Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > As sociedades secretas

As sociedades secretas

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 2
As sociedades secretas

Tem sido nos últimos cinco anos um assunto cada vez mais falado e alvo de grande especulação, a existência e o poder das sociedades um pouco por todo o mundo. Este assunto, que já a muito é falado teve um provável renascer graças a autores como, Dan Brown e outros que usaram este tema como base de complexas tramas e conspirações nos seus romances.

As sociedades secretas sempre existiram e sempre existiram, devido a um simples e inerente facto que o ser humano tema a necessidade de se encontrar com pessoas que considera estarem ao seu nível (intelectual e/ou financeiro), esta necessidade vem de uma necessidade extrema de sentir que pertence a algo maior e que não está sozinho neste mundo. A diferença ente uma sociedade secreta e outro qualquer restrito tipo de grupo de pessoas e outras elites, é que as sociedades secretas a que nos referimos sentem a necessidade e acham-se capazes de controlar as massas das quais são responsáveis ou sobre as quais têm algum tipo de influência, em que sigam o caminho que designam.

Estas são as grandes arquitetas da civilização moderna segundo muitos defendem. Há quem diga ainda que o mundo é total dominado por estas mesmas, e que o ser humano comum não passa de um peão nas suas mãos e artimanhas sedentas de poder e controlo sobre os estado do mundo, e que é tudo uma forma de conseguirem implementar uma Nova Ordem Mundial.
Os seus braços esticam-se pelas mais diversas áreas, a comunicação social, politica, economia e educação, tendo assim a capacidade de moldar a mente humana para que a transicção para o mundo futuro que tanto pretendem ser lordes e senhores.




A francomaçonaria, os Rosa Cruz e os Illuminatti, são as que permanecem na boca do povo, mas na realidade, a que mais membros tem é a Maçonaria, sendo que os Rosa Cruz não passam agora de um simples club de culto e os Illuminatti não passam de um romance escrito a centenas de anos a atrás, que as pessoas gostam de referir para justificar a sua cada vez mais, crescente paranoia e necessidade de justificar aquilo que temem.

Alguns políticos (Bush, Obama e Sarkozy, Durão Barroso), grandes empresários (Bill Gates, Francisco Pinto Balsemão), cantores (Rihanna, Beyoncé, Jay-z e Kanye West) e até mesmo, atores são nomeados volta e meia como membros destas e outras sociedades secretas, mas á que saber distinguir teorias da conspiração da realidade. As teorias e teoristas de conspirações são pessoas que têm a necessidade de fazer sentido do mundo em que vivemos pois, não têm a capacidade de perceber que o mundo e as pessoas que nele habitam são apenas como são, e que não existe uma força/elite maior de pessoas que nos controlam.

Em Portugal e nos Estados Unidos a que mais poder tem e que de secreta não tem nada é mesmo a francomaçonaria, então porquê chama-las de sociedades secretas? Secreta porque é proibido aos seus membros (em algumas casas maçons) divulgar a sua condição de sócio pertencente a estas antigas artes que incorporam (não todas), ensinamentos alquímicos e herméticos do antigo ocultismo e paganismo.
Portanto quando ouvir falar de sociedades secretas, saberá pelo menos que uma realmente existe, mas que não passa de um grupo de homens de poder que gostam deste tipo de reuniões, pensando que serão os senhores do mundo, quando na realidade, ninguém o é.


Bruno Jorge

Título: As sociedades secretas

Autor: Bruno Jorge (todos os textos)

Visitas: 2

671 

Comentários - As sociedades secretas

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios