Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Electrodomésticos > Fogão de indução portátil

Fogão de indução portátil

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Electrodomésticos
Visitas: 32
Comentários: 2
Fogão de indução portátil

O fogão de indução é um fogão portátil, prático, que evita choques, é limpo e seguro. Ele funciona por um princípio básico da indução eletromagnética, assemelhando-se ao funcionamento de eletrodomésticos como sanduicheira elétrica, chuveiro elétrico e fogão elétrico, por exemplo. O curioso deste tipo de fogão é que a sua chapa não esquente, quem esquenta é o recipiente em que está o alimento, ou seja, a panela. O painel continua em temperatura ambiente, podendo também ser usado como réchaud, já que tem controle eletrônico de temperatura, não esquentando, nem esfriando. Pode ser utilizado diretamente na mesa de refeições.

Para o funcionamento desse fogão, existe uma bobina que é estimulada em uma determinada frequência, fazendo com que o campo eletromagnético crie correntes indutivas que permitem que essas correntes de indução circulem pelos objetos, causando seu aquecimento. É um processo de produção de energia sem resistências elétricas. Uma novidade nos eletrodomésticos. Ao invés de resistências elétricas, ele possui indutores magnéticos. Não são necessários instalação nem gás de cozinha.

Com ele é possível cozinhar de forma prática e segura. Como não passa por nenhuma resistência elétrica, não há possibilidade de choques. Os gastos também reduzem, sendo a economia uma característica bastante significativa destes tipos de fogões. Esses fogões são comumente encontrados em cerâmica e vidro. Apresentam as opções de cores vermelho, azul, preto ou branco. Existe também o fogão por indução com tela touch screen no qual se pode delimitar o tempo de cozimento do alimento. Um pouco antes do tempo determinado, ele desliga automaticamente, deixando que o cozimento termine no tempo de esfriamento da panela. Um luxo futurista na cozinha contemporânea.

O fogão por indução apresenta características muito atraentes. As donas de casa moderna encontrarão nele um aliado no preparo das receitas. Ele é seguro, pois seu funcionamento só acontece quando ele detetar um recipiente em sua superfície; evita queimaduras. É prático, pois é leve, pesa em torno de dois a quatro quilos, dependendo da marca e do modelo. É portátil, podendo ser levado em viagens, por exemplo. Muito funcional, pois evita desperdício e tem controle de temperatura e tempo. Sua superfície é de fácil limpeza e seu design bastante original e atraente. É econômico, pois gasta de 10% a 20% menos energia do que um micro-ondas.

Esse tipo de fogão era o que faltava para a praticidade da cozinha moderna. Ele apresenta em média seis níveis de potência para, desde cozinhar rapidamente o alimento, a apenas mantê-lo aquecido. Ideal para founde. É durável devido ao material em que foi projetado. O mercado de eletrodomésticos oferece uma oferta significativa na área, com modelos, designs e preços diferentes para as mesmas características e finalidade. Esse tipo de fogão também pode ser denominado cooktop devido a capacidade de aquecimento rápido. Os fogões de indução são o produto ideal para os amantes da cozinha que apreciam a tecnologia e a eficiência que ela pode proporcionar ao homem moderno.


Rosana Fernandes

Título: Fogão de indução portátil

Autor: Rosana Fernandes (todos os textos)

Visitas: 32

807 

Imagem por: Joe Ekaitis

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    28-04-2014 às 05:30:50

    Boa explicação sobre o fogão de indução portátil. Na realidade, não conhecia, mas agora já sei. A Rua Direita fica contente, parabéns!

    ¬ Responder
  • ElviraElvira

    19-03-2012 às 21:11:24

    Ola Rosana
    Muito esclarecedor seu texto . Grata
    Qual o modelo que tem timer e desliga aproveitando o calor da panela.. Etc,
    Vc pode informar marca e modelo... Fiquei enteressada

    ¬ Responder

Comentários - Fogão de indução portátil

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Superstições Náuticas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Barcos
Superstições Náuticas\"Rua
Todos temos as nossas manias e superstições. Não que se trate de comportamentos compulsivos, mas a realidade é que mesmo para quem diz que não liga nenhuma a estas coisas, as superstições acompanham-nos.

Passar por baixo de uma escada, deixar a tesoura, uma porta de um armário ou uma gaveta aberta ou até deixar os sapatos em posição oposta ao correcto, são das superstições mais comuns. As Sextas-feiras 13 também criam alguma confusão a muita gente, mas muitos são os que já festejam e brincam com a data.

Somos assim mesmo, supersticiosos, uns mais do que outros, mas é uma essência que carregamos, mesmo que de forma inconsciente.

Existem no entanto profissões que carregam mitos mais assustadores do que outros, e por exemplos muitos actores não entram em palco sem mandar um “miminho” uns aos outros.

Caso de superstição de marinheiro é dos mais sérios e se julga que se trata só de casos vistos em filmes de piratas, desengane-se. Os marinheiros dos dias de hoje carregam superstições tão carregadas de emoção quanto os de outros tempos.

Umas mais caricatas do que outras, as superstições contam histórias e truques. Por exemplo, contra tempestades, muitos marinheiros colam uma moeda no mastro dos navios.

Tal como fazem os actores, desejar boa sorte a um marinheiro antes de embarcar, também não é boa ideia. Os miminhos dados antes de entrar em palco também servem para o efeito.

Dar um novo nome a um barco é uma péssima ideia para um marinheiro. Dizem que muitos há que não navegam em barcos rebaptizados.

Lembra-se que os piratas de outros tempos utilizavam brincos? Pois isto faz parte de uma superstição. Dizem que os brincos evitam que se afoguem.

Entrar com um pé direito na embarcação é sinal de bons ventos. Tal como acontece com muitos de nós, os marinheiros também não gostam de entrar de pé esquerdo.

Já desde remotos tempos se dia que assobiar traz tempestades. Ora aqui está um mote dos marinheiros, pelo que se assobiar numa embarcação, arrisca-se a ter chatices com o marinheiro.

Verdades ou mentiras, as superstições existem e se manter os seus próprios mitos acalma um marinheiro, então que assim seja. Venham as superstições náuticas que cá estamos para as ouvir.

Já agora uma curiosidade ainda maior. Dizem que se tocar a gola de um marinheiro passará a ter sorte. Será verdade ou foi um marinheiro que inventou?

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:Superstições Náuticas

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Imagem por: Joe Ekaitis

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 06:39:27

    Não acredito em superstições de forma alguma.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios