Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Afinal, a gordura é o melhor remédio!

Afinal, a gordura é o melhor remédio!

Categoria: Saúde
Afinal, a gordura é o melhor remédio!

Os consumidores dos dias de hoje estão suficientemente alertados para o perigo de ingerirem gorduras saturadas e são instruídos, desde os tempos da escola – lembremo-nos da famosa «Roda dos Alimentos» - a reduzir o consumo de laticínios gordos e carne vermelha.

Os riscos, alertam os especialistas, são grandes e vão desde a ameaça do depósito de gorduras nas artérias e consequente formação de trombos e coágulos, até a uma morte prematura devido à presença de colesterol elevado no sangue.

Ora, após a publicação de um artigo na revista masculina «Men's Health», os focos de atenção incidiram sobre uma opinião pouco ortodoxa proferida pelo Dr. Aseem Malhotra, cardiologista britânico, que defende o consumo de, pelo menos, um laticínio gordo diariamente. Sim, leu bem: pode esquecer o leite, manteiga, iogurtes e queijos light e apostar nos (muito mais deliciosos) laticínios gordos.

Este médico cardiologista vai mais longe e afirma que a epidemia de obesidade que teve início no final dos anos 70 e que decorre até à atualidade, está intimamente relacionada com o «boom» de produtos magros e a defesa dos mesmos na época. É que existe um outro ingrediente que as pessoas consomem exageradamente associado a estes produtos «diet» e que, esse sim, vai provocar alterações orgânicas graves e conduzir a doenças como a diabetes tipo 2: o açúcar.

O Dr. Aseem Malhotra defende que, ao invés de se apostar numa Coca-Cola (que contém cerca de nove colheres de chá de açúcar – uma autêntica bomba calórica), que se beba um copo de leite gordo, por exemplo. O segredo permanece, contudo, na moderação, segundo recomenda o especialista.

No artigo, o médico vai mais longe e propõe-se considerar as gorduras saturadas como verdadeiros medicamentos para o coração. De facto, estas declarações enquadram-se no parecer emitido pelo Conselho Sueco para a Tecnologia de Saúde, que indica que um plano nutricional baseado na redução dos hidratos de carbono e no aumento da ingestão de gorduras saturadas, poderá auxiliar doentes cardiovasculares e/ou obesos a melhorarem os seus níveis de colesterol e a reduzirem alguns quilogramas.

Por isso, já sabe: corte nos açúcares e aposte numa alimentação à antiga, com leite, iogurte, queijo e manteiga integrais.


Isabel Rodrigues

Título: Afinal, a gordura é o melhor remédio!

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 0

0 

Comentários - Afinal, a gordura é o melhor remédio!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios