Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Dica: Uso Da Palavra “Melhor”

Dica: Uso Da Palavra “Melhor”

Categoria: Outros
Visitas: 2
Dica: Uso Da Palavra “Melhor”

A palavra “melhor” pode ser empregada nas orações de forma incorreta. Sendo assim, aqui você terá alguns pontos importantes de como utilizá-la com o intuito de estar conforme as regras gramaticais e que venham a gerar maior compreensão no texto.

1 – Antes do particípio, pode-se empregar mais bem ou melhor, indiferentemente:
- Ele está mais bem (ou melhor) informado que nós;
- Elas andam mais bem (ou melhor) vestidas que suas colegas;
- Eram as casas mais bem (ou melhor) construídas do bairro;
- Os tradutores melhor credenciados estavam ocupados com ambições mais altas;
- Saí melhor informado de tudo, e porque não dizer, mais tranquilo;
- A imensidão da praia de Copacabana pode ser melhor admirada do Caminho dos Pescadores, do Leme.

2 – Com formas verbais que não sejam particípios, usa-se obrigatoriamente, melhor, invariável:
- Eles vão melhor de saúde;
- Aqui estarão melhor de vida;
- Eles agora escrevem melhor;
- Jogamos melhor que eles;
- Se bem o disse, melhor o fez;
- Quais deles jogaram melhor?;
- Os livros estão muito melhor assim.

3 – Nos dois casos precedentes, melhor é advérbio. Por isso, fica invariável. Nos exemplos seguintes é adjetivo, portanto, variável, equivalente de mais bom (que não se usa):
- Vinho velho é melhor que o novo;
- Seus móveis eram bem melhores que os nossos;
- As coisas novas nem sempre são melhores que as velhas.

4 – Uma coisa pode ser melhor que outra e não melhor a outra. É, portanto, defeituosa a construção desta frase de brilhante escritor mineiro:
- Vocês não percebem que é melhor morrer um só homem pelo povo a deixar que ele (Jesus) arruíne a nação inteira?
A sintaxe correta é:
- Vocês não percebem que é melhor morrer um só homem do que deixar que ele (Jesus arruíne a nação inteira?

Idêntico erro perpetrou o jornalista que escreveu num editorial:
- A nação compreenderá que será melhor tê-lo menos tempo no poder a desnaturá-lo na preservação do mandato.
Em vez de “a desnaturá-lo” deveria ter escrito “do que desnaturá-lo”.

A nação compreenderá que será melhor tê-lo menos tempo no poder a desnaturá-lo na preservação do mandato.
Em vez de “a desnaturá-lo” deveria ter escrito “do que desnaturá-lo”.
A nação compreenderá que será melhor tê-lo menos tempo no poder a desnaturá-lo na preservação do mandato.
Em vez de “a desnaturá-lo” deveria ter escrito “do que desnaturá-lo”.


Vicente Silva

Título: Dica: Uso Da Palavra “Melhor”

Autor: Vicente Silva (todos os textos)

Visitas: 2

507 

Comentários - Dica: Uso Da Palavra “Melhor”

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios