Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > As Verdes Colinas de África

As Verdes Colinas de África

Categoria: Literatura
Visitas: 2
As Verdes Colinas de África

«As Verdes Colinas de África» é um clássico da literatura de Ernest Hemingway. As 252 páginas desta publicação da editora Livros do Brasil proporcionam, à semelhança do comum das obras do autor, uma viagem fantástica por paragens longínquas e pela respectiva cultura a partir da comodidade do sofá da sala. Trata-se de uma “imagem de marca” de um escritor que, não obstante ter granjeado o Prémio Nobel da Literatura em 1954, prima pela simplicidade de escrita, sem grandes artifícios ou rodeios, e pela sua capacidade de fascinar o leitor e de o prender à história.

Este romance encontra-se dividido em quatro partes («Caça e conversa», «Caça recordada», «Caça e derrota» e «Caça e felicidade») e traduz um dos temas mais apaixonantes para Hemingway: as caçadas aos grandes mamíferos africanos. Os palcos das suas narrativas são quase invariavelmente o Quénia e a Tanzânia.

A particularidade deste livro é que retrata um safari realmente levado a cabo pelo seu obreiro, no decorrer dos anos 30 do século xx, com descrições na primeira pessoa da perseguição a rinocerontes, leões, búfalos e antílopes. Nele são narradas três caçadas com sucesso (aos três primeiros animais referidos) e uma quarta que, apesar de longa, não aporta os frutos esperados. Embora constitua um volume fundamental para os apreciadores da caça e os entendidos nesta matéria, a produção «As Verdes Colinas de África» é uma boa opção de leitura mesmo para quem não patenteie interesse pelo assunto das caçadas, porque, mormente na secção «Perseguição e conversa», Hemingway faz uma análise da sua vida de escritor com invulgares profundidade e franqueza.

Em acréscimo, esta produção literária manifesta uma insuspeita competência de Hemingway para a autocrítica. De facto, o autor perscruta neste livro as motivações de Hemingway, a personagem, e tece comentários muito pouco abonatórios à atitude infantil deste em querer demonstrar os seus atributos e provar que é melhor do que o seu amigo Karl, ânsia que quase comprometia irreversivelmente o extraordinário espírito de aventura.

O grande grosso dos contos de Ernest Hemingway acontece fora dos Estados Unidos, onde nasceu, sintoma inequívoco da sua paixão por conhecer outros países e civilizações diferentes. As informações e experiências compendiadas dão, posteriormente, origem a obras como «As Verdes Colinas de África». Desprovido de pretensões, o livro relata de forma realista o resultado de uma vivência, também ela, real. Para os verdadeiros artistas das palavras, como Hemingway, este é um talento inato que não dá para explicar nem imitar.


Maria Bijóias

Título: As Verdes Colinas de África

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

696 

Imagem por: anoldent

Comentários - As Verdes Colinas de África

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Contador de moedas

Ler próximo texto...

Tema: Material Escritório
Contador de moedas\"Rua
O mundo dos negócios exige um grande dispêndio de energia e muitas horas de trabalho. No entanto hoje já é possível fazer recurso da alta tecnologia para poupar tempo e dinheiro. O recurso às funções do computador para o comércio facilita e atrai muitos clientes para empresas e comerciantes. No que diz respeito a contas é possível fazer uma contagem rápida e eficaz do dinheiro, sem passar horas a contar e com o risco de engano. É por isso que cada vez mais pessoas ligadas a negócios e serviços optam por adquirir um contador de moedas. Deste modo sabem que poupam tempo e não falham na sua contagem.

Dos inúmeros equipamentos que a alta tecnologia põe ao dispor, este é sem dúvida um equipamento que beneficia em muito o trabalho de muita gente. Por ser pequeno é muito cómodo e exige pouco espaço, ou melhor pode ser colocado em qualquer lugar.

Torna-se evidente que as novas tecnologias vieram para simplificar a vida e trazem muitas vantagens, rentabilizam e poupam tempo. No caso do contador de moedas, sem enganos, falhas e complicações. É o ideal para ter num escritório de uma empresa, em escolas, cafés, pastelarias, salões de jogos, bancos, cinema, serviços financeiros e de tesouraria e outros ligados a serviços públicos e privados.

Em resumo, se está ligado a qualquer trabalho de comércio ou serviços pode poupar muto tempo e problemas apenas colocando um equipamento destes no seu espaço de trabalho. As suas vantagens são inúmeras, em especial: permite realizar uma contagem rápida das moedas dividindo-as e fazendo a sua soma, conta o total das moedas, o valor total em cada tipo de moedas e a quantidade de todas as moedas.

Contem e separa no mínimo duzentas e vinte moedas por minuto, sem erro, conta e separa tudo no mesmo equipamento, permite alimentar o aparelho com quantidades entre as trezentas e quinhentas moedas de cada vez e continuar a adicionar mais moedas enquanto está a contar. Além disso o aparelho pode ser programado para separar um número de moedas predeterminado.

O seu design é bastante inovador e resistente. Os materiais de elevada qualidade, de fácil ligação e paragem automática.

Possui uma elevada funcionalidade, baixo consumo (70W), pouco peso, aproximadamente quatro kg, velocidade ultra rápida, pequena dimensão e estão todos certificados pela EU. Deste modo também possuem garantia, são fáceis de usar e de arrumar.

As suas funções práticas permitem que o contador de moedas possa estar em qualquer lugar.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Contador de moedas

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Imagem por: anoldent

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios