Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Aprenda a valorizar seu trabalho

Aprenda a valorizar seu trabalho

Categoria: Outros
Visitas: 44
Comentários: 5
Aprenda a valorizar seu trabalho

Atualmente as empresas exigem que o funcionário além de estar capacitado para o cargo que exerce ele tenha uma boa relação com seus colegas. Saiba que um dos principais motivos para a dispensa de um funcionário é a falta de resultados no trabalho. Mais existe um caminho para evitar a demissão é manter uma atualização continua. Saiba por que algumas empresas levam a demissão e como evitá-las. Muitas vezes, a pessoas que tem boa vontade, faz o serviço direitinho, mas não dar um passo além, e nunca tenta novos desafios. Pode ser flexível, mas teme arriscar à carreira. Mas um risco, mesmo pequeno, é uma ótima oportunidade para subir. Então quando pintar essa oportunidade se agarre a ela, isso pode lhe render uma boa promoção.

Evite atritos seja mais tolerante, respeite os outros para exigir que ele o faça. É bom saber que o trabalho em equipe estar em alta. Se você não suporta o novo chefe, é melhor pedir uma transferência ou trocar de emprego. Esteja sempre atualizada, cultive o habito de ler, hoje as pessoas tem acesso a uma enxurrada de dados com mais facilidade. Se você não sabe em que precisa se atualizar, veja os requisitos exigidos para o seu cargo nos anúncios de emprego, e compare com o seu cargo nos anúncios de emprego e compare com o seu currículo.

Você precisa aprender inglês? Vai fundo! Saiba que por mais que você tenha razão para falta e atraso, em excesso saiba que não pega bem. Se o motivo for um curso de especialização, ou outra necessidade particular, um tratamento médico que não pode ser mais adiado, sente e negocie com o seu chefe um horário flexível de trabalho. Se você não sabe se expressar, por que você seja tímida, saiba que você precisa encontrar uma maneira de interagir com seus colegas e superiores.

Mostre uma maneira para que seus talentos sejam reconhecidos, é essencial expor sua opinião e mostre que você tem visão critica das coisas. Ninguém vai saber que você é uma excelente profissional se você não demonstrar isso. Procure ver suas falhas e corrija-se, se você não sabe mexer com um programa de computador e não tem a mínima idéia, faca um curso. Se a empresa que você trabalha não patrocinar seu o seu estudo, não fique parado. Seu perfil tem que estar à altura do local em que trabalha, é formal ou informal se adapte aos interesses da empresa e do cargo. Na pratica seja curiosa e participe. Nada impede que você converse com seu chefe abertamente, procure ver o que ele espera do seu trabalho.

Waldiney Melo

Título: Aprenda a valorizar seu trabalho

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 44

788 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • Vicente SilvaVicente

    27-07-2014 às 22:40:12

    Temos que estar num ambiente de trabalho que gostamos. Assim, tendemos a valorizá-lo! Acho muito interessante as pessoas reclamarem de seus empregos, quando deveriam agradecer! Muito bom esse texto na rua direita!

    ¬ Responder
  • Claudina

    20-06-2014 às 02:46:58

    eu estava justamente a procura desse tema a valorização do nosso emprego e encontrei melhor que esperava. obrigada

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    27-07-2014 às 22:37:18

    De nada! Volte sempre aqui!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Luiza Trovao

    27-11-2012 às 20:54:18

    Muito interessante, gostei pra quem le a sua alta estima cresce. Outras pessoa gostaram muito.

    ¬ Responder
  • edineliaedinelia

    08-08-2011 às 15:29:41

    muito bom conteúdo,tou tecnica de segurança do trabalhoe vou usar o mesmo para fazer um dds com os colaboradoes.

    ¬ Responder

Comentários - Aprenda a valorizar seu trabalho

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios