Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Vestuário > Sete sugestões para vestir bem

Sete sugestões para vestir bem

Categoria: Vestuário
Comentários: 3
Sete sugestões para vestir bem

Obviamente, vestir bem seria fácil se a componente monetária não fosse problema. Boas lojas e boas marcas de roupa é o que não falta hoje em dia.

Bem, mas como os recursos monetários da grande maioria das pessoas são limitados, há que fazer opções e gerir o orçamento da melhor forma para conseguir uma boa apresentação.

As épocas de saldos são sempre uma boa forma de conseguir bons artigos a preços suportáveis. Claro que convém aproveitar logo os primeiros dias dos saldos para ter maior possibilidade de escolha, e também para encontrar os tamanhos que melhor se adaptam a si. Nestas alturas, de certeza encontrará aqueles artigos que tanto gosta e que tão bem lhe ficam, com descontos que podem chegar até aos 70% ou ainda mais.

A roupa que usamos diz muito acerca de nós, e por isso deve ter o máximo cuidado no momento da compra, de modo a escolher artigos que se adaptem à sua personalidade e ao seu carácter. Por vezes mais vale adquirir, por exemplo, apenas 2 artigos que realmente são bons e que tenham a ver consigo (mesmo que sejam um pouco mais caros), do que comprar 4 ou 5 “trapos” de baixa qualidade. Acabará por gastar o mesmo e não terá comprado nada com qualidade.

Para cada ocasião existe a indumentária certa, e vestir bem também passa por escolher a roupa apropriada para cada evento ou situação. Sempre que for convidado(a) para eventos especiais procure vestir-se “à altura”. Valerá certamente a pena, mesmo que tenha que gastar um pouco mais e fazer alguns sacrifícios para comprar o fato, a camisa, o vestido ou os sapatos adequados, no final irá sentir-se muito mais confiante e com uma maior auto-estima, e consequentemente irá desfrutar mais e sentir-se ainda melhor.

Os outlets, que cada vez existem em maior número e que estão a ganhar mais adeptos a cada dia que passa, também se apresentam como uma boa solução no que toca a vestir bem. Normalmente, nesses locais não encontra as últimas novidades nem as últimas colecções, no entanto, encontrará de certeza artigos de grande qualidade a preços muito convidativos. Claro que à mistura as lojas também aproveitam para despachar os artigos de baixa qualidade, e cabe-lhe a si estar atento(a) para conseguir “separar o trigo do joio” e fazer bons negócios.

Para quem não pode renovar o guarda-roupa com frequência ou comprar peças mais trabalhadas existe sempre a possibilidade de alterar e trabalhar as peças mais básicas, e combiná-las com diferentes acessórios. A sua imaginação é o seu limite!

E não se esqueça, vestir bem é acima de tudo sentir-se bem!



Carlos Vieira

Título: Sete sugestões para vestir bem

Autor: Carlos Vieira (todos os textos)

Visitas: 0

626 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • SophiaSophia

    09-06-2014 às 02:15:44

    Também concordo que é preciso sentir-se bem com o que usa. Mas, é fato salientar que um pouco de harmonia, combinação também é preciso. Muito bom essas sete sugestões para se vestir bem.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • inesines

    26-08-2010 às 19:21:32

    eu gostava de saber se faz favor como e que uma criança que vai para o 5ºano se veste mas nao ponha com palavras muito difiçeis.se fosse possibel fazer isso eu agradecia muito.mas se nao o poder fazer eu agradeço na mesma. obrigada.

    ¬ Responder
  • SandraSandra

    18-09-2009 às 14:16:21

    oi tudo bem, eu sou magra tenho 1,59 47 Kg, gosto muito usar calças da morena rosa uso nº 34 mais sempre mando apertar mais as pernas para ficar bem coladinha, fica bem? eu mim sinto melhor assim do que as pernas mais folgadas

    ¬ Responder

Comentários - Sete sugestões para vestir bem

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios