

- Para veículos movidos a álcool e gasolina, o tempo médio de inspeção é entre 5 a 7 minutos. Os movidos a diesel ficam entre 7 e 10 minutos. É um processo bem rápido, sendo que ele todo geralmente não ultrapassa 35 minutos.

- Se seu veículo for aprovado na inspeção, ele receberá um adesivo que será colocado no lado esquerdo do vidro.

- Após dois dias da data de aprovação na inspeção, será possível fazer o licenciamento do veículo.

- Aqui vai o ponto que provavelmente fará muitas pessoas dar mais atenção à inspeção: ela é regulamentada por lei, resultando em uma multa de 550 reais caso seja feita fora do prazo.

Sendo assim, após esses esclarecimentos, a inspeção é algo necessário e essencial para que seu veículo esteja de acordo com as leis. Além disso, ela trará segurança para você e para sua família.


Lucas Souza

Título: Tire suas dúvidas sobre inspeção veicular

Autor: Lucas Souza (todos os textos)

Visitas: 0

631 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Daiany Nascimento

    18-09-2012 às 12:03:33

    Lucas, gostei muito deste artigo, realmente ajudou a esclarecer todas as minhas dúvidas sobre inspeção veicular. E nossa, eu não sabia que era tão rápido fazer a inspeção de veículos movidos a álcool e a gasolina, que é cerca de 5 a 7 minutos, até mesmo os carros movidos a diesel são verificados com rapidez. Eu ainda não tenho um carro, mas quando adquirí-lo nunca vou deixar de leva-lo à inspeção quando for necessário.

    ¬ Responder

Comentários - Tire suas dúvidas sobre inspeção veicular

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios