Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Flash Read > 7 desculpas para não planejar as refeições e como você pode resolvê-las!

7 desculpas para não planejar as refeições e como você pode resolvê-las!

Categoria: Flash Read
Comentários: 1

1 - "Sim, mas acho que é assustador fazer um plano totalmente novo a cada semana"
Se for esse o caso, você pode criar um quadro com base nos tipos de alimentos que você gosta de comer (digamos segunda-feira é uma grande salada, terça-feira é peixe, quarta-feira é uma quiche ou pizza, quinta-feira é um guisado de algum tipo, etc) e você simplesmente preenche os espaços em branco com detalhes sazonais.

2 - "Sim, mas me preocupo em ter que cozinhar muito para mim"
Ninguém diz que você tem que cozinhar algo todos os dias. Você pode dimensionar as receitas que você fizer para que elas alimentem para várias refeições ou para dois dias.

3 - "Sim, mas me encontro com muitas sobras"
Você pode agendar essas sobras de noite para compor um prato com vários pedaços pequenos de refeições anteriores, com a possível adição de uma salada verde, ou um pouco de pão e queijo. Você também pode embalar suas sobras para o almoço do dia seguinte, ou, se você odeia comer a mesma coisa dois dias seguida, congele-os e faça-os reaparecer algumas semanas depois.

4 - "Sim, mas o meu horário muda frequentemente e não há como dizer quando eu poderei estar trabalhando até tarde ou num encontro com amigos"
Você pode ter um pouco de receitas na manga - pratos que você pode fazer rapidamente usando ingredientes do congelador e despensa. É muito gostoso fazer esses espaguetes com sardinhas esmagadas, massa com ervilhas e amêndoas torradas, ou lula e abobrinha com molho de amendoim.

5 - "Sim, mas tenho dificuldade em aderir ao plano"
Será que o seu plano é muito ambicioso? Se assim for, pode ser necessário planejar as coisas de maneira mais fácil, mais simples. Simplifique suas refeições e com o passar do tempo, com a prática, melhore continuamente o cardápio!

6 - "Sim, mas prefiro ir até ao supermercado com nenhuma lista de compras para que eu possa comprar o que fica melhor e mais sazonal"
Estou com você! Você só precisa fazer o seu menu de planejamento pós-comercialização, e incorporar tudo ao que você marcou. Você pode, em seguida, descobrir o que está faltando, quais são os ingredientes para completar o plano, mas você pode sempre escolher aqueles mais tarde.

7 - "Sim, mas não posso deixar a ideia de cozinhar de forma espontânea"
É uma boa ideia para planejar uma ou várias refeições curinga, para o qual você realmente não planeja nada, e que será a sua oportunidade de simplesmente abrir a geladeira e ter algo que te surpreenda! Não é regra sair um dia e fazer o que quer, de forma espontânea. O ideal é não virar um hábito!


Vicente Silva

Título: 7 desculpas para não planejar as refeições e como você pode resolvê-las!

Autor: Vicente Silva (todos os textos)

Visitas: 0

595 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    14-07-2014 às 05:25:41

    O ser humano inventa desculpas de todo o jeito. Como é bom planejar as refeições e manter o peso certo e com uma alimentação rica e equilibrada. Fantástico!

    ¬ Responder

Comentários - 7 desculpas para não planejar as refeições e como você pode resolvê-las!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os benefícios do piso laminado

Ler próximo texto...

Tema: Materiais Construção
Os benefícios do piso laminado\"Rua
Ao se realizar uma obra, ou na renovação de ambientes, há sempre muitas opções de técnicas e tecnologias de construção civil, arquitetura e decoração a serem escolhidas da forma mais adequada ao resultado que se espera. O piso adequado ao ambiente que se está construindo ou reformando é uma questão bastante relevante para o sucesso do empreendimento e para o bem-estar dos usuários.

Os tipos de pavimentos ou assoalhos ou revestimentos são diversificados e para cada tipo de ambiente, construção e gosto pessoal há um mais adequado. Pelos inúmeros benefícios que tem apresentado, o piso laminado tem sido bastante escolhido como revestimento nos ambientes modernos. Ele é composto por quatro camadas, feitas de fibras de madeira de alta densidade, lâminas de celulose, lâminas decorativas e filme cristalino de celulose, colados diretamente ao chão. Essa composição garante estabilidade, beleza, resistência, facilitando a limpeza. Somente com estes argumentos já se pode notar as vantagens desse tipo de piso, contudo ainda existem outras.

Os pisos laminados custam menos que os pisos de madeira, seu substrato é ecologicamente correto, já que as madeiras utilizadas na composição desse piso provêm de florestas certificadas e possui fácil instalação, sem a necessidade de pregá-lo ao chão. Além disso, os pisos laminados não precisam de envernizamento como os pisos de madeira que causam mau cheiro e sujeira. Os pisos laminados são mais resistentes que os pisos de madeira devido a sua alta pressão. A superfície dos pisos laminados de alto tráfego contém papel decorativo que garante diversas possibilidades de estampas e combinações.

Existem, portanto, dois tipos distintos de pisos laminados. Os pisos laminados de madeira têm em sua composição madeira natural e são revestidos com verniz. São indicados para ambientes residenciais e menos movimentados. Os pisos laminados de alto tráfego são compostos por madeiras de alta densidade cobertas por papel decorativo. São mais resistentes e, em virtude disso, indicados para ambientes de grande circulação. Podem estar em ambientes residenciais, porém para ambientes comerciais é o ideal.

Os pisos laminados são resistentes à luz do sol, a riscos e a manchas. São práticos devido à diversificada opção de padrões e funcionais devido à facilidade de limpá-lo. Acomodam-se perfeitamente em qualquer ambiente, proporcionando fácil decoração. Entretanto, medidas para mantê-lo em bom estado por mais tempo (apesar da sua alta durabilidade) devem ser tomadas. Colocar proteção na entrada das portas evita a instalação de sujeira e pedras. Forrar móveis e peças decorativas, que entrem em contato com o piso, é recomendado, a fim de não marcá-lo. Esses forros podem ser feitos com tecidos felpudos ou recortes em feltro. Forrar os móveis ao movimentá-los é apropriado para não riscar o piso. Salto alto fino com base metálica também marca esse tipo de piso. Evitar molhar em demasia o piso é necessário, pois caso contrário pode haver o inchamento do piso. Deve-se mantê-lo sempre seco.

Esse tipo de piso também tem a vantagem de não carregar cupins, contudo é preciso verificar as condições de presença desses insetos. Ambientes com cupins requerem a desintetização prévia.

Pesquisar mais textos:

Rosana Fernandes

Título:Os benefícios do piso laminado

Autor:Rosana Fernandes(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    12-05-2014 às 12:45:43

    O piso laminado é muito bom, sua durabilidade é de quase 40 anos e são mais fáceis de manter.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • silvana 22-02-2014 às 18:17:44

    o piso laminada tem durabilidade de quantos anosposso passar pano umido no piso loaminado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios