Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Vestuário > O que devemos vestir

O que devemos vestir

Categoria: Vestuário
Visitas: 10
Comentários: 1
O que devemos vestir

Por mais que desejamos não gastar com roupa, acabamos indo as lojas e shopping e provar peças e mais peças para acharmos o que melhor nos agrada e o que nos cai bem, às vezes termos frustrações com a tentativa de melhorar o nosso guarde-roupa e melhorar o nosso visual. E o pior é que acabamos gastamos nosso dinheiro em peças que não vamos usar, deixando encostada no guarda-roupa, pois muitas vezes aquela roupa que pareceu tão bem e linda no dia da compra depois desapareceram o encanto, e com isso usamos apenas uma vez, e depois nunca mais. E com isso perdemos tempo e o que é pior, gastamos nosso dinheiro.

Nunca devemos comprar tudo que aparece em nossa frente e sim com cautela buscar o que lhe convém e lhe agrada. Ao comprar roupa devemos em primeiro lugar, ver se gostamos, em segundo se cai bem em nós, pois às vezes fica muito linda na vizinha mais não fica bem em nós, por tanto temos que nos visualizar coma roupa, e se é adequada ao nosso corpo, e se nos deixa elegante. Temos que levar em conta nosso tipo físico e que se escondam nossos defeitos e valorizar o que temos de mais bonito em nosso corpo. Devemos levar em conta o nosso estilo de vida, se somos sós do social, ou se somos sós do trabalho pra casa, por isso é necessário termos nosso guarda-roupa de acordo com o nosso estilo de vida.

Uma das coisas que devemos nos preocupar na hora da compra, é a cor que mais combina com sua cor e a do seu cabelo, as cores podem fazer toda a diferença e também pode transmitir elegância, temos que estar de olho nas cores da moda, e com o que cai melhor em nós e com a ocasião e situação. Por isso é que devemos comprar aquilo que melhor nos convém, para que nosso guarda-roupa só tenha peças-chaves para o nosso estilo do dia a dia. Saiba que comprando roupa desta forma você economiza mais e gasta menos. A Rua Direita espera que essas dicas tenham sido importantes e esclarecedoras, e principalmente tenha mostrado a importância de saber escolher suas roupas, para não desperdiçar seu dinheiro, é bom saber buscar o seu próprio estilo e melhora sua imagem, nós não só queremos lhe vender mais sim deixarmos os nossos visitante satisfeito com a sua compra e voltar sempre.

Waldiney Melo

Título: O que devemos vestir

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 10

710 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    21-08-2014 às 13:18:23

    Tento me vestir do meu próprio jeito, sem modismos e imitações. Gosto de roupas que me façam sentir-me bem, que eu possa olhar-me e gostar!

    ¬ Responder

Comentários - O que devemos vestir

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios