Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > World Trade Center: o memorial que lhe faz jus!

World Trade Center: o memorial que lhe faz jus!

Categoria: Outros
Comentários: 4
World Trade Center: o memorial que lhe faz jus!

11 de Setembro de 2001 é um dia que nunca sairá da memória de ninguém, principalmente dos norte-americanos, pois foi o dia em que parte do sonho americano foi destruído, quando os aviões embateram naquele que era o expoente do símbolo americano. Muitas foram as vidas perdidas em prol de uma guerra sem sentido.

Daniel Libeskind é o arquitecto que vai ter a responsabilidade da construção do complexo (memorial, prédios comerciais e museu) que ocupará o vazio que o World Trade Center deixou. Este é um projecto de grande responsabilidade, mas nada que preocupe este professor universitário, de 62 anos, descendente de polacos, habituado a ser premiado pelos seus trabalhos arquitectónicos. Tudo o que constrói é motivo de controvérsia, mas isto é algo que não o aborrece, aliás dá-lhe ainda mais vontade de seguir em frente. Talvez toda a polémica que cria, tenha a ver com o facto de ser conhecido por subverter formas estabelecidas.

O Ground Zero é um projecto de grande responsabilidade, que demorou muito até ser aceite, já que lida ao mesmo tempo com várias imposições, quer a nível politico, quer a nível emocional, quer a nível das complexidades de Nova Iorque, mas também com as famílias das vítimas e com os investidores. No entanto, todas estas imposições estimulam ainda mais o trabalho do arquitecto. No entanto, até para um projecto desta complexidade, a crise está latente, já que inicialmente apenas será construído o edifício principal, sendo concluídos mais tarde, os restantes prédios comerciais. Com um estilo próprio, Libeskind, irá dar uma nova cor e um novo significado ao Ground Zero, provocando mesmo emoções sinceras, desprovidas da inércia comercial, que normalmente marca as grandes construções.

É certo que irá criar um espaço novo e único, porém com ligação à tradição, porque a compreensão do passado é para o arquitecto uma preocupação importante. Mas Libeskind tem consciência das limitações que terá: o preço, a localização, a importância e a proposta, mas são estes limites que lhe dão força criativa, já que lhe impõem uma certa tensão. Este projecto não vai ser uma reconstrução de algo, já que para o arquitecto é impossível refazer, querendo criar um fosso com o passado.

Certamente que irá ser um projecto único que fará jus às memórias deixadas. Eu já estou curiosa pelo resultado final e aposto que você também está. Afinal, mesmo que nunca tenha ido a Nova Iorque, o World Trade Center é um símbolo que faz parte das nossas memórias da cidade que cria sonhos. Criar uma nova imagem que seja tão memorável quanto a que existia não vai ser fácil, Libeskind sabe disso, mas nada teme e pelo fruto dos seus anteriores trabalhos, como por exemplo, o Museu Judaico de Berlim, será certamente mais um êxito garantido.



Catarina Guedes Duarte

Título: World Trade Center: o memorial que lhe faz jus!

Autor: Catarina Guedes Duarte (todos os textos)

Visitas: 0

665 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • Yuri SilvaYuri

    27-07-2014 às 22:44:01

    Que seja um grande monumento e que gere um sentimento maior que o World Trade Center. Que triste foi ver aquele desastre em 2011, mas que volte com tudo para a vida dos americanos e que fique sempre boas lembranças desse lugar em nossas mentes!

    ¬ Responder
  • Carla HortaCarla Horta

    16-09-2012 às 23:16:10

    Catarina, o seu texto está fantástico e é sempre de lembrar o dia o que o mundo mudou, mas de certa forma discordo consigo. Acho que nenhum edifício ou monumento farão jus ao que ali estava. Os edifícios eram imponentes e nunca mais se apagarão da nossa memória. Acontece chamar-nos a atenção quando vemos um filme filmado quando as torres ainda lá estavam... a falta será eterna.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãoroberto

    27-05-2009 às 14:36:57

    Obrigado catarina por recordar acontecimento tão importante. Eu fui acfectado positivamente porque eu estava a trabalhar muito perto do World Trade Center e pelo pánico e danos colaterais tive de ser hospitalizado. Ai conheci a enfermeira Carry , minha actual mulher. Temos uma menina de um ano lindissima.

    World Trade Center está sempre no meu coração como marco de mudança da minha vida sentimental.

    Obrigado Catarina por sua homenagem ao World Trade Center.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSilvia

    18-05-2009 às 04:12:29

    Respeito por todos os que partiram e os que ficaram com as familias destrudaçadas pelo horrivel incidente do World Trade Center

    ¬ Responder

Comentários - World Trade Center: o memorial que lhe faz jus!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios