Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > A Saúde E Os Quatro Elementos

A Saúde E Os Quatro Elementos

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 2
A Saúde E Os Quatro Elementos

O Sol, um elemento natural cheio de vitamina D, é uma fonte de saúde gratuita que não devemos desperdiçar. Precisa saber que o Sol é benéfico desde o amanhecer até sensivelmente as 11 horas e das 15 horas até ao pôr do sol. Se sofre das seguintes doenças deve incluir o Sol na sua vida: anemia, raquitismo, reumatismo, anemia, bronquite e nervosismo. Se padece de cancro, febre e hemorragias não deve expor-se ao Sol.

Também a água tem um papel importante na nossa saúde. Esta é muito utilizada para curar doenças. Pode caminhar sobre a água, um bom exercício para quem sofre de dores de cabeça. A água precisa ficar pela altura dos tornozelos e deve fazer movimentos dentro dela como se caminhasse. Pode fazer banhos de assento, recomendados para quem tem problemas no ventre. Ajudam todo o processo gastrointestinal. Encha a banheira de água quente até esta lhe dar pelos rins. Este exercício deve durar 20 minutos. Caminhar sobre grama molhada ajuda a relaxar. Experimente este exercício antes de sair de casa para o trabalho. O banho de imersão, em caso de água fria, serve para baixar a febre. Se for água quente, o banho de imersão é ótimo para a artrite e reumatismo. A cataplasma é ótima para aplicar sobre o problema. Deixo aqui algumas sugestões: para quem sofre de acne, deve aplicar sobre as zonas problemáticas uma cataplasma feita de abacate; se tem cataratas, deve colocar uma cataplasma nos olhos com feno-grego; se padece de gastroenterite, coloque sobre o estômago uma cebola fria esmagada.

Da terra vem os nossos alimentos, e o melhor alimento da terra para fazer uma compressa para doenças como abcessos, hemorragias, stress, insónia, acne, colite, diabetes, picada de insetos, dores menstruais, reumatismo, queimaduras, alergias, urticária, gota, hemorroidas, amigdalite, gengivite, artrite, gastroenterite, hematomas, mau hálito, frieiras, eczemas, conjuntivite, aftas, varizes, entre outras, é a argila.
Do ar vem o nosso combustível. Devemos ter o cuidado de procurar onde haja ar puro. Respirar bem é ótimo para acabar com infeções e melhorar a qualidade do sangue. Durante a noite deve ter o cuidado de deixar o ar circular.

Daniela Vicente

Título: A Saúde E Os Quatro Elementos

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 2

651 

Comentários - A Saúde E Os Quatro Elementos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios