Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Electrodomésticos > Electrodomésticos: um artigo de luxo?

Electrodomésticos: um artigo de luxo?

Categoria: Electrodomésticos
Electrodomésticos: um artigo de luxo?

Para se expandirem, os electrodomésticos precisaram do desenvolvimento da electricidade, como tal houve uma estratégia de cruzamento do Estado, das empresas produtoras e das empresas de comércio a retalho.

Na década de 30, os electrodomésticos eram considerados artigos de luxo e para combater este conceito, algumas empresas implementaram a venda a prestações.

Assim, qualquer pessoa tinha acesso mediante um pagamento mensal. Além disso, as empresas revendedoras alargaram os métodos de venda, criando feiras populares onde expunham os seus produtos e apostaram também na venda directa, casa a casa, fazendo demonstrações. Por fim, aumentaram o volume de publicidade, onde passavam a mensagem de que os electrodomésticos não eram mais um luxo, mas uma necessidade. O certo é que estas medidas tiveram um impacto tão forte na sociedade, que depressa ganharam compradores.

Hoje, não há quem não tenha uma máquina de lavar roupa, um frigorífico, uma televisão… enfim, os electrodomésticos tornaram-se elementos fundamentais no quotidiano das sociedades. E como rapidamente ganharam destaque, todos os dias superam-se a si próprios, com características avançadas, o que também levanta outra questão, a desvalorização de preços. É que face a uma oferta tão alargada, as empresas têm necessidade de inovar com preços competitivos.

A verdade é que os electrodomésticos são quase que uma extensão dos seres humanos, este já não consegue levar uma vida sem recorrer a máquinas.


Rua Direita

Título: Electrodomésticos: um artigo de luxo?

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

629 

Imagem por: Alan_D

Comentários - Electrodomésticos: um artigo de luxo?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Imagem por: Alan_D

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios