Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Tratamento disenteria e dismenorreia

Tratamento disenteria e dismenorreia

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 2
Tratamento disenteria e dismenorreia

A disenteria é uma doença inflamatória do intestino provocada pela ação de bactérias, disenteria bacteriana, e pela ação de parasitas, disenteria amébica. Isto acontece quando as pessoas bebem água ou comem alimentos, como frutas, verduras e legumes, em mau estado, sem os devidos cuidados de higiene. Os sintomas são: dores abdominais fortes, diarreia acompanhada de muco e sangue, febre, tosse, perda de peso, desnutrição, náuseas, falta de apetite, cansaço e tristeza. A disenteria pode demorar até 10 dias e deve ser tratada o mais rapidamente possível para não haver risco de contaminação de outros órgãos.

A contaminação da disenteria é muito eficaz, por isso, todo o cuidado é pouco. Para não desidratar beba muita água e também pode optar pelo uso de soro fisiológico. Pode fazer o seu em casa: 2 colheres de açúcar, 1 de sal e 1 litro de água. Deve tomar pelo menos três vezes ao dia. Deve ferver bem todos os alimentos para prevenir a disenteria e lave sempre muito bem as mãos. Não coma alimentos com gordura, doces e chocolates, entre outros. Aqui ficam alguns tratamentos que podem fazer em casa: chá de salsa (folhas e raiz), sumo puro de maçã, chá de romã (folhas e casca) e chá de eucalipto (folhas). Pode comer couve cozida ou fazer refeições exclusivas de maçã.

A dismenorreia ou cólica menstrual é uma dor na zona pélvica, que torna a menstruação num processo difícil e penoso. As causas podem ser várias: cancro, desequilíbrio hormonal, entre outras. Há dois tipos de dismenorreia: primária, sem lesão dos órgãos, com maior probabilidade de sofrer mulheres com excesso de peso e/ou que fumem, e a secundária, que ocorre quando há alterações do sistema reprodutivo, com maior probabilidade de atingir mulheres com doenças sexualmente transmissíveis e/ou endometriose (presenças de células endometriais fora do útero, por exemplo, nos ovários). O tratamento pode passar: sumo de agrião diluído em água, sumo combinado de couve e espinafre e chá de salsa (raiz e folhas). Faça refeições exclusivas de melão ou de abacaxi pelo menos 4 vezes por semana. Pode ainda usar acupunctura como tratamento, embora o seu feito ainda esteja a ser ponderado.

Daniela Vicente

Título: Tratamento disenteria e dismenorreia

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 2

714 

Comentários - Tratamento disenteria e dismenorreia

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios