Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos
  1. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Alimentação

    Um assado cai sempre bem. Tal como a sua gordura nas paredes do forno. Por mais voltas que se dêem, não há maneira de engendrar uma qualquer receita no forno cujo molho não respingue em todas as direcções. Pode mesmo dizer-se que é a pior parte da refeição, que constitui uma sobremesa nada prazeirosa. Embora já se tenham inventado o que se considera como milagres anti-gordura, o certo é que de limpar não livram. E se em casa é o que é, imagine-se os segredos (compactos) que terão para contar os fornos de restaurantes, cantinas e afins. Serão, provavelmente, várias camadas de película gordurosa, incrustada, que...
    ler mais...
  2. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Electrodomésticos

    Quem dera às mulheres da pré-história terem um fogão e às do tempo presente fazê-lo desaparecer… Não há dúvida de que os fogões vieram facilitar, e muito, o trabalho de cozinhar. Mas também ninguém contesta que “trabalho” é exactamente a palavra que torna os fogões tão abomináveis por parte de algumas pessoas. Para além de serem palco de façanhas nem sempre bem sucedidas… Nalguns casos, até um simples ovo pode ser o mote para o ódio tórrido àquele aparelho que parece lançar apelos esquisitos de cada vez que se passa por ele. E ainda por cima comem-se tantas vezes por dia! E depois é preciso...
    ler mais...
  3. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Electrodomésticos

    Há quem chame à mulher que tem em casa “aspirador”, porque faz desaparecer tudo (coisas que normalmente não têm interesse nenhum…), mas aqui trata-se de aspiradores verdadeiros, genuínos, daqueles que se ligam à corrente, ou funcionam com bateria, para remover pó, ácaros e outras sujidades das superfícies. Os aspiradores vieram decretar, na maioria dos ambientes, a aposentação das vassouras e, em variadíssimas circunstâncias, o aumento da longevidade destas. Torna-se incrivelmente mais higiénico e eficaz fazer uso do aspirador do que da vassoura. Além do mais, como se provaria à vizinha de baixo que se limpa a...
    ler mais...
  4. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Electrodomésticos

    Grandiosas invenções, os frigoríficos e as arcas vieram poupar espaço aos fumeiros e permitir uma decoração mais gélida, diga-se assim, das esquinas das cozinhas, marquises, e outros recantos onde se consigam enfiar estes aparelhos de frio. De facto, considera-se quase sempre desproporcional a área que ocupam e a capacidade de arrumação que propiciam. Não obstante, é indiscutível a sua utilidade e até versatilidade. Apesar das baixas temperaturas que possibilitam, não se pode declarar que estas sejam máquinas sem coração. De outra forma, a que palpitar se deveria a barulheira que, de vez em quando, acorda toda a gente...
    ler mais...
  5. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Electrodomésticos

    Longe vão os tempos em que se desenvolvia músculo a bater massas de bolos, ou outras, com uma colher de pau, frequentemente pesada e obstinada, em recipientes que teimavam em escorregar, não raras vezes, para o meio do chão. As batedeiras vieram amenizar esta árdua tarefa, exigindo apenas o esforço de as ligar à corrente. Também, são apenas batedeiras, não são robots, pelo que não se pode esperar que tomem a iniciativa de saltar por si próprias para a tomada… Largaram-se as colheres de pau infectas, cuja madeira albergava colónias incontáveis de microorganismos prontinhos a ser ingeridos, e até os sonhos de Natal...
    ler mais...
  6. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Alimentação

    A moda dos congelados veio para ficar. Ainda há quem lhes seja um pouco reticente, por temer que a frescura possa sair beliscada, mas a maioria das pessoas já não apresenta grandes dúvidas acerca da qualidade destes produtos (ou então não tem sequer tempo para pensar no assunto…). E, de qualquer forma, qual seria a alternativa? A malta ia, por acaso, voltar aos processos de secagem e de salga para conservar? E o que dizer da facilidade e rapidez das refeições pré-cozinhadas? Atestam os especialistas que a congelação conserva as características dos alimentos, assim que se forem frescos, essa qualidade manter-se-á; se se...
    ler mais...
  7. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Alimentação

    Com alto teor de fibras e vitaminas, as frutas são dos alimentos mais apregoados. É claro que as recomendações vão no sentido do produto fresco, o que deveria ser explicitado a alguns produtores, ou intermediários, que colocam frutas muito bonitas no cimo das caixas e, por baixo, sobressai um líquido indicador de tudo menos de frescura…! Uma alimentação rica em frutas é um seguro de vida mais saudável e com qualidade superior. Será por isso que o povo atira tomates aos políticos quando as coisas não correm de feição? Poderá a mensagem aí implícita revelar algo do género: «Tratem da nossa saúde senão tratamos...
    ler mais...
  8. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Beleza

    Os produtos naturais têm vindo a conquistar uma fatia de mercado progressivamente crescente. Exaltadas as suas inigualáveis características e benefícios, não estavam, contudo, ao alcance da maioria das pessoas, quer pelo preço, quer pela falta de informação. Todavia, a sua disseminação foi tal, que se assiste, actualmente, a uma verdadeira imposição destes produtos, com soluções tão sofisticadas que são, praticamente, mais naturais do que as próprias necessidades…! Começou como uma espécie de febre das mulheres, mas os homens rapidamente se renderam e, depois de experimentar, o que não falta para aí agora são...
    ler mais...
  9. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Alimentação

    Nos tempos que correm, muito se fala da protecção que o peixe confere às células do organismo humano, para além de se enumerarem as suas enumeráveis vantagens no que respeita ao desenvolvimento cognitivo e intelectual das crianças. Ora, verifica-se aqui um conflito de interesses: por um lado, os mais novos querem sempre crescer, ser fortes e inteligentes, por outro recusam-se terminantemente a comer peixe. Ainda por cima, costuma dizer-se que «o peixe não puxa carroça». Havia de ser bonito… Como puxaria ele a carroça fora de água?! E não consta que haja alguma com barbatanas… Independentemente do que puxe a...
    ler mais...
  10. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Alimentação

    A comida em geral, e os doces em particular, constituem o primeiro ansiolítico de qualquer indivíduo. Faz parte da natureza humana. Também há quem coma unhas, é certo, mas um docinho cai muito melhor… Seja como for, é bastante raro encontrar alguém que não goste de doces. Mesmo aqueles que os evitam, normalmente até são mais aquelas, têm de desviar o olhar para conseguir resistir; no fundo, sabem que não suportariam um confronto directo. Ainda assim, não querem deixar de trabalhar para a “linha”. A questão é que se pode trabalhar para a “linha” de diversas maneiras: estreitar, manter, alargar, … Por...
    ler mais...
  11. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Alimentação

    Quando se fala de carnes, a memória apontará ainda para a doença das vacas loucas, a gripe das aves (sendo certo que, sobretudo, em determinadas alturas do ano há para aí muita ave rara com gripe…), a doença da língua azul, entre outros eventuais factores de risco ou, pelo menos de susto. Ainda assim, o consumo de carne tem vindo a aumentar exponencialmente, o que levanta, inclusive, algumas questões ambientais. Já para não dizer que a ingestão desmesurada de carnes tem, inevitavelmente, implicações em termos de saúde. Os níveis de colesterol, que acabam por constituir um registo fidedigno do “gordurómetro”...
    ler mais...
  12. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Alimentação

    De aroma apetecível e raiz histórica mensurável, o café satisfaz, desde tempos imemoráveis, o paladar e o desejo de cafeína das pessoas de todos os estratos sociais e condições económicas. Não é possível afirmar que seja distintivo desta ou daquela classe de indivíduos, porque encontra fãs em representantes de todas elas. É impressionante o efeito que os pequenos grãos de café provocam. E a relevância que se lhe dá. Em congressos, conferências e seminários até se instituiu o coffee break. Não se pensou num cake break (sendo que, por norma, os bolos acompanham o café e “matam o bicho” ou calam o “rato”...
    ler mais...
  13. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Alimentação

    Se, como dizem, o vinho é o “néctar dos deuses”, há para aí muita gente a querer fazer-lhes concorrência. Ou a pretender experimentar o gostinho do divino... as rosáceas não deixam margens para dúvidas: os vinhos estão, como sempre estiveram, na moda e encontram-se presentes na vida quotidiana de variadíssimas personalidades insignes e de ilustres desconhecidos. Digam o que disserem, o certo é que estas dádivas das videiras têm de ser sobremaneira importantes e apresentar grandes fluxos de movimentos; de contrário não se justificaria a existência de um deus unicamente destinado ao sector dos vinhos: Baco (da mitologia...
    ler mais...
  14. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Outros

    As bebidas alcoólicas são requisito essencial numa mesa de requinte, sobretudo se for de festa. Menos requintadas são as figuras de alguns dos convidados após o encontro com as garrafas. Eles dançam, cantam, choram, discursam e… até revelam segredos, normalmente envoltos em muita saliva, dirigida a alta velocidade na direcção do interlocutor. Mais tarde, vem o arrependimento, sim porque o álcool não apaga tudo… As bebidas alcoólicas têm bastante sucesso também fora de ambientes sofisticados. Os cafés, bares, discotecas e mesmo tabernas constituem, igualmente, locais privilegiados de espectáculos originais, gratuitos...
    ler mais...
  15. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Electrodomésticos

    Já lá vão os tempos em que uma tábua de madeira e uma barra de sabão faziam milagres no branqueamento e limpeza do vestuário. Agora não há água fria da ribeira nem sol que suplantem os benefícios das máquinas de lavar roupa. As pessoas mais antigas mostram-se ainda um pouco cépticas quanto à semelhança da eficácia, mas as rotinas quotidianas e todo um conjunto de novas lides, que entretanto se foram instalando, não se compadecem com estas comparações. Na verdade, basta escolher o programa adequado e fazer uma minuciosa separação por cores e tecidos e tudo correrá bem. Para além de que espremer só mesmo o...
    ler mais...
  16. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Máquinas

    A máquina é um conjunto de mecanismos que o homem construiu, para que possa realizar uma ou diversas funções de carácter produtivo. As máquinas começaram por ser constituídas por elementos simples para mais complexos, sendo accionadas pelo homem ou por outros meios por ele utilizado. As primeiras máquinas que existiram eram feitas de madeira e construídas por artesãos. Conforme as máquinas se iam tornando mais complicadas, começaram a surgir as primeiras fábricas. O equipamento produtivo cresceu em volume, em quantidade e em complexidade, o que levou à existência de oficinas especializadas no fabrico de máquinas...
    ler mais...
  17. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Vestuário

    O uso de vestuário é indispensável pela maioria das pessoas, especialmente em lugares públicos. Inicialmente serviam apenas para cobrir certas partes do corpo, hoje é também um símbolo de vaidade, pois reflecte traços culturais e sociais da pessoa. Diferentes peças de vestuário são usadas em diferentes ocasiões, lugares e épocas. No quotidiano as pessoas usam roupas práticas, mas que também as façam sentir-se atractivas, tudo depende de um gosto próprio. A moda tem ditado os estilos ao longo do tempo, só que nem todos as seguem. A globalização tem vindo a formatizar a forma de vestir, com o aparecimento de grandes...
    ler mais...
  18. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Materiais Construção

    Construir algo significa juntar diferentes elementos para formar um todo, ou seja, edificar. Quando se pensa em construir uma casa, há que ter consciência do que isso implica e como tal, muitas são as decisões a tomar. Para que a casa ganhe forma há que recorrer matérias de construção necessários ao que se pretende e atenção que estes materiais apresentam diversas opções, há que escolher o mais adequado e o que esteja de acordo com a disponibilidade monetária. O tijolo, a telha, o cimento, areias, isolamentos, tintas, são apenas uma amostra de diferentes matérias de construção que são necessários na construção de...
    ler mais...
  19. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Ferramentas

    Podemos dividir as ferramentas em dois, nas manuais e nas eléctricas, cada qual destinada a uma função específica. O certo é que o aparecimento de ferramentas veio facilitar a vida ao homem, ajudando-o a realizar determinadas tarefas. Há ferramentas para com as mais diversas funções, desde pregar um prego, a escavar um buraco, as ferramentas têm vindo a assumir um papel determinante nas sociedades. O evoluir dos tempos tem permitido um aperfeiçoamento das características das ferramentas e o mais comum é começarem por ser manuais, mas rapidamente são adaptadas a um nível eléctrico, aumentando a eficácia da função e...
    ler mais...
  20. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Vestuário

    Os lendários vestidos de cerimónia povoam os sonhos das mulheres em geral e os das “gatas borralheiras” em particular. Quantas vezes as órbitas não ficam mais salientes e as pupilas dilatadas ao vislumbrar numa revista cor-de-rosa ou num programa televisivo de coscuvilhice ao mais alto nível, o protótipo ideal (ainda para mais quando o recheio – a pessoa que o enverga – possui formas invejáveis)? Os pares, que normalmente gozam do privilégio de custear os ditos vestidos de cerimónia, parece que voltam à primeira infância, babando por todos os lados quando alguém tem o discernimento, ou a ironia, de exaltar as...
    ler mais...
  21. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Antiguidades

    Possuir uma antiguidade é sempre uma oportunidade aguardada por quem procura objectos de valor, raridades, peças de colecção ou simplesmente peças antigas, mesmo sem valor monetário, pelo simples gosto de possuir o que já não se faz hoje. A melhor maneira de ter acesso a antiguidades é através de feiras que vão sendo feitas, mas mais facilmente através de lojas especializadas ou então através de vendas ou leilões na internet. Porém, este é um negócio que também tem vindo a ser alvo de tráfico, atingindo valores bastante elevados. Difícil de precisar, mas actualmente o tráfico de antiguidades deve movimentar a...
    ler mais...
  22. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Animais Estimação

    Um animal de estimação é um animal que foi domesticado para conviver com os seres humanos, com o intuito de oferecer divertimento ou companheirismo. Os mais populares animais de estimação são os cães e gatos, porém já se começam a adoptar outros animais, tais como coelhos anões, hamsters, esquilos, camaleões e imagine-se só, até há quem já tenha cobras em casa. Ter um animal de estimação é um acto que deve ser bem ponderado, não devendo ser encarado como um capricho. Há que ter em conta que os animais também têm necessidades e precisam da nossa atenção. Assim, pense bem se tem disponibilidade para assumir...
    ler mais...
  23. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Decoração

    Quadros e fotografias são a melhor forma de guardar memórias. Uma boa moldura faz a diferença. Esta arte encontra a sua origem na época da Renascença, quando as artes atingiram o seu apogeu. O bambu é um dos materiais mais usado para as molduras. Molduras de bambu verdadeiras são feitas à mão e disponível em variedade abundante, personalizando o seu quadro ou fotografia de forma única, sendo que uma das características é conferirem o tom exótico típico da sua origem. Os quadros e fotografia merecem ser protegidos e o bambu protege tanto da luz como da humidade, assim como do toque constante. A madeira de bambu, após...
    ler mais...
  24. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Decoração

    As plantas sempre foram um dos principais motivos de decoração. Nos dias de hoje existem plantas artificiais fabricadas em diferentes matérias que são réplicas fiéis das verdadeiras. Desta forma temos a vantagem de poder ter em casa plantas que são características de qualquer tipo de clima sem correr o risco de não se adaptarem e sem a dedicação que as plantas naturais necessitam, tornando-as mais económicas. Podemos também tal como as plantas, ter flores e árvores artificiais do tamanho, forma e espécie que mais se adapta ao nosso gosto e criar as nossas próprias espécies. Para quem não tem tempo nem tempo para...
    ler mais...
  25. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Saúde

    Desde o século V a.c. que se fala de saúde através de Hipócrates, tido como o pai da medicina. No final do século XVIII descobriu-se a vacina antivariólica, no século seguinte surgiram modernas concepções de saúde pública, em 1875 descobriu-se a microbiologia e em 1940 surgiram os antibióticos, uma das maiores descobertas do século XX. Ao longo dos séculos muitas foram as doenças que ensombraram os povos, tais como a peste, a tuberculose, mas apesar de terem sido períodos negros, contribuíram para a pesquisa e descoberta de formas de combater as doenças. No fundo os humanos foram durante décadas as cobaias mais...
    ler mais...
  26. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Electrodomésticos

    Indispensáveis a qualquer dona de casa, os ferros de engomar são protagonistas de uma ingrata acção, que proporciona inigualáveis dores nas costas. Bom, mas isso consta mais do antigamente, quando eram de ferro e trabalhavam a carvão. Hoje em dia, acompanham a tendência light e diminuíram de peso (já não dão para desenvolver musculatura tão rija). Ainda assim, e dependendo do número de horas da tarefa, da eficácia da voltagem, da resistência dos vincos e da habilidade de quem os maneja, os ferros de engomar podem ser encarados como temíveis inimigos, que auguram períodos de tempo perfeitamente recusáveis. Contudo, a...
    ler mais...
  27. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Publicidade

    A Publicidade nasceu com a Revolução Industrial e com o advento dos grandes meios de comunicação e de transportes, porém as suas raízes mais profundas levam-nos a épocas remotas, muito antes de existir o próprio termo. A forma mais comum foi o uso do pregão, espontâneo e oral, que servia para chamar a atenção das pessoas para a venda de escravos, gado e outros produtos. Posteriormente foi ultrapassada com o surgimento dos jornais em Inglaterra, já que estes eram usados como meios publicitários, promovendo livros e jornais, como sendo os patrocinadores. Surgiu também por esta altura a publicidade enganosa, havendo de...
    ler mais...
  28. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Electrodomésticos

    Quando apareceram, os microondas revolucionaram a rotina das cozinhas que os acolhiam. Constituíam o último grito da tecnologia, por assim dizer, porque não consta que berrassem, e davam como que uma carta de alforria às donas de casa, que viam, deste modo, reduzida a duração do encosto da sua barriga no fogão. Permitiam descongelar, amornar, seleccionar temperaturas e tempos de cozedura, e mesmo estufar, assar ou gratinar de forma muito mais rápida, eficaz e, de algum modo, limpa. Depois, foram-se-lhe descobrindo outras funcionalidades, mais adaptadas às contingências dos tempos modernos, como por exemplo o aquecimento dos...
    ler mais...
  29. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Mobiliário

    A história do mobiliário começa a partir do momento em que o Homem deixa de ser nómada, isto é, a partir do momento em que passa a ter uma habitação fixa. Assim, o mobiliário foi evoluindo ao longo dos tempos, consoante as necessidades humanas, a capacidade técnica e a sensibilidade estética. A sua caracterização varia conforme a região, a época e os materiais existentes. Com o passar do tempo foram surgindo diversos tipos de estilos que se inserem nos grandes movimentos da história da arte. Podemos assim destacar alguns períodos, tais como, o mobiliário da antiguidade, o da idade média, o do renascimento, o do...
    ler mais...
  30. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Imóveis Venda

    Com o desenvolvimento da agricultura e domesticação dos animais, na época do Neolítico, os homens deixaram de ser nómadas e passaram a ser sedentários, com habitação fixa. Desde então que o Homem tem necessidade de ter habitação própria. A construção civil ganhou destaque assim como o mercado imobiliário. A venda de imóveis tem vindo a crescer, mas neste momento encontra-se em crise. O crescente aumento da taxa de juro tem levado a uma crescente desvalorização dos imóveis, o que se traduz numa menor aquisição de casas. Quando ter um imóvel para venda era uma mais-valia económica, hoje deu-se um reverso, porque com a...
    ler mais...

    Pesquisar mais textos: