Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Evangélicas > A Felicidade vem de Deus

A Felicidade vem de Deus

Categoria: Evangélicas
Comentários: 3
A Felicidade vem de Deus

A felicidade na maioria das vezes é baseada em bens materiais, ou seja, para boa parte do ser humano ser feliz é ter um carro, uma casa, um bom emprego, no caso das mulheres ter milhares de perfumes e ter o seu guarda-roupa recheado de roupas importadas.

Basear a felicidade naquilo que é passageiro é colocar em risco a própria razão de vida. Muitos dependem tanto dos bens materiais que quando não conseguem o que desejam entram em desespero, se deprimem e o semblante fica caído. E tem o caso daquelas pessoas que são felizes porque estão rodeados de amigos. Aparentemente, podemos contar com a ajuda de todos, mas quando chega no momento em que passamos necessidade são raros aqueles que estão prontos para estender a mão e ajudar. Muitos são os amigos, mas poucos os verdadeiros amigos.

Será que o que você tem feito realmente te faz feliz de verdade?
Ou você sente uma felicidade passageira?

A felicidade passageira é aquela que morre a partir do instante em que você não consegue mais saciar o coração com o que é material e dentro de sua alma acaba por nascer um vazio, uma dor e angústia.

Ser feliz é muito fácil, o difícil mesmo é manter essa felicidade todos os dias independente do que aconteça em nosso redor. Muitos conseguem alcançar a felicidade e poucos são os que mantém essa virtude. Se a sua felicidade está apoiada nos bens que possui é certo que chegará um tempo onde o que menos a sua visão espera acontecerá.

Nada que é material neste mundo dura para sempre. Se a sua felicidade se baseia nas coisas materiais no primeiro instante que perder algo sua vida se frustrará. Isso não é desejar o mal para a sua vida e sim te alertar para a realidade. Por mais que todos nós lutemos por bens materiais com a intenção de nunca perder sempre teremos perdas, pois somos humanos e temos falhas. Quer outro exemplo de felicidade ilusória? A comemoração do ano-novo. Todo mundo aparentemente feliz e cheio de alegria, mas é só acabar as bebidas, a curtição, a festa e a emoção de estar reunido ali em determinado ambiente que o semblante de cada um se desaba. A felicidade momentânea é a dor ilusória que nos envolve sem ao menos percebermos. Cuidado! Tenha cautela!

E para mostrar um pouco mais da gravidade do assunto vamos falar sobre o casamento, a união que a maioria busca realizar. Todos nós sabemos que para estabilizar o casamento é necessário muito sacrifício de ambas as partes.

Sabe qual é o problema de muitos homens e mulheres neste sentido?

A maioria pensa que é o outro que a fará feliz e com isso vive na dependência do amor oferecido pelo outro sendo que antes de tudo é primordial ser feliz consigo mesmo e amar a si mesmo. Muitos fracassam no casamento simplesmente porque dependem da felicidade alheia para ser feliz ao invés de ser feliz consigo mesmo.

É o caso daquelas pessoas que dizem crer em Deus, mas não acreditam em si mesmas, não creem que são capazes de vencer. Querem seguir os passos do Senhor Jesus, mas não querem obedecer a direção do Espírito Santo.

Por isso que para a maioria a felicidade é algo quase impossível de ser alcançado. Querem sentir a felicidade, porém não querer fazer algo digno para manter esta plenitude. Se bens materiais fossem motivo de felicidade não existiria tantos casais infelizes. Tudo o que é material chega o momento em que termina. E a felicidade vai terminar também, pois foi baseada nele de forma errada.


Natanael Genoel

Título: A Felicidade vem de Deus

Autor: Natanael Genoel (todos os textos)

Visitas: 0

643 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Wanderson TiagoWanderson Tiago

    11-05-2014 às 17:13:36

    Nossa felicidade vem daquEle que nos criou,Deus, Ele sim é capaz de preencher esse vazio que existe dentro dos nossos corações. Ele nos ensinou a amarmos a nós mesmos e ao nosso próximo também.

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    08-05-2014 às 05:41:41

    Concordo com você! Ser feliz é decisão e isso começa aqui dentro e não do que está fora. A maior felicidade que uma pessoa pode ter é fazer o outro feliz - amando-o e cuidando-o!!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãojulia

    07-05-2014 às 22:40:20

    Sim eu acredito em Deus.
    Sim a felicidade vem de Deus.
    Sim eu sinto o seu Amor.

    ¬ Responder

Comentários - A Felicidade vem de Deus

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios