Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > O Tempo Passa Para Você?

O Tempo Passa Para Você?

Categoria: Outros
Comentários: 2
O Tempo Passa Para Você?

Quem vive, inevitavelmente, submete-se à ação do tempo, desde o momento em que nasce. Ao longo da vida, seus efeitos se mostram nos aspectos biológico, psicológico e social.

Mas se por um lado ele impõe limitações, por outro, ele aprimora o conhecimento através das experiências.

Em culturas orientais, como Japão e China, os idosos são associados à sabedoria, sendo muito respeitados. Sua longevidade é celebrada como uma virtude. São considerados a base sólida das tradições culturais.

Já em muitos países do ocidente, o avanço da idade é visto de forma negativa por muita gente. A beleza e a juventude são supervalorizadas como se devessem ser eternas e, a velhice se torna sinônimo de exclusão em todas as esferas da vida, muitas vezes não recebendo o cuidado e o respeito devidos. As experiências dos mais velhos são vistas pelos mais novos como ultrapassadas.

No entanto, o envelhecimento é um processo natural da vida que se inicia desde o nascimento. É apenas uma das etapas da existência humana e, só não passa por ela os que têm a má sorte de serem arrebatados precocemente. Poder amadurecer e envelhecer é um privilégio que a natureza oferece e, não necessariamente uma fase ruim e devastadora para os indivíduos.

Em muitos países a expectativa média de vida tem aumentado consideravelmente em consequência dos avanços científicos. As pessoas estão chegando à terceira idade com mais qualidade de vida e autonomia, além de muito alto-astral.

As limitações naturais trazidas pelo tempo podem ser bastante retardadas e minimizadas com medidas preventivas como atividades físicas e mentais, alimentação balanceada e convívio social contínuo com parentes e amigos.

Assim, os jovens precisam compreender que são os futuros idosos dentro da sociedade que estão construindo.

O cenário de marginalização dos idosos precisa ser transformado num contexto humanizado e saudável, evitando a depressão e a demência precoce nessa época da vida. E isto é uma questão educacional, cultural e familiar.

É preciso que entendam que o corpo envelhece, mas os sentimentos e a sabedoria não. E que os idosos têm mais destreza para lidar com as adversidades da vida, podendo ensinar muito aos que estão em fase de desenvolvimento e que, o tempo é o grande mestre da razão.


Rosana Ganem Montini

Título: O Tempo Passa Para Você?

Autor: Rosana Ganem Montini (todos os textos)

Visitas: 0

407 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • laila hagge de almeida

    17-10-2014 às 15:31:43

    Achei o texto ótimo.Linguagem muito clara podendo ser lido e compreendido por qualquer público. Parabéns a Rosana foi muito feliz na escolha do tema.

    ¬ Responder
  • Rosana Ganem MontiniRosana Ganem Montini

    20-10-2014 às 14:13:23

    Obrigada, Laila. Espero que goste dos outros textos também. Estarei sempre postando temas novos. É só acompanhar. Bjs

    ¬ Responder

Comentários - O Tempo Passa Para Você?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios