Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Mala de Senhora e Outras Histórias

Mala de Senhora e Outras Histórias

Categoria: Literatura
Visitas: 2
Comentários: 8
Mala de Senhora e Outras Histórias

«Mala de Senhora e Outras Histórias» é um livro de Clara Ferreira Alves, publicado pelas edições Dom Quixote em 2004, cujas 184 páginas se reportam a curtas narrativas autónomas. Embora este tipo de literatura não goze de muito boa reputação em Portugal, tendo mesmo a designação de “menor”, a autora considera que o que não se é capaz de fazer em pequena escala, nunca se poderá realizar a um nível de maior exigência.

«O Coleccionador», com pouco mais de 12 páginas, é um conto que descreve um tio (velho aristocrata arruinado) e um sobrinho (escritor fracassado que tem a seu cargo o tio). Num café parisiense encontram, certo dia, uma senhora e a base desse primeiro contacto consiste numa entusiasmada interlocução acerca da pintura. A recém-conhecida faz, mais tarde, uma visita à mansão do ancião e é conduzida por ele na apreciação da sua imensa colectânea de obras de arte. Algo de inusitado então acontece. Trata-se de uma historieta que leva a reflectir sobre o que constitui realmente a essência do ser humano.
«O Conto e a História» preenche cinco páginas ilustradas com um homem de hábitos bastante arreigados, viúvo há pouquíssimo tempo, sem amigos nem gosto por ver televisão, nem por ir ao café, nem por viajar que, de um momento para o outro, se vê reformado. O hobby predilecto passa a ser a contagem das mortes anunciadas no jornal. Até um dia em que resolve sair de casa…

«Love Online» projecta para um dia 13, às 13h30, no ano 2013, uma mulher que, chegada a casa, está com intenção de se suicidar. Não tendo família alguma nem um homem que se interesse por ela, mergulha na profundidade da sua solidão, que a virtualidade não consegue colmatar. Acaba por se envolver numa relação com um suposto australiano com quem travou conhecimento no espaço cibernético, onde as pessoas são o que não são e não têm nome. A surpresa desse encontro traduz muito do que hoje se passa no âmbito dos perigos das paixões virtuais.

«Strada Nuova» relata a decisão de um diplomata viajado e culto, homossexual frustrado, de se evadir para Veneza após o divórcio de uma alcoólica que nunca o suportou, por achar ter chegado o momento de romper com as aparências, parando, por exemplo, de fingir que gostava de trabalhar.

«O Sonho» aborda o tema de acontecimentos marcantes da nossa vida e da forma como os superamos (ou não), como dominamos os nossos “fantasmas” ou deixamos que eles nos dominem. Na cadeira de um psicoterapeuta, uma paciente retrata um sonho que teve com o próprio pai, o ex-marido e o filho, entretanto falecido. Até que ponto as vicissitudes com os vários actores da nossa vida são determinantes no traçar do rumo desta?

Estes excertos evocam apenas alguns dos contos incluídos na obra de Clara Ferreira Alves «Mala de Senhora e Outras Histórias». É notório que cada um deles incita a um objecto de reflexão. Afinal, a existência é composta por diversas vertentes…


Maria Bijóias

Título: Mala de Senhora e Outras Histórias

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

745 

Imagem por: miss_rogue

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 8 )    recentes

  • SophiaSophia

    09-05-2014 às 18:13:26

    A leitura de contos é sensacional. Atualmente, temos diversos concursos de contos que é possível participar e poder contribuir com uma literatura rica em histórias emocionantes, mas que acima de tudo, traga uma lição de vida.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Anne TeixeiraAnne Teixeira

    05-10-2012 às 17:18:15

    Mala de Senhora é um livro de contos, certo? Com pequenas histórias independentes. No Brasil esses livros fazem mais sucesso por causa das provas de vestibulares que pedem essas publicações nos textes de literatura brasileira.Lembro-me de ter lido vários desses quando prestava vestibular.Depois comecei a ler mais livros de poesias, como a Clarice Lispector. Mas acho que a Lia Luft tem livros de contos excelentes também. Ótimas pedidas para passar um tempo relaxando.

    ¬ Responder
  • Cristina SousaCristina Sousa

    02-10-2012 às 22:00:47

    As senhoras têm por hábito utilizarem malas de grandes dimensões, pois assim cabe muita coisa, ou seja, a carteira, as chaves, o batom, a maçã, os óculos, os telemóveis. Para ler nos transportes públicos também coloca na mala um livro de bolso com uma história. E quanto acaba de o ler, começa a leitura de outra história.

    ¬ Responder
  • Daiany Nascimento

    01-10-2012 às 19:38:07

    Olá autora, eu desconhecia esta obra “Mala de Senhora e Outras Histórias”, de Clara Ferreira Alves, publicado pelas edições Dom Quixote em 2004, cujas 184 páginas se reportam a curtas narrativas autónomas. E ao contrário do que ocorre em Portugal, acho que no Brasil este tipo de livro gera uma boa repercussão entre os fãs de literatura. Particularmente, este livro me pareceu interessante e quando tiver a oportunidade, certamente irei ler. Parabens pelo artigo autora.

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    30-09-2012 às 20:39:37

    Eu aprecio bastante livros de contos,são curtos e não enjoam,e Clara Ferreira Alves por ser jornalista além de escritora, já tinha uma vasta experiência em escrever crônicas e resenhas curtas.Pelo que ouvi dizer dos comentários sobre o livro, são histórias curtas, engraçadas e envolventes.Ideal para pessoas que não tem muito tempo,é uma leitura agradável.Muito bom esse texto para dar a conhecer ao mundo essa grande jornalista e escritora que muitos ainda nao conhecem.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    25-09-2012 às 14:32:02

    As malas de senhora contém um sem número de coisas ditas necessárias e não.Todas elas incluem uma história que lhes diz respeito a elas e não só.As malas de senhora fazem parte do dia-a-dia das senhoras e são imprescindíveis como da comida ou outra coisa de necessidade.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    24-09-2012 às 15:44:41

    As narrativas organizadas em livros como «Mala de Senhora e Outras Histórias» podem ser alternativas muito interessantes para quem gosta de acompanhar uma história mas cujo tempo disponível não permite ler uma grande narrativa, porque eventualmente perderia “o fim à meada”. Se são ou não literatura menor cabe aos críticos decidir. Ainda que as pequenas histórias não sejam o meu género de leitura, recomendo aos interessados pelos pequenos contos as obras de Edgar Allan Poe.

    ¬ Responder
  • Gabriela TorresGabriela Torres

    23-09-2012 às 01:26:44

    Mala de Senhora costuma ser cheia de remédios,lenços e livros.Remédios porque costumam estar preparadas para qualquer eventualidade e livros para poder ler durante a viagem.Quanto aos lenços,toda senhora que preze tem vários lenços a disposição.

    ¬ Responder

Comentários - Mala de Senhora e Outras Histórias

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Imagem por: miss_rogue

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios