Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Micose como prevenir e proteger

Micose como prevenir e proteger

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 18
Comentários: 17
Micose como prevenir e proteger

Saiba que se você se prevenir de micose, dificilmente ela lhe ataca, mais como saber? O ambiente perfeito para a proliferação dos fungos é a umidade e o calor, é um ambiente para se alojar na pele, e nas unhas, causando infeções e incômodas e resistente. Como aprender a barra esses hóspedes indesejáveis que durante o verão eles deitam e rolam. Todos nos podemos ter esses fungos indesejáveis principalmente nos dias quentes, a frieira, ou melhor, pé de atleta, é uma das micoses mais comum, e sempre ataca entre os dedos. E os principais diagnósticos é infeção fúgica, os especialistas costuma classificar as tais infeção em superficial ou profunda.

Com o calor, umidade, pouca luz, favorece o crescimento de fungos, Já as micoses profundas acontecem em pessoas que apresentar grave deficiência imunológica. É o caso de pacientes com câncer, ou internados em UTI que são alvos fáceis do micro-organismo e pode invadir órgãos interno e pode causar a morte.

A micose superficial ela atingem pele e unhas, não trás maiores riscos a saúde, mais deve ser tratadas para não comprometer a qualidade de vida. A micose começa como um problema estético, como coceira, inflamação ou escamação da pele, deforma as unhas e se não for tratada adequadamente, pode ficar dolorida e incômoda, nos pés é a porta de entrada para infeção bacteriana. Já os diabéticos devem ter cuidados especiais, pois são suscetíveis a ferimentos e infeções graves.

A maioria das micoses de pele e unhas, o fungo é adquirido após contato com o chão, um vestuário contaminado, ou toalhas de uma pessoa infetada, ou por meio de instrumentos de manicure não esterilizados, é necessário não só os instrumentos serem esterilizado como lixas de unhas, espátulas, ou o palito de madeira, o ideal é ter seu próprio material, e não retirar totalmente a cutícula, que protege as unhas. É bom usar roupa intima e meia de algodão, pois deixa a pele respirar livremente e não retêm o suor, evite tudo que abafa o pé e os faça transpirar como o tênis e as sandálias de plásticos. O ideal é não usar os sapatos por dois dias seguidos, e colocados em lugar arejado, para quem adora bricolagem o ideal é usar luvas para evitar a contaminação por fungos existentes no solo.

Na boca a levedura cândida albicans, causadora da candidíase afeta as mucosas, a infeção bucal, chamada de sapinho em bebês, produzindo placas brancas de aspeto cremoso e muito dolorido. Já na vagina os sintomas são coceiras, queimação e secreção branca ou amarelada. A micose de praia é um nome popular de pitiríase versicolor e é causada pelo fungo malassezia furfur é um habitante natural da pele, mais saibam que não é da praia que se pega esse fungo, mais do calor e a oleosidade que provocam multiplicação e fazem surgir manchas que variam do branco ao castanho, tornando mais evidente com o bronzeado. Na virilha, e nas dobras sob as mamas e entre os dedos fica uma lesão de cor avermelhada, e escamação e coceira costuma ser os sinais das micoses cutâneas superficiais, elas são provocadas por uma imensa variedade de fungos e atinge os locais que tem mais calor e umidade.


Waldiney Melo

Título: Micose como prevenir e proteger

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 18

794 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 17 )    recentes

  • Wallace RandalWallace Randal

    20-09-2012 às 16:42:12

    Olá Waldiney, muito obrigado pelas dicas! Além de micose ser muito desconfortável, deixa a pele com uma aparência nada agradável. Por isso é necessário tomar medidas de prevenção e cuidado, sempre co m a devida higiene e suavidade, para não agredir mais ainda a região afetada. No seu texto, gostei muito, pois foi esclarecedor, do parágrafo em que você cita os tipos de micose. Não sabia que tinha tantas!

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    20-09-2012 às 15:36:51

    A micose tem prevenção para que não lhe atinja com coceira e outros malefícios. Ela ocorre geralmente através de bactérias e causa infecções dolorosas. Nós devemos nos proteger e tomar muitos cuidados, principalmente andar sempre calçado e em lugares limpos e conservados. As vezes, é difícil combater, mas sempre que der é não relaxar. Esses cuidados citados no texto tem sido muito útil e proveitoso, se nós não queremos sofrer, o melhor mesmo é prevenir.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    20-09-2012 às 10:58:32

    Sabia que o corpo e os pés devem ser bem secos ao invés de dar uma secadela à pressa com a toalha?.Este gesto descuidado pode resultar numa micose ou pé de atleta porque o corpo ficou húmido e atraíu bactérias ou vírus.Deve limpar-se muito bem entre os dedos dos pés, axilas e seios pois são zonas que retêm a humidade.

    ¬ Responder
  • Gabriela TorresGabriela Torres

    20-09-2012 às 02:00:23

    É fundamental lavar e enxugar bem o corpo todo.Para que esse não venha sofrer com problemas causados por essa falta de higiene.É de extrema importância também evitar piscinas públicas,porque elas podem estar contaminadas.

    ¬ Responder
  • Lucas SouzaLucas Souza

    19-09-2012 às 17:02:33

    Belas dicas Waldiney, esse pequeno incômodo que se instala em nossos pés causam coceiras insuportáveis. Infelizmente já fui sortudo em ter esse “probleminha” em épocas que usava sapato por muito tempo. Consegui curar e nunca mais tive, aprendi como prevenir e evitar esses fungos que causam tanta dor de cabeça e coceiras. É uma alergia simples, mas pode causar muito transtorno e desconforto para qualquer pessoa que a possuir. Obrigado pelas informações e bom trabalho!

    ¬ Responder
  • Carla HortaCarla Horta

    19-09-2012 às 13:49:18

    Boas dicas e informação muito útil. As micoses aparecem muitas vezes sem terem motivo aparente e a prevenção nem sempre dá resultado, tendo logo que passar para o tratamento. Muitas podem ser as causas e por vezes difíceis de identificar. Bom texto este.

    ¬ Responder
  • Daiany Nascimento

    19-09-2012 às 12:30:48

    Olá Waldiney, gostei das dicas que pude encontrar neste artigo, apesar de nunca ter sofrido com este tipo de problema. Mas, como nunca é demais prevenir, logo passarei a ter mais cuidados para evitar sofrer com este problema, conheço pessoas que já tiveram micose e realmente não é algo nada agradável. Agora também poderei ajudar as outras pessoas a como prevenir e se proteger da micose, ainda mais agora nesta época quente aqui no Brasil.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    19-09-2012 às 00:30:56

    Apreciei as suas dicas, ainda que a micose nem sempre seja possível de prevenir. Há inclusivamente relatos de pessoas que são infetadas na praia, geralmente nos pés. Mas obviamente que há locais e comportamentos mais propícios ao contágio. Para além disto, a micose, ainda que não seja difícil de tratar, é difícil de erradicar. Ou seja, tem tendência para regressar, como acontece com a maioria dos fungos. Só com tratamento metódico se resolve o problema.

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    18-09-2012 às 19:08:28

    Já tive problemas sérios com micoses. Quando era criança então, nem se fala. Isso acontece por conta de bactérias que se instalam em nosso corpo, nos coçando o tempo todo e é necessário tratá-lo rapidamente. A prevenção tem que ser feito e como foi muito bem colocado em seu texto. Temos de nos proteger, pois eles podem causar até doenças bem perigosas em nosso corpo. Geralmente, a micose ocorre nos pés, por causa da terra.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    18-09-2012 às 16:52:27

    As micoses surgem em virtude de não se seguirem á risca os cuidados de limpeza e secura do corpo e pés.A humidade e a transpiração dão origem à proliferação de vírus e bactérias que por sua vez originam as micoses, pé de atleta e infeções.A melhor maneira de evitar a prolifeferação de germes ou bactérias é tomar um banho diário e secar bem o corpo todo com uma toalha absorvente.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoElisa

    09-08-2012 às 00:00:43

    Estou fazendo um trabalho de ciencias e esse site me ajudou muito

    ¬ Responder
  • LarissaLarissa

    11-07-2010 às 21:04:12

    oh isso nao mi ajudou em nada procure colocar cada tema em seu lugar certo!!
    obrigada

    ¬ Responder
  • maria claramaria clara

    30-06-2010 às 03:15:53

    estou muito satisfeita com as informaçoes!!!
    OBRIGADA!!!

    ¬ Responder
  • CálitaCálita

    16-06-2010 às 19:24:23

    Olha estou fazendo um trabalho de ciências e ñ me ajudou em nada do q eu queria proucurem botar o q as pessoas perguntam em lugares certos.

    Obrigado!!!

    ¬ Responder
  • Autor(a): MyleeeAutor(a): Myleee'

    18-05-2010 às 00:54:18

    Olha estou fazendo un trabalho, un TD de ciências só sobre MICOSE , e achei tuuudo aqui, brigada por faz o site ;)

    ¬ Responder
  • suelisueli

    16-04-2010 às 01:12:24

    me mande mais reportagens

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãolucas

    19-06-2009 às 16:17:26

    adorei este site q me ajudoiu no questionario sobre micoses

    ¬ Responder

Comentários - Micose como prevenir e proteger

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Ex-Machina e a máxima: cuidado ao mexer com os robôs.

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: DVD Filmes
Ex-Machina e a máxima: cuidado ao mexer com os robôs.\"Rua
Este texto irá falar sobre o filme Ex_Machina, nele podem e vão ocorrer Spoillers, então se ainda não viram o filme, vejam e voltem depois para lê-lo.

Impressões iniciais:

Ponto para o filme. Já que pela sinopse baixei a expectativa ao imaginar que era apenas mais um filme de robôs com complexo de Pinóquio, mas evidentemente que é muito mais que isso.

Desde as primeiras cenas é possível perceber que o filme tem algo de especial, pois não vemos uma cena de abertura com nenhuma perseguição, explosão ou ação sem propósito, típica em filmes hollywoodianos.
Mais um ponto, pois no geral o filme prende mais nos diálogos cerebrais do que na história em si, e isso é impressionante para o primeiro filme, como diretor, de Alex Garland (também roteirista do filme). O filme se mostrou eficiente em criar um ambiente de suspense, em um enredo, aparentemente sem vilões ou perigos, que prende o espectador.

Entrando um pouco no enredo, não é difícil imaginar que tem alguma coisa errada com Nathan Bateman (Oscar Isaac), que é o criador do android Ava (Alicia Vikander), pois ele vive isolado, está trabalhando num projeto de Inteligência Artificial secreto e quando o personagem orelha, Caleb Smith (Domhnall Gleeson), é introduzido no seu ambiente, o espectador fica esperando que em algum momento ele (Nathan) se mostrará como vilão. No entanto isso ocorre de uma forma bastante interessante no filme, logo chegaremos nela.

Falando um pouco da estética do filme, ponto para ele de novo, pois evita a grande cidade (comum nos filmes de FC) como foco e se concentra mais na casa de Nathan, que fica nas montanhas cercadas de florestas e bastante isolado. Logo de cara já é possível perceber que a estética foi pensada para ser lembrada, e não apenas um detalhe no filme. A pesar do ambiente ser isolado era preciso demonstras que os personagens estão em um mundo modernizado, por isso o cineasta opta por ousar na arquitetura da casa de Nathan.

A casa é nesses moldes novos onde a construção se mistura com o ambiente envolta. Usando artifícios como espelhos, muitas paredes de vidro, estruturas de madeira e rochas, dando a impressão de camuflagem para a mesma, coisa que os ambientalistas julgam favorável à natureza. Por dentro se pode ver de forma realista como podem ser as smart-house, não tenho certeza se o termo existe, mas cabe nesse exemplo. As paredes internas são cobertas com fibra ótica e trocam de cor, um efeito que além de estético ajuda a criar climas de suspense, pois há momentos onde ocorrem quedas de energia, então fica tudo vermelho e trancado.

O papel de Caleb á ajudar Nathan a testar a IA de AVA, mas com o desenrolar da história Nathan revela que o verdadeiro teste está em saber se Ava é capaz de “usar”, ou “se aproveitar” de Caleb, que se demonstra ser uma pessoa boa.

Caleb é o típico nerd introvertido, programador, sem amigos, sem família e sem namorada. Nathan também representa a evolução do nerd. O nerd nos dias de hoje. Por fora o cara é careca, barbudão com uns traços orientais (traços indianos, pois a Índia também fica no Oriente), bebê bastante e ao mesmo tempo malha e mantém uma dieta saudável pra compensar. E por dentro é um gênio da programação que criou, o google, o BlueBook, que é um sistema de busca muito eficiente.

Destaque para um diálogo sobre o BlueBook, onde Nathan fala para Caleb:
“Sabe, meus concorrentes estavam tão obcecados em sugar e ganhar dinheiro por meio de compras e mídia social. Achavam que ferramenta de pesquisa mapeava O QUE as pessoas pensavam. Mas na verdade eles eram um mapa de COMO as pessoas pensavam”.

Impulso. Resposta. Fluido. Imperfeição. Padronização. Caótico.

A questão filosófica vai além disso esbarrando no conceito de “vontade de potência”, de Nietzche, mas sobre isso não irei falar aqui, pois já há textos muito bons por aí.

Tem outra coisa que o filme me lembrou, que eu não sei se é referência ou se foi ocasional, mas o local onde Ava está presa e a forma como ela fica deitada num divã, e questiona se Caleb a observa por detrás das câmeras, lembra o filme “A pele que habito” de Almodóvar, um outro filme excelente que algum dia falarei por aqui.

Talvez seja uma versão “O endoesqueleto de metal e silicone que habito”, ou “O cérebro positrônico azul que habito”, mesmo assim não podia deixar de citar a cena por que é muito interessante.

Pesquisar mais textos:

Jhon Erik Voese

Título:Ex-Machina e a máxima: cuidado ao mexer com os robôs.

Autor:Jhon Erik Voese(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Suassuna 11-09-2015 às 02:03:47

    Gostei do texto, irei conferir o filme.

    ¬ Responder
  • Jhon Erik VoeseJhon Erik Voese

    15-09-2015 às 15:51:02

    Que bom, obrigado! Espero que goste do filme também!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios