Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > O que é doença?

O que é doença?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
O que é doença?

No tempo em que vivemos é muito difícil encontrarmos uma pessoa idosa completamente sadia. Poucos podem dizer, com propriedades que gozam de perfeita saúde. A doença está tão alastrada que hoje em dia as perturbações menores nem passam por doenças, senão por coisa natural. Muitos, quando interrogados, dizem que vão bem de saúde, enquanto seu organismo em realidade sofre vários distúrbios.

Esses pequenos distúrbios, que se repetem, são, todavia: avisos de que o caminho está sendo preparado para enfermidades graves, às vezes mortais.

Uma casa pode ter um compartimento com a função de despejo. Ali se põem tantas coisas quantas caibam. Mas se os panos velhos e os de pouco uso são muitos, o que não cabe no despejo e que se tem dó de jogar fora, fica espalhado pelos demais compartimentos da casa, atrapalhando a passagem, sendo então jogados na sala, nos dormitórios, na cozinha, e no corredor.

Resultado: o interior da casa é muito sujo. E com o organismo é mais ou menos assim. Quase todas as doenças, exceto naturalmente, as de carência, têm uma só causa: sangue impuro. As defesas naturais sofrem enquanto ainda sobram forças. E quando não podem mais, vem a decadência, a depressão.

A enfermidade não vem, pois, de repente. Antes que uma doença possa ser classificada como arteriosclerose, câncer, diabetes, há processos fisiológicos anormais, que entorpecem o metabolismo nutritivo.

Os máximos e desesperados esforços do organismo para liberta-se do mal, manifestam-se em forma de febre e outros sintomas. Às vezes vencem as forças naturais, às vezes os micróbios.

O homem cujas forças naturais vencem os primeiros sintomas do mal incipiente, ganha a batalha contra os invasores que pretendem alojar-se nas fraquezas do seu organismo, transformando-o em hospital. Deve-se, portanto, dar muita importância a esses primeiros sintomas, às pequenas irregularidades. Quando não, o mal ganha terreno até quebrar toda resistência natural do corpo como já dissemos, e alcança a supremacia. Então começa a fase crônica da doença.

Os processos infecciosos só entram em fase crônica quando as forças naturais do organismo, enfraquecidas grandemente, são vencidas, após terem resistido aos abusos contra as leis da Natureza, praticados de muitas maneiras, como seja: por alimentação errada, alcoolismo, tabagismo, falta de ar, falta de exercícios físicos, por falta de descanso.

A doença como se vê, não é fruto do acaso; é isso sim, o resultado infalível de uma causa cultivada. Liberte-se! Pratique e viva de maneira saudável.


Cláudio Júnior

Título: O que é doença?

Autor: Cláudio Júnior (todos os textos)

Visitas: 0

662 

Imagem por: Ernst Vikne

Comentários - O que é doença?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Beleza
Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente\"Rua
Com a chegada do verão, os cuidados com a pele precisam ser intensificados. É claro que, independente da estação, os cuidados com a saúde e beleza são fundamentais. Mas, no verão, alguns problemas de pele, principalmente da face, tornam-se mais frequentes e, com isso, surgem algumas preocupações. A boa notícia é que, a maior parte dessas preocupações podem ser amenizadas ou até mesmo solucionadas com dicas caseiras de cuidado com a pele.

Logo, certos cuidados como o uso regular de bloqueador solar é importantíssimo, não só para evitar manchas no rosto e no corpo, como também, para evitar doenças graves como o temido câncer de pele. Por isso, a boa hidratação, a limpeza correta da face e o uso de cremes faciais com proteção contra os raios ultravioletas UVA e UVB não podem ser menosprezados.

Outro detalhe relevante é a escolha da alimentação. Para ter uma pele saudável e bonita é preciso evitar o uso de certos alimentos. Sabe-se que os conservantes, corantes e similares, que estão sempre presentes nos alimentos industrializados provocam alergias e outros problemas. Essas substâncias podem fazer surgir ou intensificar doenças como o melasma, aquelas manchas escuras na face. E, essas manchas são sensíveis ao calor do sol e, dependendo da pele, o tratamento exige bastante tempo e recursos financeiros para cuidados e acompanhamento dermatológico.

Mas, você pode preparar em casa uma loção para limpar a pele, reduzir ou até mesmo remover essas manchas escuras. Você vai precisar de um pêssego maduro, um pouco de hidratante facial e uma bisnaga de Bepantol, que é um creme com vitamina A.

Dicas para preparar seu creme removedor de manchas na pele:

Primeiramente, faça o creme de pêssego: é só bater no Mix o pêssego com um pouquinho de água. Para facilitar, amasse o pêssego com uma colher antes de bater no Mix. Depois, peneire a massa de pêssego para o creme ficar mais homogêneo. Em seguida, misture a terça parte da bisnaga de Bepantol ao pêssego com uma colher, preferencialmente de madeira ou de plástico. Com um algodão e com movimentos suaves, aplique a loção no rosto e deixe agir por 40 minutos. Depois lave com água abundante. Evite o uso de esfoliante porque a pele ficará muito sensível. Essa loção pode ser usada até três vezes na semana. Não use sobras de creme.

Pesquisar mais textos:

Zilma Silva

Título:Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Autor:Zilma Silva(todos os textos)

Imagem por: Ernst Vikne

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios