Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Automóveis > Saiba a hora certa de comprar um carro novo

Saiba a hora certa de comprar um carro novo

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Automóveis
Comentários: 1
Saiba a hora certa de comprar um carro novo

Se você está planejando comprar um carro novo, saiba que este pode ser um bom momento para concretizar o seu objetivo. No Brasil, o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) dos veículos foi reduzido pelo governo federal, o que acarretou a queda de 10%, em média, no valor dos carros. O desconto, que no caso dos modelos de carros populares que chega a 2 mil reais, acaba no dia 31 de agosto.

Onde comprar? Se você já escolheu a marca do carro que deseja, vá direto a uma concessionária. Mas se você preferir comparar as promoções de marcas diferentes vá a um feirão de veículos. Os preços não são menores no feirão, mas ajuda você a poupar tempo, pois o feirão reúne veículos de várias marcas.

Em muitas parcelas – O ideal seria pagar o preço do carro à vista, e ganhar um belo desconto. Mas, se a renda não permite isso, recorrer aos financiamentos acaba se tornando um mal necessário. Neste caso as parcelas cabem no seu bolso, mas será preciso arcar com os juros.
Saiba é que possível financiar um veículo em um banco ou mesmo na concessionária que você vai comprar. Será necessário levar RG, CPF, comprovante de residência, de conta bancária e de renda. Geralmente, os financiamentos somente são aprovados se as parcelas não ultrapassarem 30% do valor da renda do comprador. Por exemplo, se ganha R$5.000, não pode gastar mais de R$1.500 em cada parcela.

Um veículo pode ser financiado em até 120 meses. E, logicamente, quanto maior a entrada, menores serão os juros e o valor das parcelas.

Custos altos – Os juros para financiar um carro estão entre os menores do mercado, podendo variar entre 0,95% a 0,99%. Mas, antes de decidir comprar o seu carro é preciso fazer os cálculos com atenção, por exemplo: Uma prestação de R$ 400 pode pouco para quem ganha R$ 2 mil. Imagine que dividiu a conta em 100 vezes, saiba que esse é o caminho mais rápido para se endividar! O valor da parcela é pouco perto do que gastará, por mês, para manter o carro.
Um veículo precisa de combustível, lavagem, IPVA, seguro, estacionamento e muitas outras coisas. As pessoas que usam o carro constantemente podem gastar mais de R$1.000 por mês com a manutenção, além do valor da parcela. Então, se você acha que pode manter todos os custos (incluindo os imprevistos) e realmente necessita de um automóvel, pegue a calculadora já.

Taxa zero! – Não credite nas ofertas das concessionárias que anunciam taxa zero. Nenhum tipo de financiamento é realizado sem a cobrança de juros. Nesse caso, eles já estão inclusos preço do carro.

Quanto custa? No Brasil, o IPI dos carros 1.0, que antes era de 7% (sob o valor do carro), foi reduzido à zero até o dia 31 de agosto 2012. Já o IPI de carros 1.6 e 2.0 foi reduzido para 6,5% (movidos à gasolina) e para 5,5% (movidos a álcool).


Rua Direita

Título: Saiba a hora certa de comprar um carro novo

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

662 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    17-06-2014 às 06:11:50

    A hora certa de comprar um carro novo é quando todas as condições estão favoráveis, inclusive, o preço do veículo.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Saiba a hora certa de comprar um carro novo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios