Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Como beijar?

Como beijar?

Categoria: Outros
Como beijar?

Das duas, uma. Ou este assunto interessa aos principiantes, ou existe muita gente, que se julga com prática que vem aqui espreitar a forma indicada para beijar.

O acto de beijar traz sempre sentimento, mas pode acabar em desilusão. Beijar é bom e ser beijado também, mas como saber a melhor forma de o fazer?

Antes de mais, um beijo é sempre algo que traz um cariz muito sensual e a envolvência pode ser tão fenomenal que fará parte de uma imagem da grande tela.

Qualquer momento é bom para beijar, mas atenção, nem todos os beijos são bem aceites em determinados lugares. Naturalmente que não acha bonito um beijo apaixonante, bem Francês (com língua) no meio da rua, quando passam velhinhos e crianças, certo?

Beijar de forma perfeita tem os seus truques e dicas, e se tem algumas dúvidas leia o que se segue. Se no entanto, sabe que beija bem, não deixe de ler também, pois o aprender não ocupa lugar.

Antes de mais, e esta regra serve para as duas partes, mantenha os lábios hidratados. Com um pouco de saliva ou em situações mais drásticas, com batom incolor do cieiro.

Quando começar por querer beijar, aproxime-se de olhos abertos e dirija a sua boca lentamente para a boca da sua cara-metade. Só quando os lábios se juntarem é que deve fechar os olhos. Há obviamente muita gente que gosta de manter os olhos abertos, mas numa fase inicial, beije como no cinema e feche os olhos levemente.

Um leve beijo nos lábios deve ser o inicio de tudo. Um leve toque, dois leves toques, três leves toques. Toque docemente, mesmo que a boca esteja ligeiramente entreaberta. Sentir o tacto e o calor, nesta fase é o mais importante.

Por esta altura, estará com alguma vontade de sentir um pouco mais, certo? Está então na altura de abrir um pouco a boca. Se a sua cara-metade não reagir, pode ser que tenha de esperar um pouco mais, mas vá tentando sem forçar.

Depois das línguas se tocarem docemente, não tente chegar ao estômago da outra parte. Percebeu o que lhe quis dizer? É isso mesmo. Não invada com a sua língua, todo o espaço da boca da outra pessoa. Além de ser um espaço muito próprio, é muito desagradável para quem é beijado dessa forma. Parece quase uma brutalidade, quando um beijo tem de ser um momento profundo de sentimentos.

Agora deixe-se levar pela s emoções e não se esqueça que não são só os lábios que beijam. As mãos principalmente também ajudam. Abrace e toque docemente na cara da sua companhia. Esta é uma forma perfeita de beijar.


Carla Horta

Título: Como beijar?

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

633 

Imagem por: ooznu

Comentários - Como beijar?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: ooznu

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios