Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Caldo de peixes - Gastronomia Açoriana

Caldo de peixes - Gastronomia Açoriana

Categoria: Alimentação
Visitas: 6
Caldo de peixes - Gastronomia Açoriana

O peixe é essencial na alimentação diária de adultos e crianças. Esta deve ser bem equilibrada a fim de suprir as necessidades que o organismo necessita. Deve estar presente sempre nas refeições tal como a carne, os legumes frutas e cereais. O caldo de peixe é típico de uma ementa das ilhas açorianas e inclui algumas especiarias, variedades de peixes frescos, sal, vegetais e vinagre.

Este caldo inclui os seguintes ingredientes na sua confecção:
- 6 a 8 kg de peixe de pelo menos quatro espécies (bicuda, sargo, muge, roucas, garupa, lírio e outros à escolha;
- 1 ramo de salsa;
- 3 folhas de louro;
- 1 kg de tomate;
- 7 a 8 cebolas;
- 10 bagas de pimenta da Jamaica;
pau de cravo;
- 4 dl de vinho branco;
- 3 colheres de massa da malagueta;
- açafrão;
- vinagre;
- 1 kg de batatas;
- 2.5 dl de azeite e sal.

Para o molho cru:
- 1 molho de salsa (muito grande);
- 8 a 10 cabeças de alho com a pele roxa;
- 3 colheres de sopa de sal grosso;
- açafrão;
- vinagre.

Confecção:
Corta-se o peixe em postas grossas e leva-se a cozer em lume brando num tacho com água, salsa, o louro, o tomate, e as cebolas cortadas aos quartos, a pimenta da Jamaica, o vinho branco, a massa de malagueta, açafrão, vinagre, e sal a gosto, o azeite, e as batatas cortadas às rodelas grossas.

À parte cozem-se as batatas inteiras descascadas (uma por pessoa).

Num almofariz, pisa-se a salsa com os dentes de alho (sem tirar a pele roxa), o sal grosso, açafrão e um pouco de vinagre. Estando tudo em papa, junta-se um pouco de água simples, batendo. Rectifica-se o paladar.

Para servir, põe-se o tacho na mesa e tira-se um bocadinho de peixe de cada espécie e uma batata inteira. Rega-se o caldo em tigelas deitando em cada, uma colher de molho cru. Come-se o peixe e a batata ao mesmo tempo que se vão bebendo golinhos de caldo.

Variante: há quem junte cominhos no caldo ou no molho. Em Madalena deitam vinho no caldo em vez de molho cru.

Pode optar-se por diferenciar as variedades de peixe fresco consoante o gosto bem como o molho. O que interessa é que seja fresco e de preferência vindo do mar como é possível nas ilhas açorianas. A sua gastronomia tem muito a ver com as potencialidades das ilhas e época do ano.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Caldo de peixes - Gastronomia Açoriana

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 6

785 

Imagem por: avlxyz

Comentários - Caldo de peixes - Gastronomia Açoriana

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: avlxyz

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios