Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Vestuário > O que é Vintage

O que é Vintage

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Vestuário
Comentários: 3
O que é Vintage

Já se apercebeu como a moda volta de tempos, a tempos!? Aquilo que a sua avó usava e que nos anos 20 estava no auge, volta hoje a usar-se e diga-se a verdade, sem grandes alterações, que supostamente deveriam ter acontecido com o tempo.

Não é tanto que as roupas retro estejam na moda, mas sim o feeling que estas podem trazer ao seu guarda-roupa, ou seja, o que se está a dar é um revivalismo não só no mundo na moda mas também noutras áreas do nosso quotidiano. Os vestidos com cinturinha de vespa e os saiotes que fazem elevar o volume da saia estão a usar-se como gelados nas mãos das crianças em pleno verão.

Podemos considerar que os cintos a demarcar a cintura, os óculos de sol evocativos dos anos 60 e 70, os anéis de cocktail, colares de pérolas e relógios antigos, são alguns dos acessórios que podemos encontrar nos estilos que vemos no nosso dia a dia e que são um exemplo concreto do revivalismo na moda que se chama de Vintage.

As bolinhas e os lacinhos, tal como as fitinhas na cabeça e um milhão de outros adereços completam a indumentária usada nos dias de hoje por tantas mulheres. Dar um ar contido e novato começa a ganhar fãs e cada vez mais se reconhecem estilos retro pelas ruas de todas as cidades.

Mas onde encontrar estas peças cheias de história e tão na moda nos dias de hoje? Existem vários sites da especialidade, pelo que muito facilmente consegue encontrar onde fazer compras deste tipo de roupa on-line. Se não gosta de fazer compras on-line, pode sempre procurar na internet onde estão as lojas de roupas vintage.

Muitas destas lojas vendem autênticas relíquias com mais de 80 anos, e em extraordinário bom estado de conservação. Algumas roupas mais caras do que outras, até porque muitas delas são de estilistas, que já na altura faziam furor nas passerelles.

Se não gosta de roupas usadas e se o facto de ir vestir uma peça de roupa que alguém que não conhece já usou, saiba que nestas lojas também encontra roupa nova com o mesmo estilo e glamour de outros tempos.

Em alternativa, muitas pessoas há que desenham as suas próprias roupas e que de seguida levam os seus desenhos a uma costureira. Se conseguir encontrar uma boa costureira, poderá dar asas à sua imaginação e apostar em peças de roupa vintage totalmente exclusivas, ou cópias perfeitas de peças de que gostou.

Adotar por um estilo vintage permanente, está na moda, mas pode também optar por umas quantas peças que misturadas com o que tem no seu guarda-roupa atual vão ficar muito bem.

Vestir de forma retro, pode ser muito mais do que um estilo de vestir. Pode ser um estilo de vida. Uma moda que vai mais além da roupa que se usa e que começa a ocupar o dia a dia de muitas e muitas mulheres.


Carla Horta

Título: O que é Vintage

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

635 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoWallace Randal

    13-09-2012 às 18:46:00

    Muito bom seu texto! A moda vintage é demais. Sou apaixonado por tattoos old school, pin-ups e decorações antigas. Além de ser muito estiloso, a história por trás dos simbolismos, roupas, música e acontecimentos são muito interessantes e é um grande campo para aprofundamento. E como você (Carla) disse, as comprar online são uma boa opção, seja pra roupas, acessórios, ou até pra encontrar uma loja bacana perto de casa.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCarla Horta

    07-09-2012 às 23:48:01

    Esta moda tem ganho tantos "amantes" que são muitas as lojas onde se encontram as famosas e bastante originais lojas vintage. Procure na internet e vai encontrar um mundo de sítios (quer lojas, quer sites) com esta moda tão na moda.

    ¬ Responder
  • palomapaloma

    21-08-2011 às 00:36:44

    Achei muito legal a materia, e principalmente porque eu adoro roupas retro.
    continue com essas materias e criatividade legal.
    abraços

    ¬ Responder

Comentários - O que é Vintage

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um caminho para curar o transtorno alimentar

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Saúde
Um caminho para curar o transtorno alimentar\"Rua
De acordo com um relatório divulgado em novembro de 2014 pelo Comitê Permanente sobre o Status da Mulher, entre 600 mil a um milhão de canadenses cumprem os critérios diagnósticos para um transtorno alimentar em um dado momento. Problemas de saúde mental com ramificações físicas graves, anorexia e bulimia são difíceis de tratar.

Os programas públicos de internação frequentemente não admitem pacientes até que estejam em condição de risco de vida, e muitos respondem mal à abordagem em grupo. As clínicas privadas costumam ter listas de espera épicas e custos altos: um quarto custa de US$ 305 a US$ 360 por dia.


Corinne lutou juntamente com seus pais contra a bulimia e anorexia por mais de cinco anos. Duffy e Terry, pais de Corinne, encontraram uma clínica na Virgínia. Hoje, aos 24 anos, ela é saudável e está cursando mestrado em Colorado. Ela e seus pais acreditam que a abordagem holística, o foco individualizado e a estrutura imersiva de seu tratamento foram fundamentais para sua recuperação.

Eles sabem que tinham acesso a recursos exclusivos. "Tivemos sorte", diz Duffy. "Podíamos pagar por tudo." Mas muitos não podem.
A luta desta família levou-os a refletir sobre o problema nos Estados Unidos. Em 2013, eles fundaram a Water Stone Clinic, um centro privado de transtornos alimentares em Toronto. Eles fazem yoga, terapia de arte e participam na preparação de refeições, construindo habilidades na vida real com uma equipe de apoio empática. Os programas funcionam nos dias da semana das 8h às 14h, e até agora, não tem lista de espera. Porém essa abordagem é onerosa: aproximadamente US$ 650 por dia.

A família criou a Fundação Water Stone - uma instituição de caridade que fornece ajuda a pacientes que não podem pagar o tratamento. Os candidatos são avaliados por dois comitês que tomam uma decisão baseada na necessidade clínica e financeira. David Choo Chong foi o primeiro a se beneficiar da fundação. Ele havia tentado muitos programas, mas nenhum foi bem sucedido. A fundação pagou metade do tratamento. Dois anos depois, Choo Chong, feliz e estável diz "Water Stone me ajudou a encontrar quem eu sou".

Pesquisar mais textos:

Roberta Darc

Título:Um caminho para curar o transtorno alimentar

Autor:Roberta Darc(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios